Eleições 2014 – Divulgação de depoimentos opõe Aécio e Dilma 

Petista diz que liberação é golpe; tucano vê ‘assalto’ à Petrobras. Juiz que ouviu Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal, e doleiro Alberto Youssef afirma que os interrogatórios não estavam sob sigilo.

Suspeito de ter ebola já está sem sintomas

O resultado do exame que comprovará se Souleymane Bah, de 47 anos, da República da Guiné, tem ou não ebola será divulgado hoje. Ele chegou ao Brasil dia 19 e anteontem foi internado numa UPA em Cascavel (PR) com febre, tosse e dor de garganta. Como vinha de região afetada pela epidemia e apresentava sintomas compatíveis com os da doença, foi isolado como caso suspeito e transferido para a Fiocruz, no Rio, seguindo o protocolo da OMS. Ontem, ele já não tinha mais sintomas.

Emprego sem fôlego: Geração de vagas deve ser a menor em 14 anos

A criação de vagas com carteira assinada deve ser inferior a 100 mil em setembro, no pior resultado em 14 anos, segundo fontes do.governo, informa Geralda Doca. Os dados oficiais saem semana que vem. Na indústria, o emprego cal 2,9% em 5 meses, diz o IBGE.

O Globo

Manchete: Eleições 2014 – Divulgação de depoimentos opõe Aécio e Dilma

Petista diz que liberação é golpe; tucano vê ‘assalto’ à Petrobras

Juiz que ouviu Paulo Roberto Costa, ex-diretor da estatal, e doleiro Alberto Youssef afirma que os interrogatórios não estavam sob sigilo

Um dia após a Justiça Federal tornar públicos os depoimentos do ex-diretor Paulo Roberto Costa e do doleiro Youssef sobre corrupção na Petrobras, a presidente Dilma (PT) chamou de golpe a divulgação em meio ao processo eleitoral e disse ser leviana a liberação incompleta de informações. O candidato do PSDB, Aécio Neves, afirmou que estarrecedor é o conteúdo das revelações. O juiz Sérgio Moro, que ouviu Costa e Youssef, informou que os depoimentos à Justiça, diferentemente da delação premiada, não estão sob sigilo. (Págs. 1, 3 e 4)

Ex-diretor aponta cartéis também em contratos fora da Petrobras

Em seu depoimento à Justiça Federal, Paulo Roberto Costa disse que “a cartelização funcionava na Petrobras e fora da Petrobras”, e citou, sem dar detalhes, licitações para “hidrelétricas do Norte do país” e a Refinaria do Paraná. (Págs. 1 e 6)

Grupo de Marina reduz exigência para apoiar Aécio (Págs. 1 e 9)

Suspeito de ter ebola já está sem sintomas

O resultado do exame que comprovará se Souleymane Bah, de 47 anos, da República da Guiné, tem ou não ebola será divulgado hoje. Ele chegou ao Brasil dia 19 e anteontem foi internado numa UPA em Cascavel (PR) com febre, tosse e dor de garganta. Como vinha de região afetada pela epidemia e apresentava sintomas compatíveis com os da doença, foi isolado como caso suspeito e transferido para a Fiocruz, no Rio, seguindo o protocolo da OMS. Ontem, ele já não tinha mais sintomas. (Págs. 1 e 28)

Jorge Bastos Moreno: Marina à espera de um gesto (Págs. 1 e 3)

Merval Pereira: Acordo em torno de programa (Págs. 1 e 4)

Zuenir Ventura: Herança de candidatos é pesada no RJ (Págs. 1 e 15)

Sérgio Magalhães: Campanha ignora mal das cidades (Págs. 1 e 15)

Emprego sem fôlego: Geração de vagas deve ser a menor em 14 anos

A criação de vagas com carteira assinada deve ser inferior a 100 mil em setembro, no pior resultado em 14 anos, segundo fontes do.governo, informa Geralda Doca. Os dados oficiais saem semana que vem. Na indústria, o emprego cal 2,9% em 5 meses, diz o IBGE. (Págs. 1 e 25)

Divergência: Mantega fará críticas ao FMI

O ministro Mantega dirá hoje que o FMI precisa ser “mais cuidadoso” ao divulgar suas avaliações sobre o Brasil e que o freio na economia foi causado por fatores externos. (Págs. 1 e 27)

Eleições na Bolívia: Bastião opositor se rende a Morales

Concessões a empresários locais diminuem resistência de Santa Cruz, parte mais rica da Bolívia, ao presidente, que busca nova reeleição amanhã. (Págs. 1 e 33)

Revitalização no Rio: Porto já tem 15 projetos aprovados

Pelo menos 15 projetos para construção de salas comerciais ou hotéis foram aprovados na região do Porto. Oito deles já estão em andamento. (Págs. 1 e 17)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Deputado é indiciado por crime eleitoral

Gilmar Sossella (PDT), presidente da Assembleia, e outras sete pessoas são investigados pela PF por suspeita de pressionarem funcionários em arrecadação de fundos para a campanha. (Págs. 1 e Notícias 13)

Medo do Ebola

Com sintomas da doença, paciente vindo da Guiné foi atendido em Cascavel(PR)e transferido para o Rio. Resultado de exame será divulgado hoje. (Págs. 1 e Notícias 15)

Caso Petrobras: Aécio fala em “assalto”, Dilma reclama de “golpe” (Págs. 1 e Notícias 6 e 7)

Tarifa da CEEE pode subir 35%

Reajuste será avaliado pela Aneel, que deve anunciar o percentual no próximo dia 21. (Págs. 1 e Notícias 17)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Oposição usa Petrobras para dar golpe, diz Dilma

Presidente atacou o que chamou de ‘uso eleitoral’ da investigação na estatal

A presidente Dilma Rousseff (PT) acusou a oposição de usar as investigações da Petrobras para dar um golpe no país. “Eles jamais investigaram, jamais mudaram esse crime terrível que é a corrupção. Na véspera eleitoral, querem dar um golpe”,afirmou, em Canoas (RS).

Horas antes, em Brasília, a petista criticou a divulgação de depoimentos sobre corrupção na estatal e disse que não devem ser usados “de forma leviana em período eleitoral”. A presidente classificou de estarrecedora a divulgação do que chamou de informações sigilosas.

A Justiça Federal do Paraná rebateu a acusação de que houve “vazamento” e afirmou que as ações penais não tramitam em sigilo.

O candidato Aécio Neves (PSDB) criticou declarações de Dilma e disse que “não há sequer uma reação de indignação da presidente”.

Na quinta (9), foram divulgados áudios dos depoimentos à Justiça do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef em que acusam o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, de receber verba desviada de obrada estatal. Vaccari nega. (Págs. 1 e Eleições 2014, 6)

Ex-diretor da Petrobras atuou para campanha do PT no Rio

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, delator de esquema de desvio de recursos na estatal, trabalhou para o senador Lindbergh Farias (PT) na eleição para o governo do Rio, informa Leonardo Souza.

Costa disse que foi procurado para buscar doações de empreiteiras. Lindbergh admitiu o contato, mas que tratou apenas de programa de governo. (Págs. 1 e Eleições 2014, 1)

Index Eleições 2014

Candidato Crivella tenta vetar divulgação de pesquisas no RJ (Págs. 1 e 10)

PT barra perguntas de jornalistas, e Folha desiste de debate (Págs. 1 e 10)

Demétrio Magnoli: Fiel a si mesmo, Suplicy foi vítima das traições do PT

Seguindo lógica própria, da emoção, Suplicy permaneceu fiel à sigla e à estrela: ícones de tempo pleno de esperança. Seguindo outra lógica, da razão, seus eleitores permaneceram fiéis aos princípios traídos pelo PT. (Págs. 1 e Eleições 2014, 9)

Paciente melhora, e chance de 1° caso de ebola diminui

Souleymane Bah, 47, primeiro suspeito de ebola no Brasil, não apresentava nesta sexta (10) febre ou outros sintomas da doença, informou o Ministério da Saúde. A área técnica da pasta acha “pouco provável” o guineano estar infectado.

O resultado do primeiro exame laboratorial de Bah deve ser divulgado neste sábado (11). Ele foi transferido de Cascavel (PR) para um instituto de infectologia no Rio num avião da FAB. A operação envolveu ao menos quatro Estados e o DF.

Foram identificadas 64 pessoas em Cascavel que tiveram contato com o guineano. Moradores se dividem entre a apreensão e a tranquilidade. (Págs. 1 e Cotidiano 1, C1)

Análise: Nigéria dá exemplo em controle num país populoso, escreve Patrícia Campos Mello. (Págs. 1 e C3)

Juiz manda usar 1° ‘volume morto’ até fim de novembro

A Justiça Federal ordenou que a primeira cota do “volume morto” do Cantareira seja usada até 30 de novembro. Para isso, será preciso captar menos água. Mantida a retirada atual sem chuvas, a reserva pode acabar em cerca de um mês. O sistema recuou para 5,1%. Fernando Haddad criticou a Sabesp. Para o petista, acionistas americanos recebem mais informações que ele, que é prefeito. (Págs. 1 e Cotidiano 1, C4)

Mantega rebate crítica e afirma que FMI se contradiz

O ministro Guido Mantega (Fazenda) afirmou que o FMI publica avaliações contraditórias sobre os emergentes que ajudam a aumentar as incertezas.“Pedimos que o FMI seja mais realista”, escreveu em comunicado. Já o Fundo recomendou ao Brasil “mais realismo” nas metas, para manter a credibilidade. (Págs. 1 e Mercado B6)

Pela 1ª vez com PT, miséria para de cair no Brasil

Cálculos feitos com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios de 2013 indicam que, pela primeira vez no governo do PT, a miséria parou de cair. Os indigentes foram de 5,8% da população (10,9 milhões) em 2012 para 6% (11,1 milhões) em 2013, mas os pesquisadores veem quadro de estagnação, não de alta. (Págs. 1 e Poder A4)

Editoriais

Leia “Fundo do poço”, a respeito de escândalo na Petrobras, e “Fissuras europeias”, acerca de projeções sobre o futuro da economia no continente. (Págs. 1 e Opinião A2)

EBC

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.