Gincana promove debate com paródia em Cambé

0
O humor e a descontração marcaram o fim de uma jornada de quatro dias de discussão sobre um assunto muito sério: a sexualidade na adolescência. Sob os ritmos do forró, axé, sertanejo, pagode e funk adolescentes de projetos sociais de Cambé cantaram sobre a gravidez precoce, doenças sexualmente transmissíveis e outros perigos do sexo sem proteção no Concurso de Paródia que finalizou a 5ª Gincana da Gincana promove debate com paródiaSexualidade promovida pela Secretária Municipal de Saúde Pública e a Associação de Proteção à Maternidade e Infância, a APMI. Com batuques, assovios, palmas e gritos de incentivos a garotada demonstrou de que não há mistério nem constrangimento quando o assunto é sexo, pelo contrário, sobra empolgação e interesse em cuidar da saúde e do futuro.
A Gincana reuniu adolescentes dos projetos sociais Núcleo de Aprendizado para o Futuro (NAF) e Núcleo de Educação Social e Profissional (NESP), ambos da APMI. Além das paródias, os alunos, divididos em 14 equipes, apresentaram durante a semana seminários sobre as DSTs, entrevistaram pais e mães adolescentes e confeccionaram jogos educativos sobre a sexualidade.
Para a secretária de saúde de Cambé, Alessandra Garcia Gonzáles Vaz, eventos como esse são essenciais para desmitificar o sexo na adolescência. “Tratar com interatividade e incentivando criatividade faz com que assuntos como a sexualidade deixe de ser um tabu. É Gincana promove debate com paródiapreciso que o adolescente entenda e conheça tudo sobre o sexo para poder se prevenir”, afirma a secretária. Alessandra Vaz reforçou que os trabalhos de prevenção e conscientização da Secretária de Saúde são contínuos, já que sexualidade na adolescência é motivo de preocupação para a saúde pública devido ao crescente número de adolescentes grávidas e a incidência cada vez maior de DST em jovens. “Dentro da Secretaria de Saúde temos um centro específico, o CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/HIV/AIDS) que é referência no estado em prevenção e combate às doenças sexualmente transmissíveis”, explicou Alessandra Vaz.
A quinta edição da gincana previa uma palestra sobre sexualidade e acessibilidade com integrantes do Instituto Carpe Diem de São Paulo. Porém, devido ao tempo chuvoso, os convidados não puderam pousar no aeroporto de Londrina. A Secretaria de Saúde promete marcar outra data para a realização da palestra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.