Só 5,9% têm plano de saúde ‘muito bom; Avaliação da ANS mostra que apenas 5,9% dos 49 milhões de brasileiros que têm plano de saúde são atendidos por operadoras que obtiveram classificação “muito boa”. Mas o índice dos ‘ruins’ caiu de 53,6% para 11%…- Expectativa de vida sobe e aposentadorias perdem valor; Pesquisa do IBGE mostra que a expectativa de vida do brasileiro subiu de 74,08 anos em 2011 para 74,6 anos em 2012. Como o dado é utilizado no cálculo do fator previdenciário, uma das consequências do aumento da longevidade é a queda do valor das aposentadorias. As mulheres terão redução maior nos rendimentos calculados sob o novo fator previdenciário, em vigor desde ontem. A diferença no benefício deve superar R$ 200…- PIB fraco eleva risco de o país ser rebaixado; O IBGE divulga hoje o PIB, total das riquezas produzidas no país, no terceiro trimestre deste ano. Nove entre 10 analistas apostam que haverá queda de até 0,3%. Apesar disso, o governo deve comemorar, pois haverá a revisão de 0,9% para 1,5% no PIB de 2012. Para a agência de classificação de risco Standard & Poor’s, esse novo cálculo amplia a desconfiança sobre o Brasil…

 

O Globo

Manchete: Aumento dos combustíveis: Ação da Petrobras sofre maior queda desde 2008

Reajuste da gasolina abaixo do previsto derrubou valor da empresa em R$ 24 bi Analistas criticam decisão do Planalto de usar a estatal para tentar controlar a inflação. Para o governo, empresa foi alvo de ataque especulativo O reajuste da gasolina e do diesel abaixo do esperado e as dúvidas quanto à política de preços a ser adotada pela Petrobras fizeram com que as ações ON da empresa caíssem 10,37% na Bolsa de Valores de São Paulo. Foi a maior baixa em cinco anos, e, com isso, a empresa perdeu, num só dia, R$ 24 bilhões de valor de mercado. Analistas temem que a Petrobras tenha sua nota de crédito rebaixada por ser usada pelo governo para controlar a inflação. “Subsidiar a gasolina não tem sentido”, disse o ex-presidente do BC Carlos Langoni. (Págs. 1 e 23 e Merval Pereira)

Cinco grupos disputarão leilão de 3 rodovias (Págs. 1 e 24)

Caixa será usada em nova manobra fiscal (Págs. 1 e 25)

PIB teve queda no 3º tri, estimam analistas (Págs. 1 e 25)

Quando março chegar: Cabral quer disputar Senado e deixar cargo

Governador tem pior avaliação em sete anos O governador Sérgio Cabral (PMDB) anunciou ontem que colocará seu nome à disposição do partido para disputar vaga no Senado no ano que vem e que, com isso, “possivelmente” deixará o governo do estado em 31 de março. Segundo o Datafolha, a gestão de Cabral teve a pior avaliação em sete anos, especialmente entre jovens, pessoas com ensino superior e renda mais alta. (Págs. 1 e 3 e 4)

Venezuela votará no Dia do Amor a Chávez

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, quase dobrou o tempo de uso diário de cadeia de rádio e TV, entre outras ações visando à eleição municipal do domingo — que foi declarado por ele Dia da Lealdade e do Amor a Chávez. (Págs. 1 e 29)

Colunistas

José Casado Mais de 800 ações judiciais contra políticos aguardam julgamento no STF. (Págs. 1 e 21) Arnaldo Jabor Beethoven e Xbox podem indicar que talvez haja um futuro. (Págs. 1 e Segundo caderno)

Mensalão: MP defende Genoino 90 dias em casa

O procurador-geral da República foi favorável à prisão domiciliar do mensaleiro José Genoino por mais 90 dias. O PT ameaçou reagir “contra o carrasco” que tentar abrir o processo de cassação dele na Câmara. (Págs. 1 e 5)

País envelhecido: Brasileiro vive mais, e aposentadoria cai

O aumento na expectativa de vida do brasileiro para 74,6 anos, divulgado pelo IBGE, reduz em 1,8%, em média, valor das aposentadorias. (Págs. 1 e 10)

Ensino superior: MEC reprova 12% dos cursos (Págs. 1 e 11)

Prostituição de luxo: Cafetina do caso Palocci é presa

A polícia prendeu Jeany Mary Corner, personagem da CPI dos Correios e do episódio que derrubou o ex-ministro Antônio Palocci. (Págs. 1 e 9)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Sem política para reajustes, ação da Petrobrás despenca

Investidores consideraram insuficiente alta de combustíveis e criticam ingerência do governo; papel caiu 10% O mercado financeiro expôs sua decepção com a política de preços de combustíveis da Petrobrás impondo duro golpe à empresa na Bolsa. As ações ordinárias caíram 10,37% ontem, a maior baixa em cinco anos. As ações preferenciais despencaram quase 10%. A petroleira perdeu, em um dia, R$ 24 bilhões em valor de mercado. A queda fez o Ibovespa recuar 2,36%. O principal problema apontado é a não divulgação da metodologia para reajuste de preços da gasolina e do diesel, o que daria previsibilidade às ações da companhia. Houve frustração também com o reajuste anunciado na sexta-feira, de 4% para a gasolina e 8% para o diesel. Há quase três anos a Petrobrás perde até US$ 1 bilhão por mês ao importar combustíveis para suprir a demanda interna sem poder repassar a diferença ao Consumidor. (Págs. 1 e Economia B1 e B3 a B5) Análise: Celso Ming Contra a lógica Governo exige que a Petrobrás combata a inflação que não é ela que causa e que não lhe cabe combater. (Págs. 1 e B2) Imposto pode voltar O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse que, dependendo dos índices de inflação, o governo pode voltar a cobrar a Cide sobre combustíveis. A receita gerada pelo tributo é superior a R$ 10 bilhões. (Págs. 1 e B5)

Procurador quer Genoino em casa por ao menos 90 dias

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, defendeu a manutenção, por ao menos mais 90 dias, da prisão domiciliar do ex-presidente do PT José Genoino. Na Câmara, os colegas do político tentam “congelar” hoje um possível processo de cassação pelo tempo que durar sua licença médica. O presidente do STF, Joaquim Barbosa, rejeitou os recursos do ex-deputado Pedro Correa e decretou fim do processo no mensalão. Janot havia opinado pela prisão de Correa e do ex-vice-presidente do Banco Rural Vinicius Samarane. (Págs. 1 e Política A4)

Expectativa de vida sobe e aposentadorias perdem valor

Pesquisa do IBGE mostra que a expectativa de vida do brasileiro subiu de 74,08 anos em 2011 para 74,6 anos em 2012. Como o dado é utilizado no cálculo do fator previdenciário, uma das consequências do aumento da longevidade é a queda do valor das aposentadorias. As mulheres terão redução maior nos rendimentos calculados sob o novo fator previdenciário, em vigor desde ontem. A diferença no benefício deve superar R$ 200. (Págs. 1 e Economia B8)

Impopular, Cabral deixa governo do Rio em março

Com alto índice de impopularidade, o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), anunciou que pretende deixar o cargo em 31 de março para concorrer ao Senado. Em seu lugar assumirá o vice, Luiz Fernando Pezão (PMDB), candidato à sucessão. Cabral considera a data o prazo ideal para o PT entregar cargos em seu governo. O senador Lindbergh Farias (PT), que também pretende disputar o governo do Estado, quer rompimento imediato. (Págs. 1 e Política A6)

Só 5,9% têm plano de saúde ‘muito bom’

Avaliação da ANS mostra que apenas 5,9% dos 49 milhões de brasileiros que têm plano de saúde são atendidos por operadoras que obtiveram classificação “muito boa”. Mas o índice dos ‘ruins’ caiu de 53,6% para 11%. (Págs. 1 e Metrópole A17)

Fifa anuncia hoje critérios para sorteio (Págs. 1 e Esportes A18)

Ucranianos exigem renúncia de premiê (Págs. 1 e Internacional A10)

Pelo terceiro ano, Vale reduz investimentos (Págs. 1 e Economia B11)

Mais de 200 cursos ficarão sem vestibular

O Ministério da Educação suspenderá vestibular de mais de 200 cursos da área de Ciências Humanas e superior em Tecnologia mal avaliados duas vezes consecutivas. Também será bloqueado o acesso a programas como ProUni e Fies. (Págs. 1 e Metrópole A13)

Marcelo Déda *1960-2013

O governador licenciado de Sergipe, Marcelo Déda (PT), morreu ontem aos 53 anos. Ele estava internado desde maio, em razão de um câncer gastrointestinal. A presidente Dilma e o ex-presidente Lula foram ao velório em Aracaju. (Págs. 1 e Política A8)

Ilan Goldfajn

O que nos espera em 2014? Existem oito importantes temas globais que deverão afetar o Brasil no ano que vem e merecem toda nossa atenção. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Dora Kramer

Um pé atrás O PT tem reagido discretamente às pesquisas que confirmam a dianteira da presidente Dilma nas intenções de voto, posição tida como não confiável. (Págs. 1 e Política A6)

Arnaldo Jabor

O enorme presente Há uma espécie de presente eterno, que esqueceu as influências do passado. Na falta de ‘grandes narrativas’ do passado, idealizamos irrelevâncias. (Págs. 1 e Caderno 2, C8)

Notas & Informações

A cidade dá o troco Apenas dois em cada onze moradores da capital têm visão positiva das decisões de Haddad. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Prostituição de luxo na capital do poder

Polícia desmonta esquema que arregimentava garotas de programas para políticos e empresários. Encontros íntimos chegavam a custar até R$ 10 mil Nove pessoas foram presas. Entre elas, Jeany Mary Corner e o marido. A cafetina ficou famosa, em 2005, no auge do escândalo do mensalão. Suas garotas eram arregimentadas para festas que animavam os participantes do valerioduto em Brasília. “Estava bom demais para ser verdade”, disse Jeany à época. Oito anos depois, operação da Polícia Civil revela que a farra do dinheiro, sexo e poder continua. O esquema milionário desarticulado ontem envolve três núcleos de prostituição que aliciavam mulheres jovens e bonitas com promessas de visibilidade, joias e carros luxuosos — depois as impediam de deixar a rede. Se preciso, até com ameaças. Mais uma vez, políticos, lobistas e grandes empresários despontam como os principais clientes desse mercado fora da lei, conforme indica agenda apreendida por investigadores. (Págs. 1, 19 e 20)

Economia: PIB fraco eleva risco de o país ser rebaixado

O IBGE divulga hoje o PIB, total das riquezas produzidas no país, no terceiro trimestre deste ano. Nove entre 10 analistas apostam que haverá queda de até 0,3%. Apesar disso, o governo deve comemorar, pois haverá a revisão de 0,9% para 1,5% no PIB de 2012. Para a agência de classificação de risco Standard & Poor’s, esse novo cálculo amplia a desconfiança sobre o Brasil. (Págs. 1 e 8)

Ações da Petrobras sofrem a pior queda desde 2008 (Págs. 1 e 9)

Despedida: Marcelo Déda, o petista hábil na arte de negociar

Políticos governistas e de oposição prestaram ontem as últimas homenagens ao governador de Sergipe, que morreu vítima de câncer. A presidente Dilma participou do velório, em Aracaju. (Págs. 1 e 5)

Mensalão: Governistas manobram para livrar Genoino

Mesa Diretora da Casa analisa hoje a abertura do processo de cassação, um dia após a PGR recomendar a prisão domiciliar do deputado. O PT alegará que a doença impede o parlamentar de se defender. (Págs. 1 e 2)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Lei Seca reduz mortes

Queda de 21,1% no número de mortes no trânsito é atribuída às operações conjuntas da Secretaria de Saúde, PM, Detran e DER para combater a mistura de álcool e direção, que já resultaram na apreensão de 6.074 habilitações no Estado. (Págs. 1 e Cidades 3)

Reitoria da UFPE ocupada em protesto

Estopim foi a decisão de colocar empresa do MEC para controlar o Hospital das Clínicas e agilizar projetos. (Págs. 1 e Cidades 2)

Duelo eleitoral em reunião de prefeitos

Encontro em Gravatá, com presença de Ideli Salvatti e representantes de 18 ministérios, virou disputa de partidários de Dilma e Eduardo. De concreto, foram repassados aos municípios 25 caminhões-pipas e 770 retroescavadeiras e motoniveladoras do PAC. (Págs. 1, 3 e 4)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Aumento da gasolina: Como saber se o seu posto passou da conta

Procon poderá multar em até R$ 30 mil quem tiver subido preço acima de 4%. (Págs. 1 e 21)

Fotolegenda: Treino no Sauípe

Palco baiano é preparado para semana de definições que vai culminar no sorteio dos grupos da Copa, na sexta-feira. (Págs. 1 e Esportes)

PIB trimestral: Expectativa é de crescimento zero

Bons resultados do segundo trimestre não devem se repetir, apontam projeções. (Págs. 1 e 16)

Montadora chinesa: Obra de fábrica tem data marcada

Foton confirma para janeiro início de construção de unidade em Guaíba. (Págs. 1 e 6)

Longevidade: Expectativa de vida aumenta para 74,6 anos

Dados do IBGE mostram que brasileiros tiveram ganho de cinco meses e 12 dias de 2011 para 2012. (Págs. 1 e 31)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Exportador volta a pensar em subsídio para preço do diesel

Com o reajuste de 30% em ano e meio, o setor começa a discutir a retomada de antiga bandeira já que não podem repassar o aumento de preços na venda de commodities, sob pena de perder mercado. A alta dos combustíveis anunciada na semana passada também pressiona as empresas de transporte público, sem espaço político, entretanto, para reajustar tarifas. O reajuste não foi suficiente para satisfazer o mercado: as ações da Petrobrás caíram 10,3%. (Págs. 1, 4 a 6 e 25)

Finito mas extraordinário

Dilma Rousseff comemorou ontem, na assinatura do contrato de concessão de Libra, o que ela considera um sinal claro de abertura para parceria com o setor privado e a entrada de recursos dos royalties para educação. (Págs. 1 e 3)

Octavio de Barros: País só cresce com ajuda do setor privado

O economista chefe do Bradesco projeta um crescimento de 3,5% da economia nos próximos anos, caso o governo consiga atrair investidores para as concessões. O grande desafio, diz ele, é melhorar a confiança no país. (Págs. 1 e 9)

Pequena e média: CVM conclui regras até o fim do ano

Otávio Yazbek termina este mês o mandato de cinco anos como diretor da Comissão de Valores Mobiliários. Antes de sair, diz ele, a CVM vai baixar normas para viabilizar a concorrência e o acesso à bolsa para as empresas menores. (Págs. 1, 20 e 21)

Ponto final: Oposição perde tempo enquanto Dilma recupera popularidade (Págs. 1 e 32)

Relatório D.C.: Dia de Ação de Graças dos EUA pode servir de alerta para o Brasil (Págs. 1 e 8)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.