PSDB dobra arrecadação de campanha e se iguala ao PT – Aécio Neves (PSDB) arrecadou de R$ 10 milhões a R$ 12 milhões nesses primeiros dias de campanha, o dobro da quantia levantada pelo também tucano José Serra em igual período de 2010. Candidata à reeleição, a presidente Dilma (PT) tem arrecadação semelhante à dos tucanos neste ano, mas abaixo do volume levantado pelo PT em 2010.

Contas pioram e ameaçam meta fiscal – Ao anunciar o déficit de R$ 2,1 bilhões do setor público em junho, o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel, admitiu que será mais difícil para o governo chegar ao superávit de 1,9% do PIB, como está previsto para 2014.

A realidade dói – Com a campanha eleitoral prestes a começar no rádio e na televisão, aqueles que vão depositar os votos nas urnas em outubro devem ficar atentos para não serem ludibriados. Qualquer que seja o candidato, a tendência é de se criar um mundo imaginário, no qual todos os problemas que há séculos afligem a população serão resolvidos como num passe de mágica.

Agronegócio x Índios – Os presidenciáveis vão ficar numa saia-justa, na quarta-feira, na sabatina da CNA. Eles terão duas alternativas: tergiversar ou se posicionar . Os empresários do agronegócio pedem segurança jurídica e reclamam da crescente demarcação de terras indígenas e de áreas quilombolas. Nos últimos 25 anos, as terras indígenas pularam de 16 milhões de hectares (1988) para 110 milhões (2013).

O Globo

Manchete : Israel e Hamas aceitam cessar-fogo por 72 horas

Anúncio foi feito após críticas mais fortes dos EUA por ataque a escola

Após 24 dias de intensos confrontos na Faixa de Gaza e mais de 1.400 mortos, Israel e o grupo radical palestino Hamas concordaram com um cessar-fogo humanitário de 72 horas. A trégua, em vigor a partir das 8h de hoje (horário local), foi anunciada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e pelo secretário de Estado americano, John Kerry. Os EUA também intensificaram suas críticas ao bombardeio de Gaza, e a Casa Branca chamou de “totalmente inaceitável e indefensável” o ataque a uma escola da ONU que deixou cerca de 20 mortos no dia anterior. Ontem, mais 60 palestinos morreram antes do anúncio da trégua. (Pág. 32)

Calote agrava recessão argentina

Governo Cristina Kirchner ainda tenta uma saída, e Brasil se preocupa com o impacto nas exportações para o país vizinho, apesar de Mantega negar

Mesmo que a Argentina consiga um acordo para sair do calote, confirmado anteontem, economistas já prevêem um aprofundamento da recessão no país. As projeções são de até 3% de queda no PIB este ano, com alta do dólar, aumento da inflação e retração nos investimentos. O governo brasileiro teme o impacto dessa crise nas exportações. No primeiro semestre, as vendas do Brasil para a Argentina recuaram 20%. (Págs. 22 a 25)

Faltou luz no templo

Um blecaute obrigou a presidente Dilma a subir três andares de escada no escuro no novo templo da Universal, que está sob investigação. (Pág. 7)

Fiat dá férias coletivas

Com queda nas vendas, as montadoras, que tiveram prorrogação no corte do IPI, voltaram a deixar funcionários em casa. (Pág. 26)

Contas públicas – O pior resultado em 12 anos

O superávit de União, estados, municípios e estatais caiu 44% no semestre. Em junho, houve déficit. Foi o pior resultado no semestre desde 2002. (Pág. 27)

Bethlem desiste de candidatura (Pág. 13)

PT de SP expulsa deputado estadual (Pág. 6)

Caso Riocentro – O silêncio do coronel

Convocado pela Comissão da Verdade, o coronel da reserva Wilson Machado não quis falar sobre o caso Riocentro. (Pág. 7)

Flip 2014 – Literatura e resistência

A escrita como forma de enfrentar o poder e os problemas de segurança pública no Brasil foram temas de debates ontem na festa. (Segundo Caderno Pág. 14)

Panorama Político

Ilimar Franco

Agronegócio x Índios

Os presidenciáveis vão ficar numa saia-justa, na quarta-feira, na sabatina da CNA. Eles terão duas alternativas: tergiversar ou se posicionar . Os empresários do agronegócio pedem segurança jurídica e reclamam da crescente demarcação de terras indígenas e de áreas quilombolas. Nos últimos 25 anos, as terras indígenas pularam de 16 milhões de hectares (1988) para 110 milhões (2013). (pág. 2)

Merval Pereira

Governo ameaçou tirar Cristo da Cúria

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, fez chegar ao cardeal dom Orani Tempesta ameaça de retirar da Arquidiocese a tutela sobre a imagem do Cristo por causa do veto, depois revogado, de uso da estátua em filme sobre o Rio. (Pág. 4)

Nelson Motta

Jogadores hoje quase morrem em campo para quê? (Pág. 21)

Luiz Garcia

Oposição dificilmente seria mais pessimista que banco. (Pág. 21)

Míriam Leitão

A mudança dos ventos na economia internacional. (Pág. 24)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete : A saga de meninos que venceram o abandono

Aos 7 anos, Leonardo e cinco irmãos menores passavam boa parte do tempo sozinhos num barraco, até o dia em que a polícia chegou e os levou para um abrigo. Nesta e nas próximas sextas-feiras, o Correio vai contar histórias de jovens que renasceram do abandono. (Pág. 26)

Todos no ataque pelo Buriti

O primeiro debate com enfrentamento direto entre os candidatos ao GDF deixou claro que a campanha no Distrito Federal será árdua e terá dois eixos centrais. Um, a tradicional exposição de propostas. O outro, ataques contundentes de cada um aos pontos mais frágeis dos rivais. (Pág. 17)

TCU decide rever licitação

Tribunal vai reavaliar parecer técnico que referendava compra de veículos com escâneres pelo Ministério da Justiça. Decisão ocorre um dia depois de o Correio apontar suspeita de preço superfaturado. (Pág. 6)

Atraso em visto põe em risco ida aos EUA

Sistema que emite permissão para entrada no país sofre pane mundial. Brasilienses, com passagens compradas, estão apreensivos. (Pág. 21)

ONU e até americanos fazem críticas a Israel (Pág. 12)

Brasília-DF 

Denise Rothenburg

Tem para todos

A Secretaria de Relações Institucionais chegou à marca de R$ 4,7 bilhões empenhados para obras propostas por emendas de deputados e senadores ao Orçamento da União deste ano eleitoral. O valor corresponde a 86% do que foi pedido pelos congressistas. O que não saiu do papel foi por problemas técnicos por parte das prefeituras. (Pág. 2)

Correio Econômico

Vicente Nunes

A realidade dói

Com a campanha eleitoral prestes a começar no rádio e na televisão, aqueles que vão depositar os votos nas urnas em outubro devem ficar atentos para não serem ludibriados. Qualquer que seja o candidato, a tendência é de se criar um mundo imaginário, no qual todos os problemas que há séculos afligem a população serão resolvidos como num passe de mágica. (Pág. 9)

Visto, lido e ouvido

Ari Cunha

O velho horizonte de sempre

Já no primeiro debate entre os cinco candidatos ao Governo do Distrito Federal, é possível vislumbrar o que vem por aí. E o que virá será sempre mais do mesmo. Infelizmente, a emancipação política do Distrito Federal, trazida às pressas pela Carta de 1988, tem, ao longo dessas décadas, demonstrado, de forma inegável, que o transplante das práticas políticas que já assolavam outras unidades da Federação veio para ficar e criar raízes daninhas na cidade.

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete : O lixão ainda vive

Mesmo com o fim do prazo, amanhã, para dar destino correto ao lixo, cinco cidades gaúchas, entre as quais São Gabriel, amontoam resíduos a céu aberto. (Notícias | 6 e 7)

Argentina volta a debater dívida

Um dia após calote, juiz dos EUA convoca fundos e governo (Notícias | 24)

Trégua de 72 horas na Faixa de Gaza

Proposta da ONU e dos Estados Unidos entra em vigor nesta sexta. (Notícias | 14)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete : Freio na China bate em lucro da Vale

A mineradora fechou o segundo trimestre com resultado de R$ 3,18 bilhões, o que representa uma queda de 46,1% em relação ao período anterior. Apesar da produção recorde de minério de ferro, a companhia sofreu com a redução dos preços da commodity no mercado mundial, provocada pela menor demanda chinesa. Este mês, as cotações voltaram a subir, o que leva a empresa a esperar por um segundo semestre melhor. (Pág. 11)

Contas pioram e ameaçam meta fiscal

Ao anunciar o déficit de R$ 2,1 bilhões do setor público em junho, o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Túlio Maciel, admitiu que será mais difícil para o governo chegar ao superávit de 1,9% do PIB, como está previsto para 2014. (Pág. 5)

TIM mira área de energia com 3G e 4G

Operadora amplia serviços de comunicação entre máquinas (M2M) para atender à demanda de distribuidoras de energia que utilizam medidores inteligentes. Outras empresas do setor também estão se preparando para o mercado. (Págs. 14 e 15)

EUA criticam Israel por ataque a Gaza

A Casa Branca considerou “totalmente indefensável” o bombardeio da escola da ONU. Israel e o Hamas acertaram trégua de 72 horas, mas o primeiro-ministro Netanyahu convocou mais 16 mil reservistas para o combate. (Pág. 26)

Disputa acirrada pelo 2º lugar no Rio

Preferência pulverizada do eleitorado sobre candidatos ao Palácio Guanabara aumenta as chances de segundo turno. Aspirantes a governador estão tecnicamente empatados. (Pág. 3)

Nem trevas, nem céu de brigadeiro 

Quarta deflação no IPP e melhora no humor das famílias reforçam expectativas de cenário levemente animador para os empresários. (Pág. 4)

Mosaico Político

Leonardo Fuhrmann

BRIGA PARA SEGUIR NO PT

O deputado estadual Luiz Moura (PT-SP), que deve ter sua expulsão do partido homologada hoje pelo diretório paulista do partido, vai recorrer da decisão ao diretório nacional e à Justiça. (Pág. 2)

Sintonia Fina

Julio Gomes de Almeida

DILEMAS DOS BENS INDUSTRIAIS

Não vem tendo o destaque que deveria, mas o fato é que grande parte da deterioração do déficit em transações correntes do Brasil vem sendo decorrência de crescentes desequilíbrios comerciais em produtos industriais. (Pág. 7)

O mercado como ele é…

Luiz Sérgio Guimarães

MAIS ESPECULAÇÃO DO QUE MEDO

O dólar subiu ontem 1,24%, cotado a R$ 2,2699, acumulando em julho valorização de 2,71%. A disparada se deveu a um conjunto de fatores, todos sem muita consistência. (Pág. 21)

Ponto Final

Octávio Costa

O ENIGMA DE SÃO PAULO

A vida dos petistas em São Paulo não está fácil. É o que comprovam dois exemplos recentes, citados por gente do partido. (Pág. 32)

Valor Econômico

Na Universal, Dilma ouve que fé pode ‘curar’ homossexuais

Convidados à inauguração do Templo de Salomão, megatemplo da Igreja Universal do Reino de Deus, a presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff, e o vice-presidente e candidato a vice da petista, Michel Temer (PMDB), ouviram duas horas de discurso de Edir Macedo e de outros bispos na noite de ontem, em São Paulo.

Agronegócio propõe chancela privada a escolha de ministro

O ex-ministro da Agricultura e chefe do Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas, Roberto Rodrigues, concluiu estudo com propostas do setor agropecuário aos candidatos a presidente da República. O documento, já entregue aos presidenciáveis, foi ajustado e aprovado por 23 entidades da área e contém metas e prioridades a serem tomadas pelo próximo presidente entre 2015 e 2022.

Haddad sanciona plano diretor

Numa cerimônia que contou com poucos petistas do cenário nacional, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad sancionou ontem o Plano Diretor Estratégico (PDE) do município. O ato, assistido por cerca de 500 pessoas no Auditório do Ibirapuera, ocorreu na mesma tarde em que a presidente Dilma Rousseff fazia seu primeiro evento de campanha no Estado, em Guarulhos – a 20km da capital – ao lado do ex-ministro e candidato a governador do PT, Alexandre Padilha.

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Aécio vai lançar campanha contra voto nulo e abstenções para forçar segundo turno

Tucano admitiu ‘tardiamente’ uso de aeroporto, diz Campos

Tucano supera Dilma em Minas, mas patina em SP

Candidatos não detalham pastas para cortes

Dilma fala em ampliar categorias na CLT

Maior templo do país tem público suprapartidário

Lei não veda autoridade em evento no expediente

Presidente sanciona nova lei para ONGs

Lewandowski assume hoje no lugar de Barbosa

Lei anticorrupção chega a um ano sem regulamentação

Folha de S. Paulo

Manchete : Ação de SP na crise da água equivale a racionamento

Entre as medidas da gestão Alckmin, está a diminuição da pressão hídrica

Diante da crise de abastecimento de água na Grande SP, medidas do governo Alckmin (PSDB) no principal sistema que abastece a região equivalem a uma situação de racionamento. Segundo a Sabesp, a economia nos últimos cinco meses no Cantareira seria como rodízio de três dias sem água para cada um e meio com. Isso ocorre em meio a uma série de reclamações de falta d’água e resulta de medidas como remanejamento entre sistemas e a diminuição no consumo estimulada por bônus na conta mensal. (Cotidiano C1)

PSDB dobra areecadação de campanha e se iguala ao PT

Aécio Neves (PSDB) arrecadou de R$ 10 milhões a R$ 12 milhões nesses primeiros dias de campanha, o dobro da quantia levantada pelo também tucano José Serra em igual período de 2010. Candidata à reeleição, a presidente Dilma (PT) tem arrecadação semelhante à dos tucanos neste ano, mas abaixo do volume levantado pelo PT em 2010. (Poder A4)

Foto-legenda : Epidemia

Garoto em sala de aula vazia em Monróvia, capital da Libéria, onde o surto do ebola, que já matou mais de 700 na África ocidental, fez o governo decretar estado de emergência e fechar escolas; EUA desaconselham viagem à região. (Mundo A13)

Bancos do exterior negociam a compra de dívida argentina

Grandes instituições de investimento, como JPMorgan e Goldman Sachs, negociam comprar os títulos da dívida da Argentina que estão com os credores em litígio. Como esses bancos deram uma espécie de seguro aos títulos, eles podem ter prejuízo com o calote do país. (Mercado B1)

Israel e Hamas acertam trégua de 3 dias em Gaza

Israel e Hamas acertaram um cessar-fogo de 72 horas, a partir da manhã de hoje. É a maior trégua do atual conflito, que completa 25 dias. (Mundo A12)

EUA cancelam entrevistas para obtenção de visto

Falha mundial no programa que gerencia a emissão de vistos fez com que a Embaixada dos EUA cancelasse as entrevistas para obter o documento marcadas para hoje. (Cotidiano C3)

PT expulsa deputado suspeito de ligação com facção criminosa (Poder A9)

Banco Santander pede desculpas e diz que suas análises não têm ‘viés político’

O banco Santander, após críticas devido a uma carta a seus clientes em que relacionava o desempenho da presidente Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas eleitorais à alta das ações de estatais, enviou na terça (29) nova carta a seus correntistas, desculpando-se e afirmando que as análises do banco são feitas “sem qualquer viés político ou partidário”.

Hélio Schwartsman

Santander mostra que depende das graças do Planalto

A analista do Santander que alertou os clientes do banco não fez mais que cumprir sua obrigação. Com a demissão dela, o banco mostra que é mais importante manter o elo com o Planalto que colocar interesses do cliente em primeiro lugar. (Opinião A2)

Editoriais

Leia “Pagar quando puder”, a respeito de calote argentino, e “As pistas de Aécio”, acerca de reações do tucano a perguntas sobre aeroporto em Cláudio. (Opinião A2)

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop, 014 de Agosto de 2014, 08:07h

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.