O Globo

Manchete: Distância entre Bolsonaro e Haddad é de 18 pontos
Rejeição ao presidenciável do PT é de 47%; ao candidato do PSL, de 35%
Na primeira pesquisa do Ibope do segundo turno, já com o impacto da propaganda de rádio e TV, Jair Bolsonaro, presidenciável do PSL, aparece com 18 pontos de vantagem sobre Fernando Haddad, do PT. Ele tem 59% dos votos válidos (excluindo nulos, em branco e indecisos), contra 41% do petista. A rejeição a Haddad cresceu: é de 47%, contra 35% do candidato do PSL. A pesquisa confirma a tendência detectada pelo Datafolha na semana passada. A diferença de 18 pontos percentuais entre os dois candidatos é a maior para um início de segundo turno desde as eleições de 2002. No horário eleitoral e nas campanhas nas redes sociais, Bolsonaro e Haddad investem mais na rejeição ao adversário do que em propostas. (PÁGINA 4)

Presidenciáveis suavizam discursos e propostas
Para ampliar seu arco de eleitores, Bolsonaro e Haddad moderam o discurso e reveem propostas, como a convocação de Constituinte. (PÁGINA 6)

Haddad sugere filósofo Cortella para Educação
O presidenciável Fernando Haddad indicou o filósofo Mario Sergio Cortella para a pasta da Educação, em eventual governo petista. (PÁGINA 5)

Centrão articula reeleição de Maia na Câmara
Centrão, que elegeu 207 deputados, já articula reeleição de Rodrigo Maia à presidência da Câmara, temendo avanço de nomes do PSL. (PÁGINA 7)

Colunistas
MERVAL PEREIRA
Candidatos não são convincentes ao se aproximar do centro (PÁGINA 2)

JOSÉ CASADO
Bolsonaro já cria ruído na relação com China e países islâmicos (PÁGINA 3)

BERNARDO MELLO FRANCO
Petistas associam maré contra Haddad a bombardeio nas redes (PÁGINA 5)

MÍRIAM LEITÃO
Crise dos estados baterá à porta do novo presidente em Brasília (PÁGINA 16)

Com roubos de veículos em queda, seguro pode baixar 15%
Com a redução do índice de roubos de veículos, que chegou a 17% no último trimestre, seguro pode ter queda de até 15%. O cenário é melhor em bairros da Zona Sul. (PÁGINA 9)

Clientes pagam maior parte de briga bilionária do setor elétrico
Parte da conta de R$ 38 bilhões da geração de eletricidade por termelétricas ficará para o próximo governo. Cliente residencial deve arcar nas tarifas com R$ 25 bilhões. (PÁGINA 15)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad, 41%
Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo mostra que candidato do PSL lidera em todas as regiões do País, menos no NE
Na primeira pesquisa Ibope/Estado/ TV Globo do segundo turno, Jair Bolsonaro lidera a corrida presidencial com 59% das intenções de voto. A duas semanas da eleição, o candidato do PSL tem 18 pontos porcentuais de vantagem sobre Fernando Haddad (PT), que aparece com 41%. O levantamento considera apenas os votos válidos, ou seja, exclui os nulos, brancos e indecisos. No eleitorado total, o placar é de 52% a 37% a favor de Bolsonaro. Há ainda 9% dispostos a anular ou votar em branco, e 2% não souberam responder. Bolsonaro lidera em todas as regiões do País, com exceção do Nordeste. O candidato do PSL é o que tem mais simpatizantes convictos: 41% votariam nele com certeza, e 35% dizem que não votariam de jeito nenhum. Haddad tem a maior rejeição: 47% não o escolheriam em nenhuma hipótese; outros 28% manifestaram certeza na escolha. (POLÍTICA / PÁGS. A4 e A6)

Márcia Cavallari
Eleitor se posiciona
Segundo turno é uma nova eleição. E, com o realinhamento das forças políticas, Bolsonaro começa a campanha com cerca de 19,3 milhões de eleitores mais do que Haddad. (PÁG. A4)

Candidato do PSL visita o Bope; petista revê estratégia
Jair Bolsonaro foi ontem à sede do Batalhão de Operações Especiais da PM do Rio, o Bope. Segundo assessor do presidenciável, foi uma “visita a amigos”. Bolsonaro afirmou que a área militar terá “um dos nossos em Brasília”. Sem conseguir consolidar uma frente de apoios, líderes petistas defendem que o programa de governo de Fernando Haddad adote pauta mínima capaz de aglutinar forças. (POLÍTICA / PÁGS. A8 e A9)

PDT anuncia apoio a Márcio França (PÁG. A10)

Caiado quer Bolsonaro sem ‘fanfarrões’ (PÁG. A10)

Rui Costa diz ser preciso ‘diálogo’ (PÁG. A10)

País despenca em ranking de investimentos
Dados da Unctad, organismo da ONU, mostram que o País caiu, de janeiro a junho, do 6.º para o 9.º lugar entre os principais destinos de investimentos estrangeiros, com US$ 25,5 bilhões, queda de 22% ante o mesmo período de 2017. Incerteza política é apontada como principal causa. (ECONOMIA / PÁG. B1)

Abilio Diniz é indiciado pela PF
Ex-presidente do Conselho da BRF foi indiciado por estelionato, organização criminosa e falsidade ideológica em desdobramento da Operação Carne Fraca. Diniz nega irregularidades. (PÁG. B7)

Menina de 11 anos é estuprada em cadeia (METRÓPOLE / PÁG. A14)

Horário de verão vai começar no dia 4 (METRÓPOLE / PÁG. A14)

Colunistas
Eliane Cantanhêde
Enquanto o Ibope confirma a virtual vitória de Bolsonaro, civis e militares temem a simbiose entre governo e Forças Armadas. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Ana Carla Abrão
Não há mais espaço para ignorar a gravidade da situação dos Estados e a urgência de se buscar uma solução estrutural. (ECONOMIA / PÁG. B6)

Notas & Informações
A prepotência petista
A título de arregimentar apoio fora do curral lulopetista, Haddad agora quer fazer o País acreditar que nada tem a ver nem com o PT nem com Lula. (PÁG. A3)

Produtividade em marcha lenta
Falta muito para o Brasil recuperar a capacidade de competir que já teve. (PÁG. A3)
————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Guedes sugere desvincular gasto social do Orçamento
Reforma fiscal de guru de Bolsonaro mantém teto e prevê imposto único federal
A menos de duas semanas do segundo turno, com Jair Bolsonaro (PSL) favorito nas pesquisas, Paulo Guedes começa a delinear as partes em aberto da política econômica que pretende implantar em eventual governo de seu candidato. Além da reforma da Previdência, Guedes quer diminuir a rigidez do Orçamento. Em palestras a empresários e integrantes do mercado financeiro, o economista sugeriu mudanças que dependeriam de alteração constitucional —hoje, 92% dos recursos federais têm destino definido em lei, como Previdência, folha de pagamento, abono e renda para deficientes e idosos. Há também as chamadas despesas vinculadas, com percentuais fixos da receita, como saúde e educação (o orçamento do ano anterior mais inflação). Em suas apresentações, Guedes falou de um novo arranjo fiscal, com descentralização de recursos e atribuições, manutenção do teto de gastos, venda de estatais e a criação de um imposto único federal. A maioria das contribuições também seria abolida, em um aceno aos governos estaduais, que não compartilham esse tipo de receita. (Mercado A17)

Colunistas
Aliados de Bolsonaro já disputam espaço e indicações de ministros (A4)

Haddad cita Cortella e diz que conversou com Joaquim Barbosa (A10)

Candidato no Rio, Witzel foi um dos organizadores da ‘farra dos juizes’ (A13)

Vantagem de Bolsonaro é de 18 pontos, aponta Ibope
Jair Bolsonaro (PSL) aparece à frente de Fernando Haddad (PT) na primeira pesquisa do Ibope sobre o 2o turno da eleição presidencial. O deputado tem 59% dos votos válidos, e o ex-prefeito de SP, 41%. A rejeição a Haddad é maior. Dos entrevistados, 47% declararam não votar no petista, contra 35% em Bolsonaro. (Eleições 2018 A9)

Forças ocultas vão ter de se moderar, afirma Giannotti
O professor de filosofia José Arthur Giannotti diz que as eleições trouxeram para a política as forças ocultas, que terão de se moderar. “Você não governa com ameaças.” Para ele, caso Jair Bolsonaro ganhe, os conservadores terão de se civilizar. (Eleições 2018 A11)

Joel P. da Fonseca
Há novas formas de mentir e o PT ficou para trás (A6)

Polícia Federal indicia Abilio Diniz após Carne Fraca Mercado (A 23)

Do auge à bancarrota
Crise após denúncias da Lava Jato paralisa estaleiro na Bahia e extingue 7.462 vagas (Mercado A21)

Editoriais
O preço do voto
Acerca de barateamento de campanhas eleitorais.

Michael em fúria
Sobre relatório que trata do aquecimento global. (Opinião A2)
————————————————————————————

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.