A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

O Globo

Manchete: Guedes quer antecipar até R$ 6 bilhões aos estados para ampliar apoio à reforma Ainda sem maioria, governo cede e votação do texto na CCJ é adiada para a próxima semana.O ministro da Economia, Paulo Guedes, deseja antecipar para os estados até R$ 6 bilhões do leilão do pré-sal, a ser realizado em outubro, para aumentar o engajamento de governadores e bancadas na reforma da Previdência. “Já (estamos) guardando recurso para liberar, caso a coisa indique que vai ser tudo aprovado”, afirmou o ministro. Outros repasses estão sendo avaliados pela equipe econômica. Sem quórum para garantir a vitória, o governo cedeu ontem e a votação da reforma na CCJ foi adiada para a próxima semana. Por pressão do centrão, o relator já estuda modificar pontos do texto. (Página 17) Petrobras anuncia alta menor do diesel A Petrobras reajustou em R$ 0,10 o preço do diesel nas refinarias. A alta, de 4,8%, ficou abaixo do reajuste de 5,7% divulgado na quinta-feira passada e suspenso pelo Planalto. A estatal disse que suas operações de proteção à variação do dólar e a queda do frete marítimo nos últimos dias permitiram o aumento menor, mas não explicou qual passará a ser a periodicidade dos reajustes. (Página 19) Ex-presidente do Peru se mata após ordem de prisão Presidente do Peru por duas vezes (1985-1990 e 2006-2011), Alan García, de 69 anos, suicidou-se ontem quando a polícia cumpria ordem de prisão contra ele, que era acusado de receber suborno da Odebrecht. O ex-presidente seria o destinatário de US$ 4 milhões que a empreiteira teria dado a Luis Nava, secretário de seu último governo, pela obra do metrô de Lima. Mais três ex-chefes de Estado do Peru são acusados de receber suborno da construtora. (Página 22) ‘Liberdade de expressão não é absoluta’, diz Toffoli O presidente do STF, Dias Toffoli, afirmou que alimentar o ódio e a intolerância é um “uso abusivo” da liberdade de expressão. Inquérito polêmico aberto por ele investiga ofensas à Corte e mirou sete pessoas na terça-feira. Só na última semana, milhares de perfis de uma rede social atacaram o tribunal com apenas duas hash tags. (Página 4) Polícia identifica homem que ergueu prédios A polícia procura José Bezerra de Lira, o Zé do Rolo, apontado como o construtor dos dois prédios que desabaram na Muzema. Ontem, foi encontrado o 20º corpo, e ainda há três desaparecidos. (Página 13) Francisco Garonce Ex-Denatran e ex-piloto da FAB será responsável pelo Enem (Página 26) Medida Polêmica Militares reformados vão atuar em escolas estaduais, anuncia Witzel (Página 10) Merval Pereira Suicídio explicita a tragédia da corrupção na AL (Página 2) Ascânio Seleme Alexandre de Moraes produziu bomba atômica (Página 3) Editorial Inquérito do STF atropela a lei e afeta imagem da corte (Página 2) ————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Guedes ‘dobra’ Bolsonaro e Petrobrás reajusta diesel Uma semana depois de presidente barrar alta do combustível, empresa anuncia aumento de R$ 0,10 por litro. A posição da equipe econômica se sobrepôs à vontade de Jair Bolsonaro para a política de preços da Petrobrás. Quase uma semana depois de o presidente barrar aumento de 5,7% no preço do diesel, a empresa anunciou ontem reajuste de R$ 0,10 por litro, alta de 4,8% na média. Segundo o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, Bolsonaro não foi avisado da decisão de ontem, costurada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, que pediu estudos para possíveis mudanças na tributação dos combustíveis. Castello Branco afirmou que não tem planos de mexer na política de preços, mas deixou aberta a possibilidade de mudar a periodicidade. Ele creditou o reajuste menor à queda no custo com frete para importar o combustível. (Economia / Pág. B3) Congelamento de preços na Argentina vai afetar o Brasil O presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou ontem pacote que inclui o congelamento dos preços de 60 produtos e das tarifas de energia, gás, transportes e pedágio, em uma tentativa de amenizar a crise econômica no país às vésperas da eleição presidencial. Após o anúncio, analistas já reviam para baixo as previsões de crescimento esperado para a indústria brasileira. (Economia / Pág. B4) Centrão quer mudar pontos da Previdência antes da CCJ O Centrão obrigou ontem o governo a sentar para negociar mudanças na reforma da Previdência ainda na CCJ da Câmara, onde a equipe econômica queria aprovar o texto sem alterações. Os partidos – PP, PR, DEM, PRB e Solidariedade – propõem a alteração de pontos sem impacto fiscal. Diante do impasse, a votação na comissão ficou para a próxima terça. (Economia / Pág. B1) Alvo em caso Odebrecht, ex-presidente do Peru se mata Ex-presidente do Peru, Alan García se matou ontem antes de ser preso, por envolvimento em pagamentos de propina da Odebrecht. Investigações indicam doações ilegais de campanha feitas pela empreiteira, no valor de US$ 200 mil, e contratos superfaturados para construção do metrô de Lima. A Odebrecht admite que pagou US$ 29 milhões no país de 2005 a 2014. (Internacional / Págs. A10 e A11) Chefe da polícia ambiental de SP presidirá ICMBio Convidado pelo ministro Ricardo Salles (Meio Ambiente), o coronel Homero Cerqueira, comandante da PM Ambiental de SP, presidirá o ICMBio. Ao contrário de seu antecessor, Adalberto Eberhard, Cerqueira é favorável à possível fusão de ICMBio e Ibama. (Política / Pág. A8) Inquérito do STF ‘poupará’ parlamentares Em tentativa de evitar atritos com o Congresso, a investigação aberta pelo STF para apurar supostas ameaças e notícias falsas contra integrantes da Corte vai poupar deputados federais e senadores. O Senado discute a instalação de CPI para investigar o Judiciário. (Política / Pág. A4) Exército cobra mais recursos Sob chuva, Jair Bolsonaro participa de cerimônia ao lado do comandante do Exército. O general Edson Pujol pediu mais verbas e salários para os militares. A revista Time incluiu Bolsonaro na lista das cem pessoas mais influentes do mundo, mas o restaurante Cipriani, em Nova York, também rejeitou evento com o brasileiro. (Política / Págs. A6 e A8) Caminhoneiros divididos O aumento do diesel anunciado ontem dividiu os caminhoneiros. Ala mais radical articula paralisação nos próximos dias, enquanto outros tentam apaziguar a situação. (PÁG. B3) William Waack A censura imposta pelo STF não é só inconstitucional e execrável. Trata-se de um grotesco erro numa luta política. (Política / Pág. A6) O presidente ‘entendeu’ O presidente Jair Bolsonaro mandou dizer que “não quer” e “não pode” intervir na política de preços da Petrobrás. (Pág. A3) ————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Alvo da Lava Jato peruana, ex-presidente se suicida Acusado de estar em lista de propina da Odebrecht, Alan garcía atirou na cabeça após receber ordem de prisão. O ex-presidente do Peru Alan García, 69, se suicidou com um tiro na cabeça ontem em Lima, logo após receber, em casa, uma ordem de prisão temporária. Ele chegou a ser levado para um hospital, mas morreu poucas horas depois. García, que governou de 1985 a 1990 e de 2006 a 2011, era acusado de ter recebido doações ilegais da Odebrecht em campanha e de favorecê-la em licitações mediante propina, de acordo com um desdobramento local da Operação Lava Jato. O político sempre negou irregularidades. O suicídio se torna o episódio mais dramático do escândalo envolvendo a construtora e governos do Peru, onde a empresa teve seus primeiros contratos fora do Brasil. Os quatro últimos presidentes, incluindo García, foram atingidos. Alejandro Toledo (2001- 2006) fugiu para os Estados Unidos e enfrenta processo de extradição. Ollanta Humala (2011-2016) ficou preso por nove meses e está sob liberdade condicional. E Pedro Pablo Kuczynski (2016-2018), que renunciou, foi detido na semana passada. (Mundo A14) O Futuro Dos Combustíveis Tanque em pátio da distribuidora Raízen, em São Paulo; monopólio em diferentes partes da cadeia, insegurança regulatória, diferenças tributárias entre os estados e falta de infraestrutura logística são alguns dos gargalos do setor (Especial p. 1) Liberdade de expressão não deve alimentar ódio, diz Toffoli O presidente do STF afirmou que os limites da liberdade de expressão estão estabelecidos na Constituição e que não se pode deixar o ódio entrar na sociedade. Sete meses após assumir a presidência, ministro enfrenta desgaste após inquérito para apurar fake news. (Poder A8) Petrobras anuncia alta do diesel de R$ 0,10 por litro Seis dias após recuar em reajuste do diesel a pedido do presidente Jair Bolsonaro (PSL), a Petrobras anunciou ontem um aumento médio de R$0,10 por litro, chegando a R$2,247. A alta é de 4,8%, inferior aos 5,7% previstos na semana passada. (Mercado A19) Coreia do Norte faz 1º teste com arma desde encontro com Trump (Pág. A18) Revista Time inclui Bolsonaro em lista dos 100 mais influentes (Pág. A18) Autuado pela Receita, pai de Neymar se reúne com Guedes e presidente (Pág. B6) Clóvis Rossi A máquina que corrompe também mata (Mundo A16) Mônica Bergamo Notícia cai como uma bomba na empreiteira Ilustrada C2 Análise Eloísa Machado de Almeida STF fragiliza sua independência A cada decisão excepcional o tribunal se afasta de sua legitimidade. (Poder A8) Janio de Freitas A democracia tem limites? Quais? Postagens de investigados pelo STF não são de crítica, são pregações contra o Estado de Direito. (Poder A12) Editoriais Ouvido na pista Sobre negociações entre governo e caminhoneiros. Política viciosa A respeito de retrocesso em estratégia antidrogas. ————————————————————————————

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.