Telefonia fixa ficará mais barata; Em março, custo das ligações de telefone fixo para celular terá redução média de 13%. A queda é reflexo das novas regras que a Anatel impôs às operadoras para aumentar a competição no mercado…

3.186 dias: Da denúncia do mensalão à última prisão; Delator do esquema do mensalão em junho de 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi preso ontem em sua casa em Levy Gasparian (D), no interior do Rio de Janeiro, e levado para instituto penal em Niterói. Ele foi condenado a 7 anos e 14 dias em regime semiaberto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ao ser detido pelos agentes da Polícia Federal comparou sua situação à canção imortalizada por Frank Sinatra que começa com a frase “agora o fim está próximo”…

Risco menor: Bradesco vê mudança de expectativa; O economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros, aponta reversão nas projeções em relação ao Brasil, expressa na queda do dólar e na alta da bolsa. “O contingenciamento de gastos em ano eleitoral foi muito oportuno e corajoso. O mercado gostou”, disse…

Nas páginas do Jornal Correio Braziliense

Manchete: Agressão covarde dentro do shopping

Rapaz de 27 anos é internado em UTI após ser espancado por dois jovens no Pier 21.
Testemunhas contam que o professor de educação física Lucas Silva Lopes Xavier se dirigia ao banheiro quando se deparou com dois jovens que urinavam do lado de fora. Constrangido, reclamou da situação. Foi o suficiente para que o transformassem na mais nova vítima de um crime bárbaro que teima em se repetir para vergonha de Brasília. Primeiro, um deles o acertou, traiçoeiramente, com uma garrafa de cerveja na cabeça.
Mesmo caído e aparentemente desmaiado, a covardia dos “fortões” prosseguiu, com socos e pontapés. Lucas sofreu traumatismo craniano, quebra de mandíbula, coágulos no cérebro e está internado em estado grave.
A polícia prendeu os dois suspeitos da agressão no fim da noite de ontem. Em São Paulo, vândalos que espancaram um torcedor do Santos até a morte estão foragidos. (Págs. 1 e 19 e Superesportes, página 2)

Geap: plano de R$ 2,3 bi nas mãos do PT e do PP de Maluf (Págs. 1 e 8)

Direitos humanos: Uganda sofre pressão após lei antigay

Legislação que pune homossexuais até com prisão perpétua deve levar europeus e americanos a suspenderem a ajuda financeira ao país. Na África, 36 nações consideram ilegal o envolvimento de pessoas do mesmo sexo. (Págs. 1 e 15)

Caso ldeli é arquivado

Comissão da Presidência não viu problemas na utilização de helicóptero do Samu pela ministra em Santa Catarina. (Págs. 1 e 4)

Telefonar vai custar menos

O preço das ligações de fixo para celular terá redução de 13% na próxima semana. O valor do minuto cairá para R$ 0,39. (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Nas páginas do Jornal Estado de Minas

Manchete: A caçada continua

Polícia procura outros membros da quadrilha que aterrorizou o Sul de Minas no fim de semana.
Depois do tiroteio seguido de perseguições em Itamonte e região, que resultaram na morte de 10 pessoas e na prisão de outras seis, uma delas ontem, as polícias civis mineira e paulista trabalham para prender mais uma dezena de integrantes do bando especializado em explosões de caixas eletrônicos. São criminosos que escaparam ao cerco ou não participaram da ação na madrugada de sábado no Sul do estado.
Um forte esquema de interceptações telefônicas foi montado para chegar aos comparsas do grupo, investigado havia seis meses, responsável por cerca de 20 ataques a bancos. A polícia de São Paulo confirmou que todos os presos e mortos eram paulistas, exceto o técnico em medicina do trabalho Silmar Júnior Madeira, de Itanhandu (MG), vizinha a Itamonte. E considera praticamente certo que Silmar era refém dos bandidos. (Págs. 1 e 17 e 18)

Altos e baixos: Pressão sobre a luz, alívio no telefone

Ligações locais e interurbanas de telefone fixo para celular ficarão 13% mais baratas a partir de março. Por outro lado, estudo mostra que se não chover até maio nas regiões Sudeste e Centro-Oeste há risco de racionamento e alta na conta de energia. (Págs. 1 e 10)

3.186 dias: Da denúncia do mensalão à última prisão

Delator do esquema do mensalão em junho de 2005, o ex-deputado federal Roberto Jefferson foi preso ontem em sua casa em Levy Gasparian (D), no interior do Rio de Janeiro, e levado para instituto penal em Niterói. Ele foi condenado a 7 anos e 14 dias em regime semiaberto por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ao ser detido pelos agentes da Polícia Federal comparou sua situação à canção imortalizada por Frank Sinatra que começa com a frase “agora o fim está próximo”. (Págs. 1 e 3)

————————————————————————————

Nas páginas no Jornal do Commercio

Manchete: Frente larga unida com Paulo Câmara

Em clima de empolgação, foi lançada ontem a chapa governista. Nada menos que 13 partidos levaram seu apoio aos candidatos. Vice-governador João Lyra participou da solenidade. (Págs. 1 e 3 a 6)

Telefonia fixa ficará mais barata

Em março, custo das ligações de telefone fixo para celular terá redução média de 13%. A queda é reflexo das novas regras que a Anatel impôs às operadoras para aumentar a competição no mercado. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Jefferson começa a cumprir pena

Delator do caso do mensalão recebeu ordem de prisão e se entregou. Ele pegou 7 anos e 14 dias de cadeia.(Págs. 1 e 7)

TST julga greve: Seção de Dissídios vai decidir o impasse nos Correios. (Págs. 1 e cidades/economia 6)

Costa inocentado: O deputado Sílvio Costa Filho foi absolvido no caso das notas frias. (Págs. 1 e 7)

————————————————————————————

Nas páginas do Jornal da Zero Hora

Manchete: Pena de sete anos e 14 dias: O delator do mensalão também está na cadeia

Ex-deputado Roberto Jefferson, que denunciou a existência de compra de votos em troca de apoio ao governo Lula, cumprirá pena no Rio.
Luiz Antônio Araujo O último duelo dos protagonistas
Rosane de Oliveira Tom teatral a cada ato de sua trajetória. (Págs. 1 e 4, 5 e 8)

————————————————————————————

Nas páginas do Jornal Brasil Econômico

Manchete: Argentina cede para Mercosul fechar acordo com União Europeia

Brasil, Uruguai e Paraguai foram surpreendidos pelo país vizinho na última rodada de negociação, quando os argentinos ampliaram a lista a ser apresentada à UE. É esta carta na manga que leva a presidenta Dilma a dizer que o acordo está próximo: “Eu tenho certeza de que houve uma grande evolução e que o lado europeu vai fazer o mesmo”, afirmou. (Págs. 1 e P5)

Brasil entre Noruega e Venezuela

O economista Eduardo Giannetti, inspirador de Marina Silva, acredita que o país precisa decidir o que fazer com os recursos do pré-sal. Ele defende a criação de fundo para investir na formação de capital humano. E teme que a verba caia na mão de um governo populista. (Págs. 1 e P6 a 8)

Avanade em bancos, varejo e teles

Fruto de uma joint venture entre Microsoft e Accenture, a empresa aposta no Brasil como mercado estratégico, diz Hamilton Berteli, diretor da Avanade no Brasil. (Págs. 1 e P14)

Risco menor: Bradesco vê mudança de expectativa

O economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros, aponta reversão nas projeções em relação ao Brasil, expressa na queda do dólar e na alta da bolsa. “O contingenciamento de gastos em ano eleitoral foi muito oportuno e corajoso. O mercado gostou”, disse. (Págs. 1 e P40)

Votação

Pauta cheia não impede que Congresso já trabalhe em ritmo de Carnaval. (Págs. 1 e P3)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.