O Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu no final  da tarde desta segunda-feira (16), pelo menos cinco mandados de prisão em Cambé, Londrina e Curitiba.

O proprietário do Providence Auto Center localizada na Rua Rolândia no Jardim Ana Elisa, Ismar Ieger, foi preso preventivamente e encaminhado ao Gaeco na noite desta segunda-feira. A prisão foi decretada pelo juiz titular da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanúncio, após pedido do Ministério Público.

O delegado do Gaeco, Alan Flore, confirmou a prisão de dois suspeitos e adiantou que deve continuar em diligências durante a noite, atrás de mais pessoas que estão envolvidas no novo caso.

A promotora de Defesa do Patrimônio Público, Leila Schimit, revelou que as prisões desta segunda-feira fazem parte de uma terceira vertente das investigações que tiveram início em janeiro após a prisão do auditor fiscal Luiz Antônio de Souza. De lá para cá, o Ministério Público (MP) apresentou diversas denúncias contra os suspeitos de integrarem o esquema de exploração sexual e iniciou, ainda, apuração envolvendo um suposto enriquecimento ilícito de auditores da Receita Estadual em Londrina.

A terceira vertente, conforme a promotoria, envolve supostos danos ao patrimônio do Governo do Estado. Um dos mandados de busca e apreensão foi cumprido em uma oficina mecânica de Cambé, que segundo informações apuradas pela reportagem presta serviços a órgãos estaduais.

As investigações começaram há cerca quatro meses e pretendem apurar se houve superfaturamento nos serviços prestados pela oficina ao Governo do Estado. Em dezembro do ano passado, a empresa firmou um contrato no valor de R$ 1 milhão por seis meses.

Também foi preso, em Curitiba, Luiz Abi, primo do ex-governador José Richa, pai do atual governador Beto Richa (PSDB). A sua chegada a Londrina é esperada para as 23h desta segunda-feira.

Por volta das 20h, chegou ao Gaeco o empresário Roberto Tsuneda, proprietário da KLM Brasil Indústria Eletrônica, de Cambé. Ele também foi detido preventivamente para que o Ministério Público apure irregularidades nos contratos entre a sua empresa e o Governo do Estado.

O quarto detido é o advogado José Carlos Lucca, de Londrina. Seu grau de envolvimento nos crimes investigados não foi divulgado pelo Ministério Público.

Fotos: Alberto D’angele.

(Com informações do site Bonde)

unnamed (9) unnamed (10) unnamed (11) unnamed (12) unnamed (13) unnamed (14) unnamed (15)

 

A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.