Justiça condena 5 da máfia dos fiscais
A Justiça de São Paulo condenou a 10 anos de prisão cinco integrantes da Máfia do ISS por lavagem de dinheiro. O esquema foi descoberto em 2013…

Motoristas na mira de tiros na Linha Amarela
Uma das principais vias expressas do Rio, entre a Barra e o Fundão, a Linha Amarela ficou totalmente interditada durante cerca de duas horas, ontem à noite, por causa de confronto entre PMs e moradores da Cidade de Deus. Motoristas ficaram em meio a tiros e pedras atiradas da favela, onde, mais cedo, um homem teria sido morto durante operação policial…


O Globo

Manchete : EUA ameaçam Assad em caso de novo ataque químico
Tensão aumenta, e Rússia anuncia reforço à defesa do ditador
Ofensiva ordenada por Trump em resposta a bombardeio com sarin tem apoio de diversos países e reforça posição do presidente internamente, mas é condenada por Moscou como ‘ato de agressão’
Numa escalada verbal que acompanhou os Tomahawks lançados na Síria, os EUA advertiram ontem o regime de Assad que estão preparados para atacar novamente as forças do regime “se for necessário”, se houver outro ataque químico. O governo russo tachou o bombardeio da base aérea de Al-Shayrat de “ato de agressão”, e o premier Dmitry Medvedev disse que seu país, que mantém tropas no local, esteve muito perto de um choque direto com os EUA. O presidente Trump recebeu amplo apoio interno e externo por sua resposta ao ataque químico que matou 86 pessoas na Síria na terça-feira, atribuído ao regime de Assad. Moscou anunciou que vai reforçar as defesas antiaéreas sírias. (Págs. 28 a 30)

Atentado com caminhão mata quatro e alarma a Suécia (Pág.31)

Déficit vai ser ainda maior em 2018
O governo elevou a previsão de rombo nas contas públicas em 2018. A meta agora é ter um déficit de R$ 129 bilhões, e não mais de R$ 79 bilhões. Segundo o ministro Meirelles, a recessão de 2016 reduziu a arrecadação. Analistas elogiaram a mudança, como sinal de transparência. Mas temem que concessões na reforma da Previdência piorem a situação fiscal. (Págs. 21 e 22)

A menor inflação desde o Real
A inflação do 1º trimestre de 2017 foi de 0,96%, a menor desde a edição do Plano Real, em 1994. Em março, a alta foi de 0,25%, a menor desde 2012. O resultado deve acelerar a redução dos juros. (Pág. 23)

Juiz do caso Cabral pode mudar
A Operação Calicute, que apura o esquema criminoso que seria comandado por Sérgio Cabral, pode sair das mãos do juiz Marcelo Bretas, do Rio, que decretou várias prisões. A decisão será do STJ. (Pág.3)

Conselheiros do TCE são afastados
Após dez dias na cadeia, cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio foram soltos por ordem da Justiça e deixaram presídio de Bangu. Mas eles ficarão afastados do TCE por 180 dias. (Pág. 4)

Motoristas na mira de tiros na Linha Amarela
Uma das principais vias expressas do Rio, entre a Barra e o Fundão, a Linha Amarela ficou totalmente interditada durante cerca de duas horas, ontem à noite, por causa de confronto entre PMs e moradores da Cidade de Deus. Motoristas ficaram em meio a tiros e pedras atiradas da favela, onde, mais cedo, um homem teria sido morto durante operação policial. (Pág. 12)

Edmar Bacha – Economista toma posse na ABL
Um dos pais do Plano Real, Bacha foi homenageado por FH ao assumir a cadeira 40 da Academia. (Pág.27)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete : Doria admite disputar governo do Estado em 2018 ‘se Alckmin pedir’
Já a candidatura à Presidência da República seria, segundo o prefeito de São Paulo, uma ‘deslealdade’ com o padrinho político nas atuais circunstâncias
Prestes a completar cem dias como prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) admite deixar o cargo para se candidatar ao governo do Estado caso haja um pedido do governador Geraldo Alckmin (PSDB). “Se ele pedir, mais adiante ou no futuro, vamos analisar essa situação. Hoje ela não existe, não houve apelo. Eu nem sequer trato desse assunto com o governador, que sabe da minha lealdade. Aliás, um dos valores que preservo é a lealdade.” Doria reconhece que há uma “onda” para levá-lo à disputa da Presidência, mas não é “nem provocada nem alimentada” por ele. “Meu candidato à Presidência da República é o Geraldo Alckmin. Já reafirmei isso diversas vezes”, disse. “Com o Geraldo tenho uma relação de dever, de amizade, de confiança, que será preservada sempre.” Questionado sobre por que tem rebatido comentários de Ciro Gomes e Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, sobre a possibilidade de uma candidatura nacional, ele diz que o faz de forma bem-humorada. “Gosto desse embate político.” (Metrópole A20)

Planalto prevê déficit de R$ 129 bi no próximo ano
Após reunião com o presidente Michel Temer, os ministros da área econômica anunciaram alteração da meta fiscal de 2018, que já era negativa em R$ 79 bilhões, para um déficit de R$ 129 bilhões. A nova meta para 2018 é apenas R$ 10 bilhões menor que o rombo previsto para 2017. Para a equipe econômica, os efeitos da recessão de 2014 a 2016 ainda refletirão na arrecadação do próximo ano. (Economia B4)

Eurasia acredita em reforma
A reforma da Previdência tem 70% de chances de ser aprovada no Congresso. A avaliação é da consultoria americana de risco político Eurasia, que prevê reforma “robusta”. (B9)

STF deve decidir se delação de marqueteiro à PF tem validade
A delação do marqueteiro Duda Mendonça assinada com a Polícia Federal deverá fazer o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir se delegados podem firmar acordos. Tramita na Corte ação da Procuradoria-Geral da República que sustenta ser inconstitucional polícia celebrar delações. (Política A4)

Estados Unidos ameaçam ampliar ataque contra Síria
O ataque dos EUA à Síria dificulta uma reaproximação entre os dois países no governo Donald Trump. A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, disse que seu país está pronto para “fazer mais” e o bombardeio ocorreu em razão da proteção dada pela Rússia ao regime de Bashar Assad. Moscou acusou os EUA de ação militar ilegal e comparou o ataque à invasão do Iraque. (Internacional A10 a A17)

Justiça condena 5 da máfia dos fiscais
A Justiça de São Paulo condenou a 10 anos de prisão cinco integrantes da Máfia do ISS por lavagem de dinheiro. O esquema foi descoberto em 2013. (Metrópole A21)

Ataque com caminhão mata quatro e fere 15 em Estocolmo
Pelo menos quatro pessoas morreram e 15 ficaram feridas após um homem lançar caminhão roubado contra pedestres que estavam em uma movimentada rua de comércio de Estocolmo. Um suspeito foi preso. O governo sueco classificou o ato como terrorista. (Internacional A18)

Inflação cai mais e vai a 0,25% em março (Economia B3)

Coluna do Estadão
No TSE, Mantega não assume dizer a verdade (Pág.4)

Adriana Fernandes
O Placar da Previdência mudou o jogo nas negociações da proposta no Congresso (Economia B9)

Notas&Informações
Brasil e a lição dos vizinhos – O Brasil continua sendo um retardatário na marcha da economia latino-americana. Depois de anos, a região voltou a crescer. (A3)

A resposta de Trump a Assad – A resposta à matança de Assad parece ser fato isolado (A3)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Cedemos até onde podemos, diz Temer sobre Previdência
Há 11 meses no Planalto, presidente afirma à Folha que não cometeu erros
O presidente Michel Temer afirmou que o governo cedeu ao Congresso até onde podia ao concordar em mudar cinco pontos da reforma da Previdência. Em entrevista à Folha em seu gabinete no Palácio do Planalto, admitiu, no entanto, que ainda pode reduzira idade mínima de aposentadoria para as mulheres para fazer passar as medidas na Câmara e no Senado. A aprovação, espera Temer, deve acontecer até julho. “Se nós tivermos a idade de homem de 65 anos, e a de mulher 64 ou 63, não significa que não tenha sido feita uma grande conquista”, disse. Há 11 meses no cargo, Temer afirmou não ter cometido erros. “Eu cometi acertos. Não consigo vislumbrar um equívoco praticado nesse governo.” Comentou ainda as recentes desavenças com o senador Renan Calheiros (PMDB), que “está atrasado, segundo as concepções da realidade”. (Mercado a23 e a26)

Rússia reforça defesa na Síria após ataque dos EUA
A Rússia reforçará a defesa aérea da Síria para tentar evitar novas ofensivas dos EUA contra o regime do ditador Bashar al-Assad, que conta com a proteção do presidente Vladimir Putin. Nesta quinta (6), Donald Trump ordenou retaliação depois de ataque químico no país árabe. O bombardeio, que deixou nove mortos, aumentou a tensão entre EUA e Rússia. (Mundo a14)

Acuado, secretário de Educação pede demissão a Doria
O secretário Alexandre Schneider (Educação) pediu demissão ao prefeito de São Paulo, João Doria. A Folha apurou que ele se queixou da falta de respaldo da gestão tucana em meio a ataques recebidos de simpatizantes do Movimento Brasil Livre. Por ora, Doria conseguiu demovê-lo da ideia de deixar o cargo. (Cotidiano b1)

André Singer
Lula candidato fará país recompor seu tecido democrático
No lusco-fusco em que nos encontramos, o destino jurídico de Lula será chave. Caso o petista possa candidatar-se em 2018, a recomposição do tecido democrático ganha densidade. Do contrário, a instabilidade tende a se prolongar, abrindo caminho para saídas autoritárias. (Opinião A2)

Editoriais
Leia “Base mais sólida”, acerca de currículo para o ensino fundamental, e “Direitos não humanos”, sobre disputas na Justiça pela liberdade de animais. (Opinião A2)

————————————————————————————

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.