Manchete nos Jornais desta Sexta-feira, 23 de Novembro de 2018

0

O Globo

Manchete: BB e Caixa terão de cortar pessoal e privatizar setores
Bancos públicos, cujos presidentes já foram escolhidos, deverão focar em negócios estratégicos
O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, escolheu os economistas Rubem Novaes e Pedro Guimarães para as presidências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal, respectivamente. A missão dos executivos será reduzir os maiores bancos públicos, com corte de pessoal e agências, e concentrá-los em negócios estratégicos, como os créditos rural e habitacional. No BB, deverão ser privatizados segmentos como os de cartões e subsidiárias de turismo e consórcio. Na Caixa, áreas de loterias, cartões, seguros e transporte de valores. “As palavras de ordem são enxugamento e eficiência”, disse Novaes. (PÁGINA 19)

Carlos Bolsonaro deixa a equipe de transição
Filho do presidente eleito afasta-se do núcleo de Brasília, deixa de cuidar das redes sociais do pai e reassume mandato de vereador no Rio. (PÁGINA 6)

Regra do pré-sal pode mudar para arrecadar mais
A equipe de Bolsonaro estuda mudar as regras de exploração do pré-sal, com a troca do regime de partilha para o de concessão.A mudança elevaria a arrecadação imediata de licitações, como o megaleilão de 2019, cuja receita é estimada em R$ 100 bilhões, e ajudaria a reduzir o rombo fiscal. (PÁGINA 21)

Educação terá conservador como ministro
Depois de enfrentar resistência a dois nomes para o Ministério da Educação, Bolsonaro anunciou o colombiano naturalizado brasileiro Ricardo Vélez Rodríguez para a pasta. Professor emérito da Escola de Comando e Estado- Maior do Exército, ele defende pautas conservadoras como a Escola sem Partido. (PÁGINA 29)

‘Favelas rurais’ do MST vão acabar, diz futuro secretário
Presidente da União Democrática Ruralista (UDR) e indicado para a Secretaria Especial de Assuntos Fundiários, Luiz Antonio Nabhan Garcia disse que sua principal missão será acabar com os assentamentos improdutivos do MST, que ele chama de “favelas rurais”. (PÁGINA 7)

Witzel vai propor militares nas ruas do Rio até junho
O futuro governador do Rio, Wilson Witzel, vai pedir ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, a manutenção das Forças Armadas no Rio por seis meses após o fim da intervenção federal, em 31 de dezembro. O estado, no entanto, reassumiria o comando da segurança pública. (PÁGINA 12)

Colunistas
BERNARDO MELLO FRANCO
Olavo de Carvalho indica 2º ministro (PÁGINA 6)

MÍRIAM LEITÃO
Governo se forma, e articulação política é dúvida (PÁGINA 20)

Cuba, volver
Médicos cubanos sofrem na hora de partir
Cubanos do Mais Médicos tiveram que decidir suas vidas antes do que pensavam. Kenia Perez, em Goiás, abandonou coisas que comprou no Brasil e sua despedida foi repleta de tristeza. Mas Adrian Sánchez, em Minas, diz que ainda tentará ficar, nem que seja para “recolher lixo ou varrer rua”. (PÁGINA 4)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Indicados para Caixa e BB terão missão de vender ativos
Nomes de Pedro Guimarães e Rubem Novaes enfrentavam resistência da ala política da equipe de transição
O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou o sócio do banco Brasil Plural Pedro Guimarães para a Caixa Econômica e o ex-diretor do BNDES Rubem Novaes para o Banco do Brasil. Ambos terão pela frente a missão de vender ativos, reduzir despesas e ganhar eficiência. Guimarães é especialista em privatizações e levantou as estatais que poderiam ser vendidas pela gestão Bolsonaro. Com as indicações, Guedes vence queda de braço interna. Os nomes enfrentavam resistência da ala política da equipe de transição. Guimarães é genro de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Novaes foi investigado e absolvido da acusação de peculato. Paulo Guedes ainda avalia os nomes do empresário Salim Mattar, sócio e presidente do conselho da Localiza, para a “secretaria de privatizações” e de Marcos Cintra para uma supersecretaria, que unirá Receita Federal e a Secretaria da Previdência. (ECONOMIA / PÁGS. B1 e B3)

Concessões com o Planalto
Novo governo prevê área de concessões sob comando direto da Presidência; Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) é disputado entre Gustavo Bebianno e general Mourão. (PÁG. B4)

Professor de escola militar será o ministro da Educação
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou ontem que o colombiano naturalizado brasileiro Ricardo Vélez Rodríguez será o ministro da Educação. Filósofo, Rodríguez é professor emérito da Escola de Comando e Estado- Maior do Exército. Em mensagem postada no dia 7 em seu blog, ele atribuiu sua indicação ao cargo ao filósofo Olavo de Carvalho, próximo da família do presidente eleito. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Em atrito com Bebianno, filho de Bolsonaro deixa transição
Responsável pela campanha de Jair Bolsonaro nas redes sociais, Carlos Bolsonaro, um dos filhos do presidente eleito, deixou a equipe de transição após desavença com Gustavo Bebianno, que assumirá a Secretaria-Geral da Presidência. Vereador licenciado no Rio, Carlos era cotado para assumir a Secretaria de Comunicação da Presidência. (POLÍTICA / PÁG. A4)

Líder da UDR ganha pasta de Assuntos Fundiários (POLÍTICA / PÁG. A11)

Colunistas
Eliane Cantanhêde
Teste de forças com a Frente Evangélica é aviso do que Bolsonaro enfrentará. (POLÍTICA / PÁG. A8)

Elena Landau
Estado brasileiro está obeso. Dieta não adianta; só uma bariátrica resolve. (ECONOMIA / PÁG. B5)

Capanga de Chávez tinha fortuna de US$ 1 bilhão
Ex-segurança de Hugo Chávez e ex-chefe do Tesouro Nacional venezuelano, Alejandro Andrade tinha três jatos, 17 contas na Suíça, um iate, 15 carros, 16 cavalos de corrida, 34 relógios de luxo e diversas propriedades, num total de mais de US$ 1 bilhão. (INTERNACIONAL / PÁG. A15)

Notas & Informações
O simbolismo de um acordo
O livre-comércio entre Brasil e Chile é um passo para acordo com a Aliança para o Pacífico e pragmatismo comprometido com a globalização. (PÁG. A3)

Os rumos do agronegócio
A agropecuária tem oportunidades animadoras. (PÁG. A3)

————————————————————————————

________________________________________________________________
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.