Educação: Um ministro à prova de erros – De olho nas estradas: Asfalto a ser evitado – Pesquisador aponta aval do País às milícias  – Pacto pela Vida não atinge meta pelo décimo mês  – Mais de três mil vagas nos shoppings centers – Morte S/A – OAB exige investigação da máfia do DPVAT – Dilma pede a Marta que desista de eleição em SP em favor de Haddad  – Em grampo, Agnelo chama de “meu mestre” delator de suborno …

O Globo

Manchete: Turbulência global – Referendo grego sobre calote ameaça a unidade europeia

Decisão derruba bolsas pelo mundo e gera preocupação para o G-20

O anúncio de que a Grécia fará um referendo para decidir sobre o plano de resgate acertado com a União Europeia derrubou as bolsas de valores em todo o mundo e já ameaça o futuro da zona do euro. A decisão da consulta popular foi do premier Georges Papandreou e deve tomar boa parte das negociações na reunião do G-20, que começa amanhã em Cannes, na França. Apanhados de surpresa, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy, que se empenharam para liberar um segundo pacote de socorro à Grécia no valor de € 109 bilhões, convocaram reuniões de emergência para discutir uma saída para a crise. Especialistas já temem um desgaste político na região que poderia levar até à saída da Grécia do euro, moeda única adotada em 17 países da região. Em Frankfurt, a queda da Bolsa foi de 5%. Em Milão, baixa de 6,8%. O c1ima de desconfiança não poupou o Brasil. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que chegou a cair 3,84% durante o dia, fechou em queda de 1,74%. O dólar também subiu 1,94% e foi cotado a R$ 1,736. (Págs. 1, 21 e 22)

Foto-legenda: Manifestantes fazem uma marcha antiglobalização em Nice, na França. A reunião de líderes do G-20 começa amanhã em Cannes, sob o impacto da reviravolta grega. (Pág. 1)

Foto-legenda: Casa de câmbio em Buenos Aires: argentinos com mais dificuldades para comprar dólares no mercado (Pág. 1)

Enquanto isso, na Argentina…

Analistas do mercado calculam que apenas dois em cada 10 argentinos que querem comprar dólares estão conseguindo após as novas regras impostas pelo governo de Cristina Kirchner. A decisão de restringir a compra de moeda americana está levando muitos argentinos a sacarem suas aplicações em dólares nos bancos, temendo a imposição de novas restrições no mercado. O dólar fechou ontem cotado a 4,27 pesos, ligeiramente acima da véspera. (Págs. 1 e 23)

Indústria brasileira tem maior queda desde abril

A concorrência com os importados e o freio no consumo interno provocaram um duro golpe na indústria brasileira. A produção recuou 2% em setembro na comparação com agosto, segundo o IBGE. Foi o maior tombo desde abril. O mau desempenho do setor fez com que bancos e consultorias revisassem para baixo as projeções de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano. (Págs. 1 e 24)

Itaú tem o maior lucro de todos os tempos (Págs. 1 e 23)

Conta da Light vai subir 8% no Rio

Num ano em que o carioca conviveu com bueiros explodindo pela cidade, vem aí mais uma surpresa da Light: desta vez, para o bolso. A conta de luz vai subir 8,04% a partir da próxima segunda-feira, dia 7. O reajuste, autorizado pela Aneel, ficou acima da inflação oficial e é o maior aumento desde 2005. Em 2010, o reajuste tinha sido de 1,93%. O custo maior da transmissão de energia puxou o aumento. (Págs. 1 e 25)

Anulação das 13 questões revolta alunos

Estudantes que acertaram as 13 questões do Enem anuladas anteontem pela Justiça Federal no Ceará se sentem prejudicados e já pensam em recorrer judicialmente. Amanhã, o ministro Fernando Haddad vai pessoalmente a Recife, no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, entregar recurso pedindo a revalidação das perguntas. (Págs. 1 e 15)

Prefeito de Teresópolis é cassado

Acusado de desviar o dinheiro reservado para socorrer vítimas da tragédia na serra – como revelou O GLOBO – o prefeito de Teresópolis, Jorge Mário Sedlacek, afastado há 90 dias, foi cassado ontem à noite, por unanimidade, pela Câmara de Vereadores. (Págs. 1 e 14)

Dilma pede a Marta que desista de eleição em SP em favor de Haddad (Págs. 1 e 10)

Em grampo, Agnelo chama de “meu mestre” delator de suborno (Págs. 1 e 3)

Ciência

Relatório das Nações Unidas prevê um mundo pior para a Rio+20, em junho de 2012. (Págs. 1 e 30)

———————————————————————————–

O Estado de S. Paulo

Manchete: Ameaça grega de recusar plano de ajuda abala Europa

Anúncio de que adesão ao pacote passará por referendo derruba bolsas; líderes tentam convencer Atenas a recuar

O anúncio de que a Grécia quer fazer um referendo para decidir se adere ou não ao pacote de socorro aprovado pela União Europeia abalou as bolsas pelo mundo. Houve queda acentuada em Londres (2,21%), Frankfurt (5%), Paris (5,38%) e Milão (6,8%), além de São Paulo (l,74%) e Nova York (2,4%). A decisão do premiê grego, George Papandreou, de convocar a consulta surpreendeu até seu ministro de Finanças e aprofundou a crise política no país – Papandreou será submetido a um voto de desconfiança na sexta-feira e seu governo pode cair. Enquanto isso, líderes como a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy, buscavam contornar a atitude de Papandreou. Se o eventual referendo recusar o plano da UE, que prevê um calote de 50% das dívidas, a Grécia caminhará para a bancarrota. (Págs. 1 e Economia B1 e B4)

Projeto prevê que BC estimule crescimento

Comissão do Senado aprovou projeto que inclui o estímulo ao crescimento e à geração de empregos como competência a ser perseguida pelo Banco Central do Brasil. (Págs. 1 e Economia B7)

Acertada com Lula, Dilma pede e Marta vai deixar a disputa

Em ação conjunta com o ex-presidente Lula, a presidente Dilma Rousseff pediu anteontem à senadora Marta Suplicy (PT-SP) que abandonasse sua pré-candidatura à Prefeitura de São Paulo na eleição do ano que vem. A ação abre caminho para chancelar o ministro Fernando Haddad (Educação), apoiado por Lula, como o candidato do PT na disputa. O encontro entre Marta e Dilma e o respectivo pedido de desistência vazaram por ação da própria Presidência, em ato acertado com a senadora. O pedido feito por Dilma faz parte do roteiro combinado com Marta, que deve anunciar amanhã sua desistência. Acuada no PT pela operação de Lula a favor de Haddad, a ex-prefeita paulistana ficou sem respaldo interno. As prévias tornaram-se, então, uma operação de risco para Marta, e o PT começou a buscar uma “saída honrosa” para ela. Agora, a negociação passa por acomodar a senadora em um local de prestígio. Os petistas dizem que Dilma não sinalizou com nenhum cargo, mas fez projeções para o futuro. Marta ambiciona o Ministério da Educação. (Págs. 1 e Nacional A4)

Rui Falcão

Presidente Nacional do PT

“Tudo indica que ele (o ministro do Educação, Fernando Haddad) será o nosso candidato”

MEC pressiona e governo vai recorrer no caso do Enem

O governo vai recorrer da decisão da Justiça Federal no Ceará que anulou 13 questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A opção pelo recurso foi tomada por pressão do ministro Fernando Haddad contra a decisão da Advocacia-Geral da União (AGU), que ontem pela manhã queria evitar disputa judicial em torno do exame. (Págs. 1 e Vida A20)

Palestina agora busca ser reconhecida pela OMS

Depois de conseguir a aprovação como membro na Unesco, a Autoridade Palestina concentra esforços em busca da admissão em outras entidades ligadas às Nações Unidas, como a Organização Mundial da Saúde. O objetivo do presidente Mahmoud Abbas é obter reconhecimento internacional da Palestina como um Estado. (Págs. 1 e Internacional A14)

Foto legenda: USP ainda debate a presença da PM

Estudantes dão apoio à presença da Polícia Militar no câmpus da USP. Alunos contrários também se manifestaram. Na semana passada, três estudantes foram detidos com maconha. Em protesto, prédio de faculdade foi ocupado. (Págs. 1 e Cidades C3)

Casos de dengue tipo 4 fazem Rio temer epidemia (Págs. 1 e Vida A21)

Tamoios terá pista para velocidade de até 120 Km/h (Págs. 1 e Cidades C1)

Trens para turistas em SP passarão a ser semanais (Págs. 1 e Cidades C8)

Richard Goldstone

Israel e a calúnia do apartheid

Acusar Israel de apartheid e uma calúnia injusta e mentirosa contra o país e busca retardar, em lugar de acelerar, as negociações de paz. (Págs. 1 e Visão Global A18)

Roberto DaMatta

Sobre as ONGs

As organizações não governamentais são um novo tipo de compadrio político-eleitoral no Brasil e acabam modernizando ao contrário. (Págs. 1 e Caderno 2, D10)

Notas & Informações

Clima ruim para o G-20

Reunião tem tudo para ser marcada por cobranças, acusações e pouco avanço na superação da crise. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: MEC pagou sertanejos para proteger dados

A Jeta Soluções e Serviços em Tecnologia da Informação LTDA., que funciona numa sala no Nucleo Bandeirante, vendeu um sistema de proteção a e-mails ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pelo Enem. Dirigida pelos músicos sertanejos Gilvanio Santos Viana Filho E José Francisco Alves Filho, a Jeta está habilitada a negociar R$ 6,4 milhões com o Ministério da Educação. O Correio revelou ontem que outras duas empresas de fachada conseguiram contratos na área de tecnologia com o Inep. (Págs. 1, 8 e Visão do Correio, 14)

Referendo na Grécia agrava crise global

O surpreendente anúncio do governo de Atenas de convocar um referendo sobre o plano de ajuda das nações da Zona do Euro revoltou líderes mundiais e levou pânico aos mercados. Existe o medo de que os gregos rejeitem o socorro internacional e as medidas de austeridade para a economia do país. (Págs. 1 e 10)

Dilma abre debate para mudar o FMI

Cannes – O provável socorro dos países emergentes à Europa será um dos fortes argumentos da presidente na defesa da reforma no comando do Fundo Monetário Internacional. Ela chegou ontem à França e se reúne hoje com líderes do Brics em busca de uma proposta comum para a reunião do G-20. (Págs. 1 e 11)

Embaixador da França prevê nova pauta no G-20 (Págs. 1 e 11)

Foto legenda: “Não será a última batalha que vou enfrentar”

Antes de deixar o Hospital Sírio Libanês, o ex-presidente Lula agradeceu em mensagem gravada, as manifestações de solidariedade. Médicos consideraram muito bom a reação do paciente à primeira sessão de quimioterapia. (Págs. 1 e 3)

IPVA sobe até 7,13%

Apesar do índice, 90% dos contribuintes devem pagar menos imposto do que em 2010. (Págs. 1 e 23)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: O que fazer com o seu 13º

Especialistas dão dicas de como usar o abono, que este ano somará R$ 118 bilhões no país

Antes de sair às compras, é preciso planejar a destinação da remuneração extra. O conselho para quem tem dívidas, sobretudo aquelas com juros elevados, como cartão de crédito, cheque especial e empréstimos, é priorizar a quitação delas. E guardar um pouco para suportar as contas do início do próximo ano, como IPTU, IPVA, matrículas e material escolar. O Estado de Minas mostra os planos de duas famílias de classe média para usar o benefício e a análise de especialistas sobre a aplicação. Em todo o Brasil, 78 milhões de trabalhadores receberão o salário extra, 5,4% a mais do que no ano passado. Em Minas, serão 8,3 milhões de pessoas, que embolsarão um total de R$ 14,68 bilhões, dos quais R$ 1,9 bilhão em BH. (Págs. 1 e 11)

Morte S/A – OAB exige investigação da máfia do DPVAT

A seção mineira da Ordem dos Advogados do Brasil considera não só antiética, mas criminosa, a prática de escritórios que enviam funcionários a hospitais e IMLs para se aproveitar do desespero de quem perdeu um parente e abocanhar parte do seguro de danos pessoais causados por veículos automotores (DPVAT), que paga R$ 13,5 mil por óbito. Segundo a OAB-MG, que acionará a Polícia Civil, a ação desses “laçadores” envolve fraude de documentos, falsidade ideológica, formação de quadrilha, exercício ilegal de atividade e constrangimento ilegal. Desde domingo o Estado de Minas publica reportagens sobre os mercadores da morte. (Págs. 1 e 17)

Na capital: Alimentos impulsionam a inflação

Item foi o que mais pesou no cálculo do IPCA de Belo Horizonte em outubro, que teve alta de 0,29%. Porém, na comparação com setembro (0,33%), o índice subiu menos. (Págs. 1 e 12)

Crise: Reviravolta no acordo com a Grécia derruba as bolsas

Governo grego anuncia referendo sobre o acordo de ajuda externa e alarma a Zona do Euro. (Págs. 1 e 13)

Câncer na laringe: Lula garante: ‘Vamos tirar de letra’

Ex-presidente agradeceu em vídeo a solidariedade e voltou para casa acompanhado da mulher, Marisa Letícia, depois de iniciar tratamento de quimioterapia em São Paulo. (Págs. 1 e 3)

Enem: Alunos de pior desempenho serão os mais prejudicados

Especialistas dizem que cancelamento de questões causa desequilíbrio no resultado. (Págs. 1, 19 e Editorial, 6)

Assembleia: MG tem mais deputados que se declaram negros (Págs. 1 e 8)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Mais de três mil vagas nos shoppings centers

Para conquistar contratação temporária de fim de ano, interessado deve ter segundo grau completo e, no mínimo 18 anos. Conhecimento de informática e experiência também ajudam. (Págs. 1 e Cidades/Economia, 6)

Foto legenda: “Acho que vou vencer essa batalha. Não foi a primeira e não será a última que vou enfrentar”, disse o ex-presidente Lula em vídeo gravado antes de deixar o hospital onde se submeteu à quimioterapia (Págs. 1 e 3)

Porto Digital avança e precisa driblar gargalos (Págs. 1 e Tecnologia 1 a 4)

UPE adota Enem apesar do impasse

Em meio a toda confusão causada por vazamento de questões, a Universidade de Pernambuco resolveu usar a prova no vestibular, a partir de 2013. Procurador quer anular mais um quesito deste ano e União vai recorrer. (Págs. 1 e Cidades 1)

Pacto pela Vida não atinge meta pelo décimo mês (Págs. 1 e Cidades 2)

Pesquisador aponta aval do País às milícias (Págs. 1 e 8)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Injeção de 13º na economia gaúcha será 17% maior

O valor de R$ 7,5 bilhões a ser gasto prioritariamente em compras de Natal e Ano-Novo e pagamento de dívidas vai superar a cifra do ano passado. (Págs. 1 e 17)

Desconfiança: Vacilo da Grécia derruba bolsas

Plano do governo grego de fazer referendo causou reação nos mercados. (Págs. 1 e 14)

Educação: Um ministro à prova de erros

Por que Fernando Haddad resiste a sucessivos fiascos no MEC. (Págs. 1, 4 e 5)

Rede de intriga: Delegados criticam declaração de secretário

Fala de Airton Michels sobre diárias e salários gera desconforto. (Págs. 1 e 36)

De olho nas estradas: Asfalto a ser evitado

Entre buracos e remendos malfeitos, percorrer a estrada que interliga as regiões Noroeste e Fronteira Oeste, a BR-472, equivale a um rali. (Págs. 1 e 24)

Clipping Radiobrás

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.