Fernando Henrique derrotado

O PSDB ainda procura uma fórmula para salvar as aparências, mas, na sexta-feira, adotará a bandeira do impeachment, contra a opinião do ex-presidente FH. São poucos os aliados do ex-presidente. Também está contra FH, e a favor da destituição de Dilma, a maio ria do DEM. Quanto a FH, o líder do DEM, Mendonça Filho, atribui sua posição “à idade” e resume: “um estadista não pode ser um militante”.

————————————————————————————

O Globo

Manchete : Verba para fundo partidário cresce 490%

Desde 96, foram gastos R$ 2,6 bi; este ano, estão previstos R$ 867 milhões

Diário Oficial de hoje publica novo orçamento, que triplica recurso para legendas

O crescimento da dotação orçamentária para partidos políticos, de 2014 para 2015, será o maior dos últimos 20 anos: 171,1%. De 1996, quando foi regulamentada a criação do fundo partidário , até o final deste ano, o aumento da verba chegará a 490%. Os partidos já receberam R$ 2,6 bilhões em verbas do governo. O Diário Oficial da União de hoje publica o novo orçamento com a emenda, sancionada pela presidente Dilma, que triplica o valor — será de R$ 867 milhões. O reajuste foi aprovado pelo Congresso. Em viagem a Portugal, o vice-presidente Michel Temer diz que verba deste ano pode ser contingenciada. (Pág. 3)

Com atraso no balanço, Petrobras perde US$ 27 bi

De outubro de 2014 até o último dia 13, os papéis da Petrobras negociados em Wall Street amargaram queda de 31,6% — a maior entre as 15 principais petrolíferas globais. Em valor de mercado, isso representa um prejuízo de US$ 27 bilhões, mais que um Banco do Brasil. A estatal divulga hoje seu balanço de 2014. As perdas com corrupção devem ficar entre R$ 5 bilhões e R$ 10 bilhões. (Págs. 17 , 18 e Míriam Leitão)

Estatal e Odebrecht travam disputa judicial (Pág. 5)

Entrevista – FH e a política de drogas

Ex-presidente defende que STF tire o consumo da esfera criminal e afirma que Congresso não acompanhou o avanço do debate. (Pág. 20)

Foto-legenda : Rastro de destruição

Morador observa os escombros de casas derrubadas por um tornado, com ventos superiores a 250 km/h, que atingiu a cidade de Xanxerê, em Santa Catarina, matando duas pessoas. (Pág. 6)

Agência teme 30 mil mortes no mar

Previsão para 2015 é feita após aumento de naufrágios

A Organização Internacional para Migrações (OIM) alertou que as mortes de refugiados na travessia do Mediterrâneo podem chegar a 30 mil este ano caso se mantenha o atual ritmo de crescimento do número de vítimas em relação a 2014. Até agora, mais de 1.750 morreram. (Pág. 22)

Ilimar Franco

Fernando Henrique derrotado

O PSDB ainda procura uma fórmula para salvar as aparências, mas, na sexta-feira, adotará a bandeira do impeachment, contra a opinião do ex-presidente FH. São poucos os aliados do ex-presidente. Também está contra FH, e a favor da destituição de Dilma, a maio ria do DEM. Quanto a FH, o líder do DEM, Mendonça Filho, atribui sua posição “à idade” e resume: “um estadista não pode ser um militante”. (Pág. 2)

Merval Pereira

Moro junta as pontas

Uma das coincidências benéficas do processo que corre em Curitiba sobre os escândalos da Petrobras é que o juiz Sérgio Moro, encarregado do caso, atuou no processo do mensalão como assessor da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber. (Pág. 4)

Míriam Leitão

O primeiro passo

Tomara que hoje marque o começo de um novo tempo para a Petrobras. A análise pelo conselho e a divulgação do balanço auditado da empresa vão resolver apenas um dos vários problemas da estatal, mas se esse risco não fosse retirado da frente outras ameaças poderiam se concretizar, como a antecipação da cobrança de dívidas. Ainda há muitos obstáculos a ser em resolvidos antes da normalização. (Pág. 18)

Editorial

Evitar a impunidade

Tema em discussão : Prisão nos casos de réus condenados em segunda instância

A Lei da Ficha Limpa é exemplo de como a Justiça pode punir com rapidez assegurando direito a defesa (Pág. 14)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : Piratini pedirá ao Banco Mundial consultoria para parcerias privadas

Técnicos terão missão de elaborar marco regulatório de PPPs do Estado. Ideia é tornar legislação mais atraente a investidores e aumentar a segurança jurídica. ( Notícias | 14)

ROSANE DE OLIVEIRA

QUINTA-FEIRA DECISIVA PARA SALÁRIOS DE ABRIL (Notícias | 10)

Depoimentos à Lava-Jato revelam divisões no PP

Deputados gaúchos investigados no esquema falam em desavenças e rede de intrigas no partido (Notícias | 12)

Depois do tornado

Xanxerê, no oeste catarinense, decreta calamidade pública após destruição provocada por ventos de até 250km/h, na segunda-feira. Duas pessoas morreram, e mais de 2,5 mil casas foram danificadas. Ontem, dia foi de recomeço. (Notícias | 8 e 9)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : Indústria quer novo marco para produção de gás em terra

Com o nível de exploração no país caindo ao mesmo patamar de 2005 e aumento da importação com preços elevados, o setor levará ao governo propostas para estimular o financiamento, desburocratizar o licenciamento ambiental e reduzir o monopólio da Petrobras. (Págs. 4 e 5)

Cresce apoio a veto para atividades-fim

De volta à pauta da Câmara hoje, o projeto de lei que regulamenta a terceirização pode impor a primeira grande derrota a Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que tem pressa em aprovar a matéria. Mais parlamentares já se declararam contra pontos do texto-base. (Pág. 3)

Recessão freia consumo das famílias de todas as classes

Menor renda é a que sofre mais, pois tem pouca margem de manobra no orçamento. (Pág. 6)

Em prol do consumidor, R$ 10 milhões em multas

Governo mantém penalidade a TAM, Gol, Chrysler e Marajoara por desrespeito ao CDC. (Pág. 8)

Olhar do Planalto

Leonardo Fuhrmann

REFORMA AMEAÇA DEPUTADO FORMULADOR

O modelo de distritão, defendido pelo vice-presidente Michel Temer e outros peemedebistas para a reforma política, tem causado preocupação entre líderes de outros partidos e analistas do Congresso. (Pág. 2)

Relatório D.C.

Rogerio Studart

PESADELO FINANCEIRO MADE IN CHINA

Estou cada dia mais convencido que, em economia, pelo menos, a tentação a se repetir erros do passado é irresistível. Por isto, quando escutei, nesta semana, uma autoridade chinesa reiterar o compromisso com uma aceleração da “liberalização financeira”, senti um arrepio. (Pág. 9)

O mercado como ele é…

Luiz Sérgio Guimarães

JURO FUTURO PRESSIONA BC

Em um pregão com liquidez reduzida a um terço do normal, o dólar caiu 0,46% na segunda-feira, cotado a R$ 3,0273. O feriado de ontem restringiu o giro de negócios na segunda-feira, com a BM&F registrando volume um pouco acima de US$ 500 milhões. (Pág. 16)

Ponto Final

Octávio Costa

A VOLTA DO BANGUE-BANGUE

Não satisfeita em pedir a redução da maioridade penal para 16 anos, a “bancada da bala” perde o pudor e sai em defesa da revisão do Estatuto do Desarmamento. Faz todo o sentido. Os parlamentares que tiveram campanhas financiadas pela indústria armamentista propõem a flexibilização da lei em vigor. (Pág. 24)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete : Risco de perda do selo de bom pagador atinge oito empresas

Pressões macroeconômicas no país pioraram a valiações, diz Moody’s

A agência de classificação de risco Moody’s elevou de três para oito o número de companhias brasileiras que podem perder o grau de investimento — espécie de selo de “bom pagador”. O país empatou com os EUA na primeira posição em número de empresas em vias de rebaixamento. A avaliação da agência baliza decisões de investidores. No último relatório, foram incluídas cinco empresas nacionais: AES Tietê, Bandeirante Energia, Espírito Santo Centrais Elétricas, Energest (do setor elétrico) e a construtora Odebrecht. Elas continuaram com nota Baa3, a mais baixa antes do grau especulativo (risco maior de calote). A diferença é o viés de baixa para as avaliações. Braskem, Eletrobras e Sabesp atingiram esse mesmo patamar em dezembro. O documento da Moody’s cita pressões macroeconômicas e mudanças regulatórias, “que resultaram em um ambiente de negócios mais desafiador”, entre os principais fatores que levaram à piora da avaliação dessas companhias. (Mercado b1)

Prevista para hoje, apresentação do balanço de 2014 da Petrobras não encerra perdas com a Lava Jato (b5)

Justiça prorroga prisão de cunhada do petista Vaccari

A Justiça prorrogou a prisão da cunhada de João Vaccari Neto, suspeita de movimentar dinheiro originado da corrupção na Petrobras. Segundo o juiz Sergio Moro, Marice de Lima fez neste ano depósitos em conta da mulher do ex-tesoureiro do PT. A defesa dela nega. (Poder a4)

Crise hídrica faz Alckmin adiantar obras de 2035

A escassez de água levou o governo Alckmin (PSDB) a antecipar a programação de obras previstas para 2035. A prioridade é construir adutoras que levem água a áreas atendidas pelo Cantareira, o maior sistema da Grande SP, que está em situação crítica desde 2014. (Cotidiano C1)

Foto-legenda : Aos pedaços

Homem busca objetos em meio a destroços em Xanxerê (SC), atingida por tornado na segunda (20); duas pessoas morreram e 2.600 casas foram destruídas (Cotidiano C3)

Fernando Canzian

Aécio corre riscos pessoais ao falar em impeachment

O grande fato novo é o comportamento do candidato derrotado na eleição mais apertada desde a redemocratização. Ao falar em impeachment, Aécio parece entrever acomodação mais positiva, com riscos pessoais. (Opinião a2)

Editoriais

Leia “Caixa-preta na internet”, sobre financiamento de militância política, e “Pendenga sem sentido”, acerca de rixa na Operação Lava Jato. (Opinião A2)

EBC

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.