Seca fechou 65 mil postos de trabalho no Nordeste; O setor sucroalcooleiro de Alagoas, Pernambuco e Paraíba, que sofreu com a quebra de safra este ano, é o responsável pelo alto número de demissões no semestre. Já no Centro-Oeste, a supersafra garantiu aumento de emprego…- Martírio: À espera de exame no SUS há um ano; Pacientes de Alvorada como Renata Garcia têm de aguardar por prazos intermináveis…- Saúde: Governo já admite fazer mudança no Mais Médicos; Uma opção em estudo é contar os dois anos em que o estudante de medicina terá de trabalhar obrigatoriamente para o SUS como período de residência médica, e não parte da graduação. Outra proposta consiste em ampliar de dois para três anos o internato na rede pública…

O Globo

Manchete: Jornada mundial da juventude: Papa critica liberalização das drogas no continente

E diz que retornará ao Brasil em 2017 para comemoração em Aparecida.

Em discurso durante a inauguração de uma ala para o tratamento de dependentes químicos no Hospital São Francisco de Assis, na Tijuca, o Pontífice chamou os traficantes de ‘mercadores da morte’.

O Papa Francisco fez ontem um duro discurso contra a liberalização das drogas na América Latina, um debate que ganha cada vez mais espaço no continente diante do fracasso das políticas de repressão. “Não é deixando livre o uso das drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química” disse o Papa, que chamou os traficantes de “mercadores da morte”. O discurso foi feito na inauguração de uma ala para dependentes no Hospital São Francisco de Assis. Mais cedo, em visita à cidade de Aparecida, o Papa pediu esperança e alegria aos jovens e anunciou o retorno ao país em 2017, quando serão comemorados os 300 anos de descoberta da imagem de Nossa Senhora da Aparecida.

Via Sacra terá esquema especial.

Para organizar a Via Sacra prevista para hoje em Copacabana e evitar o caos que tomou conta do bairro na missa de anteontem, a prefeitura adotou esquema especial como no réveillon: ruas serão fechadas e o metrô funcionará 24 horas. (Págs. 1 e 5)

Editorial: Ainda aquém do necessário

Erros com Papa, após Copa das Confederações, já justificam as dúvidas sobre nossa capacidade de recepcionar grandes eventos. (Págs. 1 e 16)

Guaratiba à espera da missa

Castigado pela chuva desde segunda-feira, o Campus Fidei, em Guaratiba, onde acontecerá a grande missa rezada pelo Papa Francisco, está encharcado e com muita lama. (Págs. 1 e 8)

Vândalo chapa-branca: Agente da Abin foi preso em protesto

Preso pela PM sem documentos na madrugada do quebra-quebra nas ruas de Ipanema e Leblon, o geógrafo Igor Pouchain Matela foi levado à 14ª DP (Leblon), junto com a mulher, Carla Hirt. Ele foi acusado de desacato às autoridades e ela, de depredação. Na delegacia, ele se apresentou como infiltrado da Agência Brasileira de Inteligência, mas só foi liberado após fiança. Oficialmente, a Abin diz desconhecer a ação de agentes em protestos. (Págs. 1 e 8)

Perito não acha prova de que PM jogou molotov (Págs. 1 e 8)

Peregrinação na Espanha: Tragédia em Santiago de Compostela

No maior acidente ferroviário na Espanha nos últimos 40 anos, pelo menos 60 pessoas morreram quando um trem que ia de Madri a Ferrol descarrilou numa curva ao se aproximar de Santiago de Compostela. A cidade, famoso centro de peregrinação, suspendeu as celebrações do Dia da Galícia. (Págs. 1 e 26)

Retratos do Brasil: Sobe desemprego entre os jovens

Enquanto a desocupação ficou em 6% no país, segundo o IBGE, a taxa de desemprego entre jovens de 16 a 24 anos subiu de 14,6% para 15,3% em junho. O índice é ainda maior nas regiões metropolitanas de Salvador e Recife. (Págs. 1 e 19)

Poço sem fundo: Maracanã encarece mais R$ 60 milhões

O custo da reconstrução do Maracanã não parou de subir nem depois da inauguração do estádio. Novos números publicados pelo Diário Oficial do Estado mostram que o preço final aumentou R$ 60 milhões e está em R$ 1,248 bi.

Livres por US$ 50 mil

Corinthians pagará US$ 50 mil à família de menino morto por sinalizador em troca da soltura de 5 torcedores. (Págs. 1 e Caderno esportes)

Eleição antecipada: Aécio e Campos costuram aliança

Pré-candidatos à Presidência, Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) costuram estratégia para isolar Dilma em Minas, São Paulo e Pernambuco. (Págs. 1 e 3)

Bebê real tem nome

Príncipe George Alexander Louis

O filho de William e Kate será chamado de píncipe George de Cambridge. A escolha do nome enxuto carregaa simbolismo e sinaliza aproximação com os súditos (Págs. 1 e 27)

Amigos lembram Dominguinhos

Moraes Moreira e Chico César louvam o sanfoneiro, morto anteontem. (Págs. 1 e Segundo Caderno)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Papa ataca projetos que liberam uso de drogas na América Latina

Pontífice diz que traficantes são ‘mercadores da morte’ • Em Aparecida, ele criticou a idolatria de ‘poder, dinheiro, sucesso e prazer’

Em visita ao Hospital São Francisco, no Rio, o papa atacou os projetos de liberação das drogas na América Latina e definiu os traficantes como “mercadores da morte”. “Não é deixando livre o uso de drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química”, declarou. Países como o Uruguai já descriminalizaram o consumo de maconha. Outros avaliam propostas similares. Para Francisco, a solução não vem de liberar o uso, mas de estratégia para “enfrentar os problemas que estão na raiz do uso das drogas, promovendo uma maior justiça, educando os jovens para os valores que constroem a vida comum, acompanhando quem está em dificuldade e dando esperança ao futuro”. Apesar dos gestos novos, Francisco deu indicações de que não está disposto a mudar posições tradicionais da Igreja. Em Aparecida, onde celebrou missa, ele criticou a idolatria de “poder, dinheiro, sucesso e o prazer”, recomendando aos fiéis “conservar a esperança, deixar-se surpreender por Deus e viver na alegria”. (Págs. 1 e Metrópole A13 a A22)

De novo, nos braços do povo

Apesar dos apelos da segurança, o pontífice mandou o motorista parar o papamóvel, em Aparecida, e desceu. Sob chuva, ele saudou fiéis e abençoou um adolescente cadeirante. (Págs. 1 e A16)

Análises

Humberto Dantas: Vozes das ruas

A Jornada serve para o papa demonstrar sua capacidade de diálogo conosco e coerência. (Págs. 1 e A10)

Valeriano dos Santos Costa: Viver na alegria

Seu jeito humilde e despojado de um homem de Deus é que deixou a grande mensagem. (Págs. 1 e A18)

Cabral recua do decreto de sigilo

O governador do Rio, Sérgio Cabral, recuou e alterou o decreto que cria a comissão para investigar os protestos. Novo texto especifica a necessidade de autorização judicial para que operadoras de telefonia e internet quebrem sigilo. A OAB manteve as críticas. (Págs. 1 e A21)

São Paulo inicia processo de concessão de 11 aeroportos

O governo de São Paulo iniciará um processo de concessão de 11 aeroportos. Os cinco primeiros serão os de Campinas (Amarais), Jundiaí, Bragança Paulista, Itanhaém e Ubatuba, administrados pela Daesp. Também estão em estudo processos da Parceria Pública Privada (PPP) para os aeroportos de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Bauru/Arealva, Marília, Araçatuba e Presidente Prudente. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

Partidários de Marina vetam empreiteiras

Militantes que apoiam a criação do novo partido de Marina Silva, a Rede Sustentabilidade, querem que sejam vetadas doações de bancos e empreiteiras numa eventual campanha dela à Presidência. O partido já proíbe, em seu estatuto preliminar, dinheiro de fabricantes de bebidas alcoólicas, cigarros, armas e agrotóxicos. (Págs. 1 e Política A4)

Procuradoria investiga ministro

A Procuradoria abriu investigação sobre a mudança de idade do ministro do TCU Raimundo Carreiro, revelada pelo ‘Estado’. (Págs. 1 e Política A8)

Corintianos podem ser liberados hoje

Os cinco corintianos acusados de envolvimento na morte do torcedor Kevin Espada dependem de detalhes burocráticos para serem liberados hoje na Bolívia. (Págs. 1 e Esportes A28)

José Serra

Fuga para adiante

Mesmo após três mandatos, o PT demanda o poder absoluto para fazer o que não conseguiu realizar em mais de uma década de hegemonia. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

A medida do desgaste

De caso pensado, Lula se incumbiu de deixar escancarada a medida do desgaste de sua protegida. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Grupo se declara dono de área em que estão 54 condomínios no DF

Empresa vence briga judicial de décadas e consegue em cartório o registro de 1,6 mil hectares em Sobradinho. Trinta mil moradores da região do Grande Colorado, Boa Vista e Contagem poderão ter de negociar a regularização de lotes comprados a grileiros. (Págs. 1 e 19)

Acidente de trem mata 60 na Espanha

Descarrilamento numa área próxima de Santiago de Caompostela deixou ainda dezenas de feridos (Págs. 1 e 10).

A fé contra o flagelo humano

Depois de emocionar milhares de católicos na missa em Aparecida, louvando Nossa Senhora, Francisco viu de perto um drama brasileiro num centro de tratamento de viciados em drogas, no Rio. Ele chamou os traficantes de “mercadores da morte” e criticou defensores da liberalização de entorpecentes. Hoje, o papa visita uma favela na capital fluminense. (Págs. 1 e 2 a 5)

Acidente com trem mata 60 na Espanha

O veículo de alta velocidade descarrilou em Santiago de Compostela, cidade que atrai peregrinos de todo o mundo. O número de vítimas pode aumentar, pois havia mais de 20 feridos em estado grave. (Págs. 1 e 14)

Saúde: Governo já admite fazer mudança no Mais Médicos

Uma opção em estudo é contar os dois anos em que o estudante de medicina terá de trabalhar obrigatoriamente para o SUS como período de residência médica, e não parte da graduação. Outra proposta consiste em ampliar de dois para três anos o internato na rede pública. (Págs. 1 e 7)

Bebê real tem nome: George Alexander Louis (Págs. 1 e 15)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Multinacionais elevam captação via empréstimo

Embora se mantenha estável e em nível historicamente alto, o investimento estrangeiro direto (IED) no país tem um novo perfil, modelado em função da crise global. O nível elevado é garantido pela expansão dos empréstimos intercompanhias, transferências feitas pelas multinacionais para o caixa das filiais no Brasil, que dobraram de tamanho no primeiro semestre: de US$ 5,3 bilhões em 2012 para US$ 10,9 bilhões em 2013.

O empréstimo intercompanhias é uma forma de aumentar a liquidez da empresa local, mas sem garantias de que o recurso vá ser efetivamente usado para investimento produtivo. O valor poderá ser aplicado no mercado financeiro ou simplesmente remetido de volta caso a economia brasileira não vá bem. (Págs. 1 e A4)

Mudança radical

A DuPont mudou o foco dos negócios para a indústria de alimentos e biocombustíveis. “Éramos uma empresa química e hoje somos uma empresa de ciências da vida”, diz Fanandakis. (Págs. 1 e B8)

Carlyle vai reestruturar a Scopel

Um fundo do Carlyle é, desde maio, o único dono da Scopel Desenvolvimento Urbano, que chegou a ser a segunda maior empresa de loteamento do país. Há seis anos, o controle já era do fundo, que assumiu integralmente a empresa depois de um período de desgaste com a família Scopel. O desafio do Carlyle será agora reestruturar a companhia, retomar lançamentos e obras, entregar projetos atrasados e equacionar sua situação financeira. O passivo da Scopel é calculado em R$ 1,3 bilhão – resultante de dívidas de R$ 500 milhões e R$ 800 milhões em obras já comprometidas, apurou o Valor. Com a cisão, Leonardo Paranaguá, que era um dos diretores da empresa, assumiu a presidência no lugar de Ciro Scopel. (Págs. 1 e B5)

Analistas temem políticas populistas

Ainda faltam mais de 14 meses, mas as eleições presidenciais passaram a ser um ingrediente importante nas avaliações do mercado financeiro por causa da queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff, até recentemente considerada candidata praticamente imbatível à reeleição, e dos possíveis efeitos das manifestações populares sobre o governo. Teme-se que Brasília adote medidas populistas para atender à pressão das ruas.

A equipe de análise do HSBC revisou nesta semana o cenário para o Brasil, tendo como ponto central as mudanças no câmbio, e indicou em seu relatório: “Considerando que a percepção de piora para o real decorre principalmente do mix incerto de políticas do governo, os riscos políticos não devem ser subestimados”. (Págs. 1 e D1)

Montadoras disputam o papa na batalha dos carros médios

Nos círculos do Vaticano, a expressão “efeito Francisco” se refere à forma como o papa está reduzindo a pompa da Santa Sé, dispensando carros de luxo e outras mordomias. Um grupo está se beneficiando desse regime: os fabricantes de carros mais acessíveis. Na ilha de Lampedusa, o papa usou um Ford Focus. Esse golpe publicitário para a Ford já foi superado pela Fiat. No Rio, ele usou um Fiat Idea, no qual ficou preso em um congestionamento. Imagens do Fiat papal cercado pela multidão foram transmitidas para o mundo todo. A escolha do carro não foi casual.

Há anos as montadoras lutam para conseguir que o papa entre em seus veículos. Quando a viagem ao Brasil estava sendo planejada, diretores da Fiat no Brasil entraram em contato com a Santa Sé. O Vaticano considerou que o carro se encaixa na imagem do papa como homem do povo. O Idea foi um dos quatro automóveis que a montadora emprestou para a viagem. (Págs. 1 e A8)

Aeroporto quase pronto, falta a rodovia de acesso

O primeiro aeroporto concedido à iniciativa privada no governo Dilma, em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal, deve estar concluído em abril de 2014. A concessionária Inframérica promete entregar tudo e iniciar as operações sete meses antes do prazo fixado no contrato, com o objetivo de aproveitar a demanda da Copa, mas existe um grande problema: a nova rodovia de acesso ao aeroporto está atrasada e sequer começou a ser construída. O acesso atual é um caminho de terra.

“A situação é surreal”, diz o presidente do conselho de administração da Inframérica, José Antunes Sobrinho. “Fizemos um esforço hercúleo para antecipar as obras. Se os prazos do acesso viário não forem cumpridos, será uma das maiores irresponsabilidades que eu já vi em toda a minha vida”. (Págs. 1 e A2)

IPT reforça parceria com empresas

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), ligado ao governo paulista, assina hoje dez contratos de prestação de serviços a empresas privadas. Esses acordos já representam 60% do orçamento total da instituição, que deve somar R$ 150 milhões neste ano. (Págs. 1 e B3)

Duelo de petroleiras na Argentina

A Repsol criticou ontem sua concorrente Chevron por investir em ativos que lhe pertenciam e foram expropriados na Argentina, em uma atuação classificada como “escandalosa” e violação aos “princípios éticos mais elementares”. (Págs. 1 e B8)

Acordo na soja transgênica

A Monsanto fechou com produtores e vai conceder desconto na compra da soja Intacta RR2. Em troca, os plantadores se comprometem a encerrar as ações na Justiça em que pedem a devolução de royalties supostamente indevidos. (Págs. 1 e B11)

Concorrência no resseguro

A competição acirrada começa a afetar o resultado das resseguradoras. As companhias locais, que detêm 70% do mercado, tiveram no primeiro trimestre o primeiro prejuízo desde a abertura do mercado, em 2008. (Págs. 1 e C12)

TJ-SP barra guerra fiscal

Em ações movidas pelo município de São Paulo, o Tribunal de Justiça do Estado considerou inconstitucionais duas leis que reduziam a cobrança de ISS editadas pelas prefeituras de Santana do Parnaíba e Poá. (Págs. 1 e El)

Especial: Negócios do esporte

Responsável por aproximadamente 2% do Produto Interno Bruto (PIB) e movimento de RS 80 bilhões — só as principais divisões do futebol giram R$ 3,5 bilhões —, o setor adota novos modelos de gestão e se prepara para dobrar de tamanho, impulsionado pela realização da Copa do Mundo e da Olimpíada no país. (Pág. 1 e Negócios do Esporte/Caderno especial)

Ideias

Antonio Dias Leite

Em meio à crise política no Paraguai, relatório externo sobre Itaipu é um episódio negativo que é melhor esquecer. (Págs. 1 e A12)

Peter McDonough

A autoridade papal está assentada em terreno instável e é difícil influenciar os pontos de vista dos próprios católicos. (Págs. 1 e A13)

‘Maria de Lula’ critica o governo e quer a volta do irmão (Págs. 1 e A7)

Modelo econômico chinês mostra graves rachaduras (Págs. 1 e B9 e A14)

Turismo compartilhado ganha força

Companhias que atuam no segmento de férias e propriedades compartilhadas, produto turístico que mais cresce no Brasil, estimam que o faturamento deve chegar a R$ 1 bilhão neste ano e se aproximar do México, líder do modelo na América Latina. (Págs. 1 e B3)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Libertados

Depois de décadas de espera atleticanos vivem o dia mais feliz da história do clube. (Págs. 1 e superesportes especial)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Banho de mar segue livre

Comitê descartou interdição de trechos do litoral por causa dos tubarões. Jovem que morreu em Boa Viagem foi sepultada ontem. Sobreviventes de ataques revelam que sabiam dos riscos. Afogamentos são bem mais letais que tubarões. (Págs. 1 e cidades 1 a 5)

Papa ataca “mercadores da morte”

Ao inaugurar ala de hospital para dependentes, no Rio, ontem à noite, pontífice condenou a liberação das drogas e criticou diretamente traficantes. Dia começou com mensagens de fé em Aparecida-SP. (Págs. 1 e 13 a 16)

Combustível para Suape está reduzido

Apesar de não configurar risco de desabastecimento, direção do porto confirma queixa de donos de postos. (Págs. 1 e economia 1)

Últimas despedidas para Dominguinhos

Corpo do artista foi velado ontem em São Paulo e hoje ficará na Assembleia Legislativa, no Recife. Enterro não está definido (Págs. 1, 4 e 5)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Papa condena debate para liberar drogas

Em sua fala mais forte, Francisco chamou traficantes de “mercadores da morte”, durante inauguração de ala para dependentes químicos. ]

“Não é deixando livre o uso de drogas, como se discute em várias partes da América Latina, que se conseguirá reduzir a difusão e a influência da dependência química.” (Págs. 1 e 4 a 14)

Trabalho: Por que a taxa de desemprego se estabilizou

Grande Porto Alegre tem menor índice entre seis regiões metropolitanas no país. (Págs. 1 e 27)

Martírio: À espera de exame no SUS há um ano

Pacientes de Alvorada como Renata Garcia têm de aguardar por prazos intermináveis. (Págs. 1 e 36 e 37)
————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: AGU vai decidir impasse entre ANP e Petrobras

A Advocacia-Geral da União emite, nos próximos dias, um parecer sobre a disputa entre a estatal e órgão regulador a respeito do transporte de gás natural para fábrica de fertilizante em Minas. A decisão pode servir de base para eventuais futuros conflitos, devido a uma lacuna na Lei do Gás no que diz respeito a conexões entre distribuidoras. Na questão atual, a Agência alega que o gasoduto proposto pelas empresas só poderia ser construído após licitação. (Págs. 1 e 3)

Seca fechou 65 mil postos de trabalho no Nordeste

O setor sucroalcooleiro de Alagoas, Pernambuco e Paraíba, que sofreu com a quebra de safra este ano, é o responsável pelo alto número de demissões no semestre. Já no Centro-Oeste, a supersafra garantiu aumento de emprego. (Págs. 1, 4 e 5)

Dívidas das empresas chegam a 42% do PIB

Juros em queda, liquidez e incentivo ao crédito permitiram que as empresas elevassem o endividamento com recursos de terceiros nos últimos cinco anos. (Págs. 1, 20 e 21)

Crise de petroleiras afeta ações do setor

Expectativas frustradas pelos anúncios de poços secos feitos recentemente pela OGX e HRT contaminaram os papéis das demais empresas. (Págs. 1 e 22)

Marcas: Patrocínio faz equipes de esportes olímpicos mudar de nome de um ano para outro (Págs. 1 e 18)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

 

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.