O governador Beto Richa anunciou nesta sexta-feira (17), na região Sudoeste, a reestruturação da rede de distribuição de medicamentos especializados do Estado, com a instalação de unidades do programa Farmácia do Paraná. Com profissionais e locais apropriados para atendimento ao usuário, o programa tem o objetivo de promover o acesso da população a remédios seguros, eficazes e de qualidade. Richa esteve nos municípios de Clevelândia, Palmas e Pato Branco.

Uma das farmácias especiais adequadas ao novo modelo será instalada no município de Pato Branco e atenderá 15 municípios da região. Richa anunciou também o início da construção de uma Unidade de Atenção Primária à Saúde da Família em Pato Branco.

A rede Farmácia do Paraná foi criada para atender os pacientes do chamado componente especializado, de responsabilidade do Governo do Estado. Por meio dela são distribuídos medicamentos para transplantados e portadores de doenças como hepatite, Alzheimer, Parkinson, asma grave e esclerose múltipla, entre outras.

“São pacientes fragilizados que precisam de atenção diferenciada do Estado. Nosso compromisso é reestruturar a distribuição de medicamentos no Paraná para que a assistência à saúde seja mais ágil e de qualidade para as famílias paranaenses”, disse Richa.

Estão previstas unidades na Região Metropolitana de Curitiba, Litoral, Ponta Grossa, Irati, Guarapuava, União da Vitória, Pato Branco, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Cascavel, Campo Mourão, Umuarama, Cianorte, Paranavaí, Maringá, Apucarana, Londrina, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Toledo, Ivaiporã e Telêmaco Borba.

O governo também investe na qualificação e custeio da assistência farmacêutica, destinando um incentivo financeiro para. municípios com população abaixo de 20 mil habitantes.

Richa reafirmou seu compromisso de tratar a saúde com prioridade. Para isso, neste ano, o governo estadual está cumprindo, pela primeira vez, a Emenda Constitucional 29, que determina a aplicação de 12% da receita do Estado em saúde. Isso representa um reforço de R$ 340 milhões no orçamento da área.

O governador lembrou que no ano passado o governo contratou 87 farmacêuticos e bioquímicos para atuar na assistência farmacêutica estadual e nas unidades do Estado. “A contratação dos profissionais farmacêuticos deu novo fôlego às nossas ações nessa área e as novas farmácias garantirão a assistência adequada ao cidadão que precisa de medicamentos especializados”, destaca o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto.

De acordo com o secretário, nos primeiros seis meses de 2012, o Estado distribuiu mais de R$ 193 milhões em medicamentos, sendo R$ 122 milhões destinados ao componente especializado (alto custo), além dos investimentos realizados com o consórcio, que chegaram a R$ 27 milhões em medicamentos.

SÉTIMA REGIONAL – A unidade farmacêutica da sétima regional de saúde de Pato Branco vai atender os municípios de Bom Sucesso do Sul, Itapejara do Oeste, Coronel Vivida, São João, Vitorino, Mariópolis, Clevelândia, Honório Serpa, Mangueirinha, Sulina, Saudade do Iguaçu, Chopinzinho, Coronel Domingo Soares e Palmas. A nova Farmácia terá 550 metros quadrados e contará com estrutura para armazenar e dispensar medicamentos para os 2,5 mil usuários cadastrados. O investimento na obra é de R$ 30 mil.

Em um ano e meio de gestão, o governo estadual distribuiu para a sétima regional cerca de R$ 9 milhões em medicamentos. “A assistência farmacêutica é uma das áreas que encontramos muito fragilizada e que por isso requer forte investimento em todas as regiões”, disse o secretário.

AGRICULTURA – O governador também anunciou investimentos para atender pequenos agricultores. Serão repassados aos produtores rurais dos municípios de Clevelândia, Palmas e Pato Branco cerca de R$ 140 mil para compra de calcário. A meta do governo é distribuir 220 mil toneladas do insumo para 23 mil agricultores paranaenses. O investimento total será de R$ 12 milhões.

Richa destacou a importância da retomada do programa, que ficou parado por quase dez anos, para melhorar a fertilidade do solo paranaense. “O calcário é um insumo utilizado como corretivo do solo e eleva a produtividade das lavouras. Nosso compromisso é oferecer condições de trabalho ao homem do campo”, disse.

O governador autorizou ainda que o Instituto Águas Paraná instale sistemas comunitários de abastecimento de água para atender famílias da comunidade de Cruzeiro do Sul (Palmas), São Roque (Pato Branco) e Assis Brasil (Clevelândia). Em todo o Paraná, serão construídas 480 unidades semelhantes nos municípios que apresentam Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo da média do Estado.

Para Pato Branco foram liberados ainda R$ 200 mil para a aquisição de alimentos da agricultura familiar, beneficiando 47 entidades fornecedoras. O Paraná é o primeiro Estado a cumprir a legislação federal que determina que 30% dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar sejam utilizados na compra de alimentos provenientes da agricultura familiar.

HABITAÇÃO – Richa autorizou ainda a construção de 190 unidades habitacionais em Clevelândia e 130 em Palmas. O investimento nos dois municípios será de R$ 12 milhões. Segundo Richa, a meta do governo é promover uma revolução na área habitacional no Estado, construindo 100 mil moradias populares em quatro anos. O programa Morar Bem Paraná abrange medidas de regularização fundiária, o financiamento para construção de novas unidades e a melhoria de moradias urbanas e rurais.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Valdir Rossoni, acompanhou o governador em visita aos municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.