Um homem de 20 anos morreu soterrado em um depósito de grãos de uma fábrica de alimentos em Cambé, no último domingo (12). De acordo com o Corpo de Bombeiros, Júlio César de Carvalho era funcionário do local. Ele teria entrado no silo e sido sugado pela tubulação. A própria empresa entrou em contato com os bombeiros, mas não foi possível retirar a vítima com vida do local.

Foi preciso esvaziar o silo para a retirada do corpo do rapaz. Segundo o Tenente Costa, do Corpo de Bombeiros, foram mais de quatro de resgate. “A ocorrência foi registrada as 19h40 e só conseguimos retirar o corpo por volta da meia noite”. A vítima morreu asfixiada. O Tenente informou que os grãos armazenados “agem” como areia movediça o que dificultou a situação.

Segundo o delegado de Cambé, Jorge Barbosa, o local onde ocorreu o acidente é de acesso restrito e Júlio César era safrista temporário na fábrica. A polícia investiga o caso e trabalha com a hipótese de acidente de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.