Em cinco anos, 17 maternidades fecham em SP

Ao menos 17 maternidades particulares fecharam nos últimos cinco anos no Estado de São Paulo, segunda o setor. Hospitais têm investido em áreas mais rentáveis, como a oncologia. A situação faz grávidas percorrerem longas distâncias na hora do parto…

 Crime na bolsa

Incrível: o número de negócios suspeitos na Bovespa chega a quase 100.000 por ano. Um pequeno grupo de investidores sabe antes de todos quais serão os resultados das empresas, as possíveis fusões de companhias e até os números de pesquisas eleitorais. Por que ninguém vai para a cadeia – e o que o Brasil e você perdem com isso…

O plano Armínio

“Após um ajuste bem feito, em seis meses o Brasil pode voltar a crescer 4% ao ano. Foi assim em 1999. É possível” 

 A cabeça política do jovem brasileiro

Eles têm entre 16 e 33 anos, representam um terço do eleitorado, são mais informados que seus pais, influenciam no voto da família e podem decidir a eleição…

O Globo

Manchete: Onda de mudança se repete nos estados

Dos 17 governadores que tentam a reeleição, apenas cinco lideram as pesquisas.

Situação atual contrasta com a de 2010, quando 13 dos 18 chefes de Executivos regionais conseguiram ficar no poder. Sete candidatos com apoio dos atuais mandatários também estão em desvantagem nos levantamentos. (Págs. 1 e 3)

Marina recua agora sobre casamento gay

Depois de voltar atrás na questão da energia nuclear, a campanha de Marina Silva fez outro recuo em menos de 24 horas. Desta vez, foi retirado do programa de governo o apoio ao casamento civil gay e ao projeto de lei que criminaliza a homofobia. (Páginas 1,5)

 

Comércio vê pior ano desde 2003

O varejo, que vinha sustentando o crescimento do PIB, não escapou da crise e já prevê alta de 4% nas vendas este ano. O pior resultado desde 2003. (Páginas 1,37,38)

Tráfico já ocupa 16 estações de trem

Traficantes armados, viciados janto nos trilhos e muitas cracolândias. O tráfico já atua em 16 estações de trem, como revela Alessandro Lo-Bianco. Uma delas foi totalmente tomada por bandidos, que expulsaram as equipes da SuperVia. O presidenta da concessionária, Carlos José Cunha, diz que espera uma resposta policial para a situação gravíssima. (Págs. 1, 30 e 31)

 

————————————————————————————

Veja

Manchete: Como Dilma e Aécio tentam parar Marina

A quatro semanas das eleições, os dois fortes contendores revelam suas estratégias para segurar o fenômeno eleitoral que disparou na frente. (Pág. 1)

 

Arrocho

A política econômica suicida que levou o Brasil à recessão. (Pág. 1)

 

Exclusivo

A troca de favores entre o TCU e o Planalto. “Eu sei bem a quem devo” Ministro Walton Alencar. (Pág. 1)

 

————————————————————————————

Época

Manchete: O povo que Marinou

Uma pesquisa exclusiva revela que a classe c decidirá a eleição – e está descontente com o PT.

Deciframos o “Marinês” – As propostas de governo de Marina Silva

 

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: A cabeça política do jovem brasileiro

Eles têm entre 16 e 33 anos, representam um terço do eleitorado, são mais informados que seus pais, influenciam no voto da família e podem decidir a eleição.

63% acham que o Brasil não está no rumo certo

59% acreditam que a situação estaria melhor se não existissem partidos

Mais de 50% deles encontram-se entre os eleitores indecisos ou
que pretendem anular o voto (Pág.1)

ELEIÇÕES

O que quer Marina Silva, que fala em nova política, mas age como os políticos tradicionais para fazer alianças e explicar gastos de campanha. (Pág.1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: O plano Armínio

Armínio Fraga
“Após um ajuste bem feito, em seis meses o Brasil pode voltar a crescer 4% ao ano. Foi assim em 1999. É possível” (Pág. 1)

 

Ranking: Bando do Brasil é a empresa do ano (Pág. 1)

Indústria: O legado de Antônio Ermírio de Moraes (Pág. 1)

Finanças: Os negócios da era dos pagamentos móveis (Pág. 1)

Na batalha eleitoral contra Dilma e Marina, o candidato tucano Aécio Neves escolhe o ex-presidente do Banco Central para seu futuro ministro da Fazenda. Saiba o que isso significa para a economia

AJUSTE FISCAL
As primeiras medidas para o resgate da credibilidade da política econômica

REFORMA TRIBUTÁRIA
Como desatar o nó da guerra fiscal entre os estados

CÂMBIO E INFLAÇÃO
O fim das intervenções do BC e do controle de preços (Pág. 1)

 

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: O enigma Marina

Como decifrar o furacão eleitoral. (Pág. 1)

 

TEVÊ VS. TELES

O governo abre espaço para mais concorrência.(Pág. 1)

Economia

A indústria definha a olhos vistos, para azar do Brasil.(Pág. 1)

França

François Hollande rende-se totalmente ao deus mercado.(Pág. 1)

————————————————————————————

EXAME

Manchete: Crime na bolsa

Incrível: o número de negócios suspeitos na Bovespa chega a quase 100.000 por ano. Um pequeno grupo de investidores sabe antes de todos quais serão os resultados das empresas, as possíveis fusões de companhias e até os números de pesquisas eleitorais. Por que ninguém vai para a cadeia – e o que o Brasil e você perdem com isso. (Pág. 1)

Política

Por que Marina agrada – e assusta – aos empresários. (Pág. 1)

Economia

Cada vez mais gente investe fora do país. Má notícia. (Pág. 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Tradição em novo compasso

Atraída por atividades culturais, nova geração de frequentadores de CTGs cobra mais flexibilidade nas regras menos conservadorismo nos costumes. (Pág. 1)

Estudo alerta para risco de escassez de água no Estado

Desequilíbrio entre oferta e consumo no RS só não é mais crítico que o do semiárido nordestino. (Págs. 1 e Notícias, 18 e 20)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete – Marina fatura R$ 1,6 milhão com palestras em três anos

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, abriu, em março de 2011, uma empresa para proferir palestras e faturou RS 1,6 milhão com a atividade até maio deste ano.

O valor de sua principal fonte de renda desde que deixou o Senado, em 2010, era mantido sob sigilo, informam Aguirre Talento e Fernanda Odilla. Ela chegou a pedir a entidades para não divulgar o seu cachê.

Marina, que revelou seus rendimentos apôs pedido da Folha, mantém em sigilo a identidade dos clientes.

Os ex-presidentes Lula e FHC também fazem segredo sobre seus clientes e os valores de seus honorários.

Marina já firmou 65 contratos e fez 72 palestras remuneradas. O faturamento bruto da empresa lhe rendeu, em media, K$ 41 mil ao mês. O valor é mais que o dobro dos RS 163 mil (brutos e sem correção pela inflação) que recebia como senadora. (Pág.1)

Cursos de três meses inflam bandeira do governo Dilma

Exaltado por Dilma Rousseff (PT) na campanha à reeleição, o Pronatec, programa que visa a formar técnicos gratuitamente, tem números inflados por inscrições em cursos de formação inicial e curta duração, de três meses em média. São 72% do total.

Há mais interessados em cursos de recepcionista e manicure, por exemplo, do que nos técnicos, que demoram de um a três anos e respondem por 28% do total das matrículas. (Pág.1) Poder/A10 e A11

Em cinco anos, 17 maternidades fecham em SP

Ao menos 17 maternidades particulares fecharam nos últimos cinco anos no Estado de São Paulo, segunda o setor. Hospitais têm investido em áreas mais rentáveis, como a oncologia. A situação faz grávidas percorrerem longas distâncias na hora do parto. (Pág.1) Cotidiano/C1 e C3

Para Odebrecht, é obrigação tentar influir o governo

Presidente de um dos maiores grupos do país, Marcelo Odebrecht diz em entrevista a David Friedlander ser obrigação dos empresários tentar influenciar as decisões do governo, para “defender pontos que a gente conhece melhor do que qualquer um”. (Pág. 1) Mercado/B5

A exemplo do setor privado, investimento público empaca

(Pág.1)/Mercado B1

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.