O Palmeiras, pela segunda vez em sua história, está rebaixado para a segunda divisão. Depois de semanas de calvário, com direito a confusões fora de campo e tropeços dentro dele, o time comandado por Gilson Kleina não tem mais chances de escapar da queda. Neste domingo, a equipe do Palestra Itália jogou suas últimas chances, empatou com o Flamengo por 1 a 1 e sofreu com Bahia e Portuguesa antes de receber a notícia fatídica dentro de um ônibus.

A combinação de resultados deixa o Palmeiras com 34 pontos na 18ª colocação. A Portuguesa, o primeiro time fora da zona da degola, tem 41, com apenas duas rodadas para o fim. Se o empate da Lusa diante do vice-líder Grêmio decretou a queda, esteve longe de ser o primeiro momento de drama do dia para o palmeirense.

A tragédia deste domingo começou em Volta Redonda, onde a equipe alviverde enfrentou o Flamengo e repetiu o roteiro das últimas rodadas. Mais uma vez, o Palmeiras mostrou certa qualidade, chegou a controlar o jogo, não soube definir o placar e saiu de campo sem a vitória.

A vantagem veio com o gol de Vinicius, aos 17 minutos do segundo tempo. Depois disso, Maikon Leite ainda teve duas chances de marcar e passou em branco. Vagner Love não perdoou os vacilos. O ex-palmeirense, que vinha mal no jogo até então, frustrou os torcedores que ainda sonhavam com uma recuperação ao marcar, aos 44 minutos, na saída de Bruno.

O resultado deixou jogadores e comissão técnica atordoados. Naquele momento, só uma derrota da Portuguesa no jogo das 19h30 salvaria o Palmeiras. Isso porque o Bahia, que também poderia ser alcançado pelo clube até o início da rodada, venceu a Ponte Preta por 1 a 0 e abriu nove pontos de vantagem.

Quando a Lusa entrou em campo, o elenco do Palmeiras já se preparava para embarcar em uma longa viagem de ônibus de Volta Redonda até São Paulo. Depois de um primeiro tempo equilibrado, a equipe do Canindé praticamente definiu a queda alviverde ao abrir 2 a 0 diante de um Grêmio que parecia não ter forças para reagir.

Se o sofrimento da queda não bastasse, o torcedor palmeirense ainda teve de conviver com uma última esperança frustrada. Com André Lima e Zé Roberto, o Grêmio empatou e ficou a um gol de dar uma sobrevida ao Palmeiras. Só que a vitória gaúcha não veio. Com isso, a equipe do Palestra Itália estará na Série B do ano que vem, repetindo a história de 2003, quando foi campeão do torneio justamente com Vagner Love, carrasco desta vez, como estrela do elenco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.