Às vésperas de sua execução, brasileiro acha que será solto

Às vésperas de sua execução por tráfico de drogas na Indonésia, o brasileiro Rodrigo Gularte está delirando, segundo seu advogado. Acha que a pena de morte foi abolida e que será solto em breve. Gularte será executado com outros nove presos, um recorde no país, o que levou o governo a ampliar a área da ação…

————————————————————————————

O Globo

Plano para construir presídios se arrasta

Após 4 anos, governo não criou vagas prometidas em projeto

Das 99 unidades previstas para ajudar a combater a superlotação do sistema, 46 ainda estão no papel e 33 obras estão paradas

O plano lançado pela presidente Dilma Rousseff em 2011 para reduzir a superlotação nas penitenciárias ainda não criou nenhuma vaga, informa Renata Mariz. De 99 obras de reforma e construção de presídios previstas, por meio de convênios com os estados, 46 ainda não saíram do papel.

Das 53 que foram iniciadas, 33 estão paralisadas. A promessa era criar 45.934 vagas, para amenizar o déficit de 230 mil. O programa foi orçado em R$ 1,2 bilhão, verba que deveria ter sido gasta até o fim de 2014. Entre as razões do atraso estão licitações canceladas e desistência de empresas. (Págs. 1 e 3)

Indonésia nega clemência

Parentes de condenados à morte na Indonésia pediram clemência ao presidente Joko Widodo, que ignorou os apelos. O advogado do brasileiro Rodrigo Gularte fará recurso final. (Págs. 1 e 3)

Suspeito ligado a 2,7 mil firmas

O presidente de uma construtora do Panamá, alvo da Lava-Jato, já foi ligado a 2,7 mil empresas. A empreiteira, segundo o delator Pedro Barusco, intermediou pagamento de propina da Odebrecht. (Págs. 1 e 5)

Após tremor, Nepal vive caos

Governo admite colapso hospitalar. Mortos são mais de 3.200

Pela segunda noite, dezenas de milhares de pessoas dormiram ao relento ou em tendas no Nepal. Novos tremores dificultam o socorro às vítimas do terremoto de sábado, que matou mais de 3.200 pessoas e deixou cerca de 6 mil feridos. Moradores cavavam com picaretas nos escombros em busca de sobreviventes. Autoridades admitiram o colapso hospitalar, e cremações de corpos se espalharam por Katmandu. O Itamaraty localizou 60 dos 79 brasileiros que estavam no país. (Págs. 1, 21 e 22)

PM punirá com maior rigor desvio em UPPs

O comando da PM informou que afastará sumariamente policiais acusados de corrupção ou desvios em áreas com UPPs. A decisão, tomada após a morte do menino Eduardo de Jesus, de 10 anos, no Alemão, é uma tentativa de se aproximar dessas comunidades. (Págs. 1 e 6)

‘País faz de conta que se conhece’

À frente do Ipea, Jessé Souza quer traçar um retrato dos brasileiros que entraram no mercado de consumo. Para ele, o país não se conhece. (Págs. 1 e 15)

Dilma quer novo pacote em 10 dias

A presidente Dilma quer anunciar em dez dias o novo pacote de concessões em infraestrutura, que terá aval da equipe econômica. (Págs. 1 e 17)

Professores sob vigilância

Colégios filmam profissionais dando aula para aperfeiçoar desempenho, mas prática gera polêmica sobre privacidade. (Págs. 1 e 19)

————————————————————————————

Zero Hora

Estiagem causa perdas de R$ 350 milhões ao RS

Problema se concentra no sul do Estado, afetando principalmente soja e rebanho leiteiro. Locais onde não chove há quase três meses têm previsão de tempo seco. (Págs. 1 e 6 a 8)

Piratini estuda como elevar ICMS

Proposta é arrecadar pelo menos R$ 600 milhões, valor bem abaixo do déficit de 2015. (Págs. 1, 14 e 16)

Depois do tremor, o desespero

Terremoto que matou mais de 2,5 mil deixou o Nepal sem água e luz e com saúde em colapso. (Págs. 1, 18 e 19)

————————————————————————————

Brasil Econômico

“Articulação política é tarefa de todo o governo”

Escalado pela presidenta Dilma Rousseff para colaborar com Michel Temer na coordenação política, o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, diz ser apenas um braço auxiliar na interlocução com o Parlamento. Ele considera o vice-presidente “o melhor jogador”, que terá mais sucesso do que seus antecessores petistas.

“O PT não pode achar que a articulação política é uma tarefa sua”. Berzoini está às voltas com a missão de implementar a universalização da internet em momento de contenção de gastos. “Tudo o que a gente pode dizer é que os objetivos são ambiciosos”. (Págs. 1 e 4 a 7)

Cade intima Petrobras a rever contrato

Numa vitória da Comgás em disputa contra a estatal, o órgão antitruste determinou que a empresa aplique a isonomia no cálculo de preços para não beneficiar o consórcio com a parceira White Martins. (Págs. 1 e 11)

Previdência teme queda de arrecadação

O ministro Carlos Gabas já está em conversa com o Ministério da Fazenda e a Secretaria da Receita sobre a possibilidade de evasão de recursos, com a aprovação do projeto que amplia a terceirização. (Págs. 1 e 3)

Octávio Costa

Se Dilma sair da arapuca em que se meteu, o desafio de Lula será mais fácil. (Págs. 1 e 32)

Informe NY

A democracia capitalista está cada vez mais capitalista e menos democrática. (Págs. 1 e 27)

Automóveis

Apesar da despencada nas vendas, montadoras vão manter investimentos. (Págs. 1 e 12)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Haddad vai privatizar Anhembi

Prefeitura de São Paulo planeja arrecadar R$ 1,5 bi com concessão do maior centro de convenções da América Latina

A gestão Fernando Haddad vai privatizar o Anhembi. informa Cátia Seabra.

O processo tem início nesta semana, quando a Prefeitura de São Paulo lança convocação para que empresas interessadas apresentem propostas para exploração do maior centro de convenções da América Latina.

A expectativa é arrecadar no mínimo R$ 1,5 bilhão com a concessão do pavilhão e do terreno ao seu redor. Da área de 400 mil m2 do parque, 220 mil m2 são passíveis de exploração pela iniciativa privada. O projeto não inclui o Sambódromo.

Em troca do direito de exploração, o grupo concessionário deverá construir um hotel de padrão internacional, um edifício-garagem com espaço para escritórios e uma interligação do centro de convenções com a estação Tietê do metrô.

Um dos modelos de concessão em estudo é o da privatização dos aeroportos. Outra opção é uma PPP (parceria público-privada).

O projeto faz parte de um conjunto de ações da administração Haddad para desafogar os cofres do município em um cenário de ajuste fiscal. (Págs. 1 e Cotidiano B7)

Às vésperas de sua execução, brasileiro acha que será solto

Às vésperas de sua execução por tráfico de drogas na Indonésia, o brasileiro Rodrigo Gularte está delirando, segundo seu advogado. Acha que a pena de morte foi abolida e que será solto em breve. Gularte será executado com outros nove presos, um recorde no país, o que levou o governo a ampliar a área da ação. (Págs. 1 e Cotidiano B8)

Financiamento de veículo usado cresce no país

O financiamento de carros usados “jovens” (quatro a oito anos) cresceu quase 3% no Io trimestre em comparação a igual período de 2014. Foram 387 mil financiamentos de veículos zero —uma queda de 16,8%—, contra 708,3 mil de usados.

Para o setor, a inflação é decisiva na opção pelo carro mais barato. (Págs. 1 e Folhainvest A15)

Casos de dengue atingem recorde no Estado de SP

O número de casos confirmados de dengue no Estado de São Paulo, até 22 de abril, é o maior já registrado. São 222.044 atingidos em 645 cidades, segundo o boletim do Centro de Vigilância Epidemiológica estadual. Ao menos 125 pessoas morreram.

O recorde era de 2013, quando 209.052 se infectaram no ano todo. (Págs. 1 e Cotidiano B5)

Novo tremor leva pânico ao Nepal; mortes superam 3.300

Uma série de novos tremores que atingiu o Nepal neste domingo (26) causou pânico na capital Katmandu e atrasou o resgate das vítimas do terremoto do sábado. O número de mortos é de ao menos 3.300.

Com medo de voltar para suas casas diante das mais de cem réplicas, a maior delas de magnitude 6,7, moradores improvisaram barracas nas ruas da cidade. A ONU alerta para a falta de suprimentos e de espaço nos hospitais da região. O fornecimento de água e energia é escasso. (Págs. 1 e Mundo A8)

Após avalanche, brasileiro espera por resgate no monte Everest (Págs. 1 e Mundo A9)

EDITORIAIS

Leia “Paradoxo perverso”, sobre jovens infratores no regime semiaberto, e “Apetite legislativo”, acerca de emendas à Lei de Saúde francesa. (Págs. 1 e Opinião A2)

Palestino-brasileiro preso faz greve de fome na Cisjordânia (Págs. 1 e Mundo A 13)

Sarney escreve romance sobre família imortal (Págs. 1 e C1)

————————————————————————————

EBC

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.