A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

Em eleição tensa, EUA vão em massa às urnas
Os eleitores americanos formaram longas filas nos locais de votação, ontem, e números preliminares indicavam que a disputa entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump pela presidência dos EUA poderia registrar recorde de participação nas urnas.

Mas, diante de dois candidatos profundamente impopulares, apenas 40% dos entrevistados disseram que estavam entusiasmados com Hillary ou com Trump, segundo pesquisa da CNN. O republicano repetiu ameaça de não reconhecer uma possível derrota. A democrata fez apelo por pacificação…


O Globo

Manchete: Disputa acirrada atrai eleitor
Para analistas, alta participação pode favorecer a democrata Hillary
Trump é vaiado ao votar em Nova York e entra com ação tentando impugnar votos que julgava favoráveis aos adversários em Nevada. O republicano deixou novamente em aberto a aceitação do resultado das urnas

Em clima de apreensão e confronto, americanos enfrentaram longas filas para escolher o 45º presidente dos EUA, estendendo ao dia da eleição a atmosfera que dominou a campanha. Para analistas, a grande participação de eleitores deve beneficiar a democrata Hillary Clinton. O republicano Donald Trump foi vaiado ao votar em Nova York. Seu partido entrou com uma ação tentando impugnar votos tidos como favoráveis aos democratas em Nevada. Atrás em quase todas as pesquisas, ainda que por pequena margem, ele repetiu declarações polêmicas, retomando as suspeitas de fraude e recusando- se a dizer se reconheceria o resultado das urnas: “Vamos ver o que acontece”, desconversou. (Págs. 26 a 30)

MÍRIAM LEITÃO
Maior tarefa do novo governo será reunir o país. (Pág. 22)

Alerj é invadida em protesto contra pacote
Liminar do Tribunal de Justiça suspende projeto que aumenta desconto de servidor
Num protesto contra as medidas do governo para enfrentar a crise, policiais, bombeiros e agentes penitenciários invadiram ontem a Assembleia Legislativa do Rio, ocuparam plenário e galerias, subiram em mesas, destruíram móveis e rasgaram documentos. Equipes da PM que acompanhavam a manifestação nada fizeram para impedir. O governador Pezão cobrou medidas duras contra os invasores. Liminar do Tribunal de Justiça suspendeu a tramitação do projeto que cria alíquota extra de contribuição previdenciária. (Págs. 9 a 11)

Colunistas
MERVAL PEREIRA
Negociação da dívida feita por Garotinho é origem da crise do Rio. (Pág. 4)

ZUENIR VENTURA
Pacote estadual ameaça fazer estrago na vida dos que menos têm. (Pág. 19)

ROBERTO DAMATTA
Arranjar-se com facilidades do Estado e golpes é típico do Brasil. (Pág. 19)

PF apura invasão a parque
A Polícia Federal investiga uma invasão ao Jardim Botânico na noite de anteontem, horas após uma reintegração de posse na área do parque. Cerca de 25 homens jogaram bombas e destruíram equipamentos e instalações. (Pág. 13)

Petrobras reduz preço da gasolina
A Petrobras anunciou nova redução no preço da gasolina, a segunda em menos de um mês. O combustível nas refinarias ficará 3,1% mais barato. O diesel foi reduzido em 10,4%. (Pág. 24)

A ‘megadelação’ da Odebrecht
Em negociação também com Estados Unidos e Suíça, a Odebrecht deve pagar multas de R$ 6 bilhões, no maior acordo de leniência da história. (Pág. 3)

Anatel afasta Tanure da Oi
A Anatel vetou a participação de investidores ligados a Nelson Tanure nas reuniões da Oi, que é alvo de disputa. (Págs. 21 e 22)

ELIO GASPARI
MP para intervir na Oi é farra com dinheiro público. (Pág. 18)


O Estado de S. Paulo

Manchete : Em eleição tensa, EUA vão em massa às urnas
Os eleitores americanos formaram longas filas nos locais de votação, ontem, e números preliminares indicavam que a disputa entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump pela presidência dos EUA poderia registrar recorde de participação nas urnas.

Mas, diante de dois candidatos profundamente impopulares, apenas 40% dos entrevistados disseram que estavam entusiasmados com Hillary ou com Trump, segundo pesquisa da CNN. O republicano repetiu ameaça de não reconhecer uma possível derrota. A democrata fez apelo por pacificação. (Internacional/Págs. A9 a A1)

Novo presidente herdará economia em transição
Barack Obama deixará para o sucessor uma dívida que ameaça paralisar a máquina pública. (Pág. A12)

Temer aproveita momento para tentar reaproximação
Ao final da eleição, governo Temer buscará reaproximação com os EUA. Prioridade será a economia. (Pág. A15)

Petrobrás faz nova redução dos preços de combustíveis
Diesel fica 10,4% mais barato nas refinarias e gasolina, 3,1%; benefício, porém, pode não chegar ao consumidor

Menos de um mês depois de divulgar a primeira queda no preço dos combustíveis em sete anos, a Petrobrás anunciou ontem mais uma redução nos valores. Segundo a estatal, o preço do diesel nas refinarias cairá 10,4%, e o da gasolina, 3,1%.

A companhia informou que, se o ajuste for integralmente repassado ao consumidor final, o diesel pode cair 6,6% nas bombas, cerca de R$ 0,20 por litro. No caso da gasolina, a diminuição no preço final pode ser de 1,3%, ou R$ 0,05 por litro. Esse repasse, no entanto, não é obrigatório. (Economia/Pág. B1)

Caixa corta juros
A Caixa Econômica Federal anunciou a redução de 0,25 ponto porcentual no juro de crédito imobiliário. (Pág. B5)

Justiça do Rio barra ajuste em previdência
A Justiça do Rio suspendeu em caráter liminar a tentativa do governo estadual de elevar para 30% a contribuição previdenciária dos servidores públicos. A medida é a mais polêmica do ajuste anunciado pelo governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB). O rombo nas contas do Rio chega a R$ 17,5
bilhões. Ontem, bombeiros, policiais e guardas penitenciários invadiram a Assembleia Legislativa (Alerj) em protesto. (Economia/Págs. B3 e B4)

NOTAS & INFORMAÇOES
O voto facultativo
A questão central do debate que ora se impõe é a qualidade da representação parlamentar. (Pág. A3)

Carros e Brasil, o encalhe geral
O setor automobilístico se recupera em marcha lenta. É parte da herança do governo Dilma. (Pág. A3)


Folha de S. Paulo

Manchete : Trump avança sobre Hillary em Estados-chave
Com bom desempenho do republicano, incerteza no pleito presidencial americano se prolongava pela madrugada
0 candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, surpreendeu em Estados-chave e acirrou a disputa com a democrata Hillary Clinton, favorita em projeções pré-eleitorais. 0 cenário de incerteza se prolongava pela madrugada desta quarta (9). Na Flórida, na Carolina do Norte, em Ohio e na Virgínia, com apurações de mais de 50%, Trump liderava até a 0h30.

Até esta hora, a rede CNN projetava a vitória do empresário em 15 Estados, o que lhe garantia 128 delegados. No entanto, os 128 fazem parte dos 164 que já eram esperados para o republicano. Hillary Clinton, por sua vez, tinha vencido em nove Estados, somando, com segurança, 97 votos no Colégio Eleitoral. São necessários 270 votos nesse sistema para chegar à Casa Branca.

A única certeza na noite desta terça-feira era que a Câmara continuará sob domínio dos republicanos. As diferenças entre os dois lados da campanha resultaram numa das eleições com maior polarização política e tensão racial da história. Partidários de ambos os candidatos temem que a divisão seja mantida pelo país depois que a disputa eleitoral chegar ao fim. (Mundo A11)

FERNANDA EZABELLA – CALIFÓRNIA
Pró-democrata, Estado tem drinques a eleitores e decisão sobre maconha (Mundo A14)

THAIS BILENKY – BRASILEIROS NOS EUA
Paulistana vota em Hillary; empresário de Rondônia apoia Trump (Mundo Al6)

JOSÉ LUIZ PASSOS – RADICADO NOS EUA
No ano que vem serei americano, e em parte a culpa disso é de Trump (Mundo A13)

Grupo invade Assembleia do RJ em protesto contra arrocho
Centenas de policiais, agentes penitenciários e bombeiros ocuparam nesta terça (8), por duas horas e meia, o plenário da Assembleia Legislativa do Rio em protesto contra o arrocho anunciado pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

0 grupo pressiona os parlamentares a não aprovarem o pacote de medidas fiscais, como o congelamento de reajustes a essas categorias. Alvo de ameaças, o presidente da Casa, Jorge Picciani (PMDB), disse que a ação atenta contra o Estado democrático de Direito. (Mercado A19)

Em processo no TSE, defesa de Dilma tenta envolver Temer
A defesa de Dilma Rousseff anexou no processo no Tribunal Superior Eleitoral contra sua chapa de reeleição documento que indica que R$ 1 milhão de possível propina da Andrade Gutierrez entrou na campanha de 2014 por conta ligada a Michel Temer (PMDB), então candidato a vice da petista.
O atual presidente já afirmou ter pedido doação à empreiteira e que foi atendido, mas que a verba não se originou de propina. (Poder A4)

FERNANDO CAPEZ
Age de má-fé quem tenta me vinculará máfia da merenda
Jamais recebi, em meu proveito ou de minha campanha eleitoral, verba ilícita, muito menos oriunda de fraude na merenda. Soa tão absurdo que beira o ridículo.
Não conheço, nunca estive nem conversei com nenhum dos investigados. E todos me isentaram. (Opinião A3)

Petrobras reduz novamente preço de combustíveis (Mercado A17)

Editoriais
“Escusa privilegiada”, sobre morosidade de ações envolvendo políticos no STF, e “Ajuste inescapável”, acerca de revisão de políticas públicas. (Opinião A2)


Edição: Equipe Sintracoop Quarta-Feira, 09 de Novembro de 2016

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.