Pressão do PT provocou briga entre PF e MPF

Pressão dos assessores dos senadores petistas Humberto Costa e Gleisi Hoffmann para que os dois fossem logo ouvidos pela PF provocou a divergência com o MPF que paralisou parte dos inquéritos da Lava Jato. Há até a versão de que o delegado que interrogou Gleisi teria recebido perguntas e respostas prontas. Já a PF reclama da intromissão de procuradores e diz que a investigação foi prejudicada…

Impeachment é desespero da oposição, diz governo

Ela escalou o ministro da Justiça, o advogado-geral da União e o procurador-geral do Banco Central para negar que tenha havido crime em recorrer a bancos públicos para fazer repasses de responsabilidade do Tesouro, conforme interpretou o Tribunal de Contas da União. O relatório do TCU será analisado com as contas de Dilma. Se rejeitadas, pode haver margem para processo contra a presidente. “Há um desespero compulsivo para justificar pedido de impeachment. Não há fato jurídico que justifique isso”, disse o ministro José Cardozo (Justiça). Para o PSDB, Cardozo agiu “à beira de ataque de nervos” e militou para o PT….

————————————————————————————

O Globo

Manchete: Petrobras recebe socorro de R$ 9 bi e vende plataformas

Empréstimo saiu do BB, Caixa e Bradesco. Unidades serão vendidas para banco inglês.

Mesmo antes de publicar seu balanço do ano passado por causa do escândalo de corrupção investigado na Lava Jato, a Petrobras conseguiu captar cerca de RS 9,5 bilhões com dois bancos públicos — Banco do Brasil e Caixa — e o Bradesco, além de R$ 9,1 bilhões com a venda de plataformas uma instituição britânica, que vai alugá-las de volta à estatal. No início do mês, a Petrobras já havia obtido R$ 10 bilhões com um banco chinês. Petrobras e BB alegam que a empresa tem empresa tem capacidade de pagamento. A oposição viu na operação uma manobra do
governo e fala em “maquiagem” dos números da estatal. O balanço deve ser divulgado na quarta. Página 23

PT agora suspende doações de empresas

Novo tesoureiro do partido é o ex-deputado Márcio Macêdo, que recebeu recursos de empresa alvo da Lava-Jato

Dias depois de João Vaccari Neto, ainda na condição de tesoureiro do PT, ser preso pela Lava -Jato, o partido decidiu que seus diretórios nacional, estaduais e municipais não poderão mais receber doações de empresas privadas. A decisão, porém, ainda tem de ser aprovada pelo próximo congresso nacional do partido em junho. O substituto de Vaccari na tesouraria do PT será o ex-deputado sergipano Márcio Macêdo, que recebeu, na última eleição, recursos da Andrade Gutierrez, investigada na Lava-Jato. Ontem, Marice Corrêa de Lima, cunhada de Vaccari que recebeu dinheiro do esquema para ele, segundo os investigadores, se apresentou à PF. A ordem de prisão, de quarta-feira, não tinha sido cumprida porque ela estava num congresso sindical no Panamá. Páginas 4 e 6

Pressão do PT provocou briga entre PF e MPF

Pressão dos assessores dos senadores petistas Humberto Costa e Gleisi Hoffmann para que os dois fossem logo ouvidos pela PF provocou a divergência com o MPF que paralisou parte dos inquéritos da Lava Jato. Há até a versão de que o delegado que interrogou Gleisi teria recebido perguntas e respostas prontas. Já a PF reclama da intromissão de procuradores e diz que a investigação foi prejudicada. Página 7

Governo sai em defesa de Dilma

A presidente Dilma escalou o ministro da Justiça e o advogado-geral da União para contestarem a oposição e também o TCU, que considerou que as chamadas “pedaladas fiscais” de sua gestão descumpriram a lei. Isso vinha sendo feito desde FH, alegou o governo. Página 3

Uma doméstica para 502 patrões

A Receita vai fiscalizar 280 mil pessoas por sonegação e fraude no Imposto de Renda e espera recuperar RS 7 bilhões. O Fisco suspeita de 502 contribuintes que declararam a mesma empregada doméstica. Página 26

Google retém direitos autorais

A Google recorreu à justiça em uma forma de pagar direitos autorais de músicas no YouTube. Há 27 meses, direitos de artistas no Brasil estão retidos. Página 27

Fiscais resgatam chinês de buraco

Blitz de fiscais do Trabalho e do Procon resgatou três chineses em condições subumanas em pastelarias do Rio. Um deles dormia dentro de um buraco numa loja do centro. Página 10

Mais um prefeito é preso no Rio

Acusado de fraudes no total de R$ 10 milhões em 16 licitações, Evandro Jorge (PSD) de Mangaratiba, e dois secretários foram presos ontem. O MP denunciou 44 pessoas. Página 17

Dirceu procura juiz via advogado

Diante dos rumores de que o ex-ministro José Dirceu poderia ser o próximo preso na lava Jato, o advogado Roberto Podval procurou o juiz Sérgio Moro para pôr o petista à disposição da Justiça. A empresa de Dirceu recebeu dinheiro de empreiteiras. Página 7

Merval Pereira

Disputa mostra como são pouco republicanas as instituições. Página 4

Zuemir Ventura

Ideia de impeachment, ainda que remota, causa mal-estar. Página 21

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Planalto reage a TCU e a pressões da oposição

Ministros da Justiça e da AGU negam irregularidades fiscais e criticam “desespero compulsivo” por impeachment de Dilma. Notícias /15

Terra prometida

Em busca de uma nova vida no Estado, refugiados haitianos, como Odete pagaram até R$ 4 mil por lotes em terreno invadido na Capital. Notícias 11 e 11

MP denuncia executivos por cartel de trens em SP

Envolvidos teriam feito negociações ilegais com o governo de SP na gestão de José Serra. Notícias /14

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Impeachment é desespero da oposição, diz governo

Dilma monta operação para negar irregularidades em manobras fiscais

A presidente Dilma Rousseff fez uma operação para contra atacar a ofensiva da oposição, que tenta justificar eventual impeachment contra a presidente, em manobras fiscais do primeiro governo da petista. Ela escalou o ministro da Justiça, o advogado-geral da União e o procurador-geral do Banco Central para negar que tenha havido crime em recorrer a bancos públicos para fazer repasses de responsabilidade do Tesouro, conforme interpretou o Tribunal de Contas da União. O relatório do TCU será analisado com as contas de Dilma. Se rejeitadas, pode haver margem para processo contra a presidente. “Há um desespero compulsivo para justificar pedido de impeachment. Não há fato jurídico que justifique isso”, disse o ministro José Cardozo (Justiça). Para o PSDB, Cardozo agiu “à beira de ataque de nervos” e militou para o PT. Poder A4

Igor Gielow

Acossado, Planalto exerce com galhardia sua vocação para dar tiros no pé. Opinião A2

Processo eleva risco de falência de suspeita no caso Lava Jato

Um processo movido pelo banco IBM ameaça pedido de recuperação judicial da empreiteira Schahin. Envolvida em episódios investigados pela Lava Jato, a empresa tenta renegociar pagamento de dívida com bancos e fornecedores, mas o IBM a acusa de sumir com patrimônio para não quitar débito de R$ 87 milhões. A Schahin declara R$ 22,5 mil em contas bancárias e ter se desfeito de todos os imóveis. A companhia não comentou o caso. Mercado BI

Receita identifica doméstica paga por 502 patrões

O caso de uma doméstica que recebeu pagamento de 502 pessoas é um dos relatados como fraude no Imposto de Renda pela Receita. O fisco quer recuperar até RS 7 bilhões de supostas artimanhas em declarações entregues até 2014. Mercado B6

Marcos Sawaya Jank

Brasil desperdiça oportunidades no século do Pacífico.Mercado B9

Oscar Vilhena Vieira – Pedido de vistas de Gilmar Mendes não é ato de coragem

O pedido de vistos feito por Gilmar Mendes no Supremo em processo sobre o financiamento de campanhas não está sendo usado para atender objetivos legais para os quais foi concebido, mas para empacar a discussão. Cotidiano C2

Governo Alckmin faz pagamentos a blogueiro anti-PT

O blogueiro Fernando Gouveia(‘‘Implicante”), que faz propaganda antipetista na internet, recebe R$70 mil mensais por serviços de comunicação no governo Alckmin (PSDB). A gestão atribui a contratação à Propeg, agência de publicidade que atua para o Estado. Poder A 12

EBC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.