O governador Beto Richa sancionou nesta quinta-feira (05/04) a lei que inclui os municípios de Sabáudia, Jaguapitã e Pitangueiras na Região Metropolitana de Londrina (RML). A assinatura aconteceu durante a abertura da 52ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina (Expo-Londrina 2012), uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina, que é realizada no Parque de Exposições Ney Braga.

Com a medida, a RML passa a ser composta por 14 municípios. Já integravam a região as cidades de Londrina, Cambé, Rolândia, Ibiporã, Sertanópolis, Bela Vista do Paraíso, Jataizinho, Tamarana, Primeiro de Maio, Assaí e Alvorada do Sul. “A inclusão dos novos municípios fortalece toda a região”, afirmou o governador.

Richa também destacou que o governo estadual está sintonizado com os interesses dos agricultores, e que no primeiro ano de gestão diversas medidas foram anunciadas para fortalecer o agronegócio. Ele citou como exemplo a criação da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), o lançamento do programa Pró-Rural, a ampliação do Trator Solidário, novos recursos para a compra direta de produtos da agricultura familiar e a retomada do programa de calcário.

“O agronegócio é a base da nossa economia e é dever do Estado oferecer condições para o seu crescimento”, disse ele. “No ano passado tivemos uma estiagem que prejudicou milhares de agricultores paranaenses. O governo foi rápido para prestar auxilio, principalmente aos pequenos produtores”, afirmou.

FEIRA – Segundo o governador, a realização de feiras como Expo-Londrina demonstram a importância da agricultura para o Estado. “São eventos importantes que mostram o que de melhor o Paraná pode oferecer. Faço questão de participar das feiras por entender que elas contribuem para o desenvolvimento social e econômico dos municípios”, disse o governador.

Richa reforçou que não vai faltar apoio do Estado aos produtores. Segundo ele, desde os primeiros dias de governo vários serviços estão sendo reestruturados para assegurar melhor qualidade nos serviços técnicos prestados aos produtores. “É o caso do Iapar e da Emater, que estão recebendo equipamentos, veículos e profissionais”.

Durante a abertura da feira, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, enfatizou a importância do Paraná no agronegócio. “O Estado é um expoente da agricultura e da pecuária. Gosto de falar para quem realmente produz e acredito que estou no lugar certo”, disse.

Para o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, o governo tem atuado em todas as exposições agropecuárias do Estado porque elas representam a força do produtor rural. “As feiras oportunizam o contato com o produtor, com o criador e também é uma oportunidade de conhecer as inovações que irão beneficiar o homem do campo”, disse o secretário.

O presidente da Sociedade Rural do Paraná (SRP), entidade promotora da exposição, Gustavo de Andrade e Lopes, ressaltou o pioneirismo da ExpoLondrina e sua importância para o agronegócio brasileiro. “Este é um evento que começou no tempo da colonização do Norte e hoje é a demonstração da capacidade dos produtores rurais”, afirmou.

A programação da 52ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina inclui, além de leilões, uma agenda técnica com cursos, palestras, seminários e oficinas nos auditórios do Parque de Exposições. Produtores rurais de todo o estado visitam a mostra e estudantes de escolas e instituições regionais também participam do evento com visitas agendadas.

O prefeito de Londrina Barbosa Neto, disse que a feira é uma vitrine de produtores e criadores do estado e do país. Ele agradeceu os investimentos do governo estadual em Londrina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.