Altamira, a capital dos assassinatos
Em dez anos, Altamira (PA) alcançou o posto de cidade mais violenta do país: em 2015, a taxa de homicídios foi de 124,6 por 100 mil habitantes, bem à frente do Rio (23,4) e de São Paulo (13,5).
Grande parte das mortes é atribuída a guerras entre traficantes. Especialistas dizem que explosão de violência está atrelada ao crescimento desordenado do lugar.
Tribunal marca julgamento de Lula para o dia 24 de janeiro
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou o julgamento do ex-presidente Lula (PT) no caso do tríplex para o dia 24 de janeiro. A informação foi antecipada por Mônica Bergamo. Condenado a nove anos de prisão, o petista terá recurso analisado em segunda instância. Se a sentença for confirmada, ele pode ficar inelegível. A defesa criticou a tramitação em tempo recorde e a “falta de isonomia”…
Vazamentos levados a sério
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou ontem que encaminhou à Polícia Federal todos os casos de vazamento de informações constantes em delação premiada sobre os quais teve conhecimento…
Bolsonaro viu Hugo Chávez como uma ‘esperança’
Entrevista de Jair Bolsonaro ao Estado, há 18 anos, na qual ele elogia o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, repercute nas redes sociais. O deputado disse que tema é “jogo sujo”. Em reportagem que tratava da visita de Chávez ao País, em 1999, Bolsonaro disse que ele era “esperança para a América Latina” e “gostaria muito que sua filosofia chegasse ao Brasil”. A entrevista pode ser lida no estadao.com.br…


O Globo

Manchete : Julgamento de Lula em janeiro antecipa quadro eleitoral
PT se queixa de perseguição do TRF-4 no caso do tríplex do Guarujá

Se for condenado, ex-presidente ficará inelegível
O Tribunal Regional Federal da 4a. Região marcou para 24 de janeiro o julgamento do ex-presidente Lula no caso do tríplex do Guarujá. Com isso, a sentença deverá sair antes do início do prazo de registro de candidaturas, antecipando o quadro da campanha de 2018.
Se for condenado em segunda instância, Lula será considerado inelegível pela Lei da Ficha Limpa, e terá de tentar recursos judiciais. Petistas acusam o TRF-4 de perseguição. Os tucanos acham que, se condenado, Lula “estará morto” (Págs. 3 e 4) e (Merval Pereira e Lydia Medeiros)

Rio corta R$ 500 milhões do orçamento da PM (Pág. 9)

Poupadores receberão à vista até R$ 5 mil
O acordo entre os bancos e os poupadores, anunciado ontem, prevê que as indenizações até R$ 5 mil serão pagas à vista, e as demais serão divididas em até cinco parcelas semestrais, no prazo máximo de 3 anos.
Terão direito ao ressarcimento os que entraram com ações coletivas e individuais contra perdas com planos econômicos até o fim de 2016. (Pág. 17)

Adesão pela internet
O poupador terá de aderir ao acordo pela internet em até 2 anos. Veja como proceder para receber o dinheiro. (Pág. 17)

Cresce pressão sobre Trump
Grupo que já reúne mais de cem congressistas americanos pede investigação de denúncias de abusos sexuais atribuídos a Donald Trump. Senadores democratas querem que ele renuncie. (Pág. 22)

Temer já admite reforma em 2018
O presidente Temer reconheceu que a votação da reforma da Previdência poderá ficar para fevereiro de 2018. Perguntado sobre o que falta, afirmou: “Votos”. (Pág. 19)

Altamira, a capital dos assassinatos
Em dez anos, Altamira (PA) alcançou o posto de cidade mais violenta do país: em 2015, a taxa de homicídios foi de 124,6 por 100 mil habitantes, bem à frente do Rio (23,4) e de São Paulo (13,5).
Grande parte das mortes é atribuída a guerras entre traficantes. Especialistas dizem que explosão de violência está atrelada ao crescimento desordenado do lugar. (Pág. 8)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: TRF-4 marca julgamento de recurso de Lula para janeiro
Eventual condenação imposta no caso do triplex do Guarujá pode antecipar campanha presidencial de 2018
O Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) marcou para 24 de janeiro o julgamento do recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após sua condenação por ter supostamente recebido propina da OAS no caso do triplex do Guarujá (SP). Em julho, Lula foi sentenciado a 9 anos e 6 meses pelo juiz Sérgio Moro por corrupção e lavagem de dinheiro. Se a condenação for confirmada pela 8.ª Turma do tribunal de apelação, o ex-presidente poderá se tornar inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Lula lidera as pesquisas de intenção de voto para a disputa pelo Planalto. A eventual confirmação da condenação ou o sucesso do recurso de Lula influenciará na definição de candidaturas. O petista já disse que vai recorrer a todas as instâncias. Lula também poderá ser preso. Com base em jurisprudência firmada pelo STF, condenados em 2.ª instância podem ter a pena executada. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Vazamentos levados a sério
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou ontem que encaminhou à Polícia Federal todos os casos de vazamento de informações constantes em delação premiada sobre os quais teve conhecimento. (PÁG. A6)

Governo cobra ministros e distribui cargos por Previdência
Com apenas uma semana para aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, o presidente Michel Temer quer que os ministros da Educação, Mendonça Filho (DEM), da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD), e dos Transportes, Maurício Quintella (PR), obriguem seus deputados a votar a favor da proposta. Em outra frente, intensificou a negociação de cargos e a liberação de emendas. (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B3)

Temer quer votar tributária em 2018
Michel Temer pediu à equipe econômica que o texto com novas regras tributárias fique pronto no início do ano. Para driblar resistências, o governo pode flexibilizar proposta de mudança no PIS/Cofins. (PÁG. B4)

Bolsonaro viu Hugo Chávez como uma ‘esperança’
Entrevista de Jair Bolsonaro ao Estado, há 18 anos, na qual ele elogia o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, repercute nas redes sociais. O deputado disse que tema é “jogo sujo”. Em reportagem que tratava da visita de Chávez ao País, em 1999, Bolsonaro disse que ele era “esperança para a América Latina” e “gostaria muito que sua filosofia chegasse ao Brasil”. A entrevista pode ser lida no estadao.com.br. (POLÍTICA / PÁG. A5)

Agripino Maia vira réu
O STF aceitou denúncia contra o senador e presidente do DEM, José Agripino Maia, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele é acusado de ter beneficiado a OAS durante a construção da Arena das Dunas (RN). (PÁG. A7)

Foto-legenda: À espera de Marcelo
Depois de ficar 2 anos e meio preso, Marcelo Odebrecht volta para sua casa, na zona sul de São Paulo, na próxima terça-feira, onde cumprirá prisão domiciliar. Ele trocará a cela de 12 metros quadrados da Superintendência da PF em Curitiba pelo imóvel de 3 mil metros quadrados, avaliado entre R$ 20 milhões e R$ 30 milhões. Vizinhos de condomínio temem que sua volta altere a rotina. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Vera Magalhães
Aliados de Lula usarão a marcação do julgamento para intensificar discurso de que a Lava Jato virou apenas perseguição. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Notas & Informações
Juros dependem das reformas
Reformas podem abrir caminho a juros mais favoráveis ao crescimento econômico, avisa o BC, mas reformas emperradas podem produzir o efeito contrário. (PÁG. A3)

Os cortes nas estatais
Empresas estatais federais estão sendo lentamente saneadas e encolhendo. (PÁG. A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Acordo libera em 2018 até R$ 5 bilhões a poupadores
Indenizações decorrem de perdas com planos dos anos 1980 e 1990
Depois de quase três décadas de disputas, bancos e poupadores divulgaram o cronograma das indenizações decorrentes de perdas de planos econômicos das décadas de 1980 e 1990 (Bresser, Verão e Collor2). Os pagamentos se estenderão por até três anos e injetarão aproximadamente R$ 12 bilhões na economia. Os poupadores receberão à vista indenizações de até R$ 5.000. Os que tiverem direito a valores superiores a essa quantia receberão em parcelas —uma entrada e o resto em de três a seis pagamentos semestrais. A parcela única e a segunda parcela devem injetar na economia de R$ 4 bilhões a R$ 5 bilhões já em 2018, conforme estimativa da Frente Brasileira dos Poupadores. Para valer, o acerto precisa ser homologado pelo Supremo Tribunal Federal. Espera- se que a decisão da corte saia ainda neste ano. Após o aval do STF, começará a fase de adesões ao acordo, que pode durar até dois anos. Os poupadores terão de fazer sua opção em uma plataforma digital. Quem ingressar abre mão de questionar o ressarcimento na Justiça. (Mercado A17)

Tribunal marca julgamento de Lula para o dia 24 de janeiro
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região marcou o julgamento do ex-presidente Lula (PT) no caso do tríplex para o dia 24 de janeiro. A informação foi antecipada por Mônica Bergamo. Condenado a nove anos de prisão, o petista terá recurso analisado em segunda instância. Se a sentença for confirmada, ele pode ficar inelegível. A defesa criticou a tramitação em tempo recorde e a “falta de isonomia”. (Poder A10)

Perícias indicam superfaturamento que Odebrecht nega
Ao menos 15 perícias de tribunais de contas e da PF contestam versão da Odebrecht de que não superfaturou obras incluídas em sua delação. A soma das irregularidades passa de R$ 10 bilhões —o acordo prevê indenização de R$ 6,8 bilhões. A empreiteira diz que ainda colabora para calcular os danos ao erário. (Poder A4)

Foto-legenda: Lugar de sobra
Michel Temer pediu a empresários, em evento no Planalto, que eles pressionem os congressistas a aprovarem a reforma da Previdência; segundo o presidente, ‘a imprensa toda brasileira, sem exceção, está apoiando, então a hora é agora’ (Mercado A22)

BC atribui inflação abaixo da meta ao preço de alimentos
O Banco Central culpou a queda do preço dos alimentos pelo inédito e provável resultado abaixo do piso da meta de inflação para 2017, fixada em 4,5°/o com tolerância de 1,5 ponto percentual para mais ou para menos. Na semana passada, o BC reduziu a 2,9°/o a projeção para o ano. (Mercado A23)

Mercado Aberto
Reunião para acertar recuperação da Oi durou 20 minutos
Credores da Oi gostaram de ouvir do diretor-executivo, Eurico Teles, que nenhum dos interessados na empresa ficaria insatisfeito com o plano de recuperação. A conferência para aceitar os termos durou 20 minutos. Ele deve ser votado no dia 19. (Mercado A18)

Futuro ministro pede indiciamento de Rodrigo Janot
Relator da CPI da JBS, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS) propôs o indiciamento do ex-procurador-geral da República. “Houve uma conspiração para afastar o presidente”, disse ele, que assume amanhã a Secretaria de Governo, pasta que cuida da articulação política da gestão Temer. (Poder A6)

SP tem 30% da rede de ensino abaixo da média do Enem
Levantamento da Folha mostra que 3 em cada 10 escolas de SP não superaram a média das redes estaduais do país no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2016. O Estado fica atrás de outros cinco. Para a gestão Alckmin (PSDB), o exame é impróprio para avaliar as redes de ensino. (Cotidiano B1)

Editoriais
Leia ‘“Manu militari’” , sobre abusos na condução coercitiva de suspeitos, e “Falácias do adiamento” , acerca da votação da reforma da Previdência. (Opinião A2)

————————————————————————————

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.