Aviso prévio sem reciprocidade – Caixa obtém o maior lucro de sua história – Juros cairão ainda mais, diz Tombini – Agonia política: Lupi perde sustentação até no PDT – Lupi: Dilma cobra explicações sobre uso de avião de ONG –  Entraves trabalhistas e burocráticos dificultam crescimento italiano –  Desaquecimento já alcança as rodovias – Censo 2010: Um retrato de desigualdades e progresso …

O Globo

Manchete: Retratos do Brasil – 2000/2010

Violência mata mais homens jovens; mulheres chefiam lares

Concentração de renda ainda é grande, mas informalidade diminui

O Brasil que os dados do Censo de 2010 revelam tem ainda uma brutal desigualdade de renda e alarmantes índices de analfabetismo e de falta de saneamento básico. A desigualdade não é só entre regiões do país e entre ricos e pobres, mas também entre homens e mulheres. Pela primeira vez, o IBGE pesquisou óbitos e descobriu que, para cada mulher de 20 a 24 anos que morre no Brasil de causas violentas, o país perde quatro homens na mesma faixa etária. Em Alagoas, morrem oito homens jovens para cada mulher. Por outro lado, em comparação com o Censo de 2000, as mulheres hoje comandam 38,7% dos lares, contra 24,9% dez anos atrás. Mas homens têm renda 42% mais alta do que a de trabalhadoras. A concentração de renda ainda é enorme, mas a informalidade diminuiu: o número de pessoas com carteira assinada passou de 54,8% em 2000 para 65,2% em 2010. (Págs. 1, 3 a 10 e 15)

Lupi já perde apoio de aliados no PDT

Presidente exige e ministro vai hoje ao Senado tentar se explicar sobre uso de avião

Em situação crítica após a divulgação de imagens que provam que ele viajou num avião King Air, ao contrário do que dissera semana passada, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, vai hoje ao Senado para tentar se explicar, como exige a presidente Dilma. Aliados de Lupi, como o presidente em exercício do PDT, André Figueiredo, admitem que, diante do desgaste, a saída do ministro é a melhor solução. A ONG do empresário que providenciou o avião fechou convênio de R$ 5 milhões com a pasta, 18 dias após a viagem. (Págs. 1, 11 e 12)

Foto legenda: Sem a barba

Com dona Marisa, o ex-presidente Lula, em tratamento contra um câncer na laringe, aparece sem cabelo e a barba que o acompanhava há mais de 30 anos. (Págs. 1 e 12)

Rocinha agora está em guerra contra a dengue

Livre do tráfico armado, a Rocinha agora tem outro inimigo. Dados da Secretaria municipal de Saúde revelam que a favela tem, proporcionalmente à população, o maior índice de casos de dengue este ano: 2,8% dos moradores, mais que a média da capital (1,1%). Foram 1.979 casos. Bandidos impediam os agentes de saúde de vistoriar as casas. (Págs. 1, 13 a 17 e editorial “O desafio de gerenciar as UPPs”)

Foto legenda: Beijoqueiros só na ficção

Uma campanha da Benetton para semear o amor global provocou reação do Vaticano, e os cartazes com beijo entre o Papa e o imã Ahmed el-Tayeb foram retirados. (Págs. 1 e 31)

Óleo: PF vai investigar vazamento

Após sete dias de vazamento de óleo causado pela Chevron na Bacia de Campos, a PF decidiu abrir inquérito sobre o acidente. Para o delegado Fabio Scliar, a empresa estaria “omitindo informações” e “O acidente parece mais grave”. (Págs. 1, 21 e editorial “RJ ficaria só com os riscos”)

Liga Árabe dá ultimato à Síria

Desertores do Exército atacaram pela primeira vez uma base militar síria, perto de Damasco. A Liga Árabe já estuda sanções e deu prazo de três dias para que o presidente Assad aceite o plano de paz e permita a entrada de observadores. (Págs. 1 e 30)

Rede chilena compra o Prezunic

Em um negócio avaliado em R$ 875 milhões, o supermercado carioca Prezunic foi vendido para a rede chilena Cencosud. Com a operação, a multinacional se consolida como o 4º maior grupo do setor no Brasil. (Págs. 1 e 23)

Dilma intervém, e decisão de royalties fica para 2012 (Págs. 1 e 21)

O GLOBO ganha Esso mostrando corrupção no rastro de tragédia (Págs. 1 e 20)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: PDT já fala na saída de Lupi e avalia nomes para seu lugar

Reunião da Executiva Nacional e das bancadas do partido, hoje, deve selar o futuro do ministro

Dez dias depois de estourar o escândalo envolvendo Carlos Lupi em irregularidades, o PDT sinalizou ontem o abandono do ministro do Trabalho. Correligionários que antes eram partidários de Lupi passaram a defender abertamente sua saída. Uma reunião da Executiva Nacional do PDT e das bancadas da Câmara e do Senado marcada para hoje deverá selar a futuro do ministro. “Como amigo do Lupi, eu sofro muito vendo ele sofrer. É muito doloroso. Como amigo, preferia que ele saísse. Mas isso é uma decisão que o PDT vai tomar de forma institucional”, disse o presidente interino do PDT, André Figueiredo (CE). Sintomas do acelerado processo de desgaste político do ministro foram detectados ainda ontem, com o surgimento de nomes para seu lugar, como os pedetistas Osmar Dias (PR) e Miro Teixeira (RJ). (Págs. 1 e Nacional A4)

André Figueiredo

Presidente interino do PDT

“O partido confia plenamente no ministro Lupi. A única coisa que questionamos é a oportunidade de ele continuar no ministério” (Pág. 1)

Foto-legenda: Um novo Lula

Para se antecipar aos efeitos da quimioterapia, o ex-presidente Lula teve a barba e o cabelo raspados pela mulher, Marisa Letícia. (Págs. 1 e Nacional A10)

IBGE projeta queda da população

Brasileiras têm engravidado mais tarde e tido menos filhos, mostra o Censo

As brasileiras têm tido menos filhos e engravidado mais tarde. Os primeiros resultados do questionário mais completo do Censo 2010 mostram que a taxa de fecundidade chegou a 1,86 filho por mulher, abaixo no nível de reposição da população, de 2 filhos. Se a queda nos nascimentos e o envelhecimento da população seguirem nesse ritmo, a partir de 2030 a tendência será de estabilização e de diminuição populacional, diz o IBGE. (Págs. 1 e Nacional A12 a A14, A16 e A17)

Desigualdade

Dados do IBGE mostram que a renda dos 10% mais ricos no Brasil é 39 vezes maior que a dos 10% mais pobres.

Foto-legenda: Vida de extremos

Em Marsilac, distrito de São Paulo onde vive Maria Lúcia Cirillo, a renda média é de R$ 600. Em Moema, chega a R$ 5 mil. (Págs. 1 e A17)

Petrobras reduz nível de investimento

A Petrobras informou que não conseguirá atingir os R$ 84,7 bilhões em investimentos previstos para o ano. O valor deverá ser semelhante ao de 2010: R$ 76,4 bilhões. A companhia alterou o planejamento de produção em algumas áreas, alegando falta de equipamentos. (Págs. 1 e Economia B6)

Amazônia tem carência de água potável

Estudo mostra que, embora tenha mais de 40% de seu território protegidos, a Amazônia, que engloba nove países, não oferece água de qualidade para boa parte de seus 34 milhões de habitantes. Na Amazônia brasileira, o abastecimento é adequado para 66% da população e o saneamento, para 51%. (Págs. 1 e Vida A26)

Premiê da Itália chefiará Economia

Mario Monti vai acumular os dois cargos e reforçou a opção por técnicos, excluindo de seu gabinete os líderes políticos dos partidos mais tradicionais. (Págs. 1 e Economia B13)

Aeroporto de Cumbica vai ter novo acesso (Págs. 1 e Cidades C1)

Vazamento na Bacia de Campos é visto do espaço (Págs. 1 e Vida A27)

Celso Ming

A Europa derrete

A deterioração do mercado europeu de títulos de dívida só aumenta. E o contágio se espalha para países grandes demais para serem socorridos. (Págs. 1 e Economia B2)

Eugênio Bucci

USP, entre o capuz e o capacete

Uma universidade que não dialoga é uma universidade que se bate, mais do que se debate. Só o diálogo institucional pode libertar a USP. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

Já passou da hora

A presidente Dilma perdeu dois consecutivos “momentos ótimos” para demitir Carlos Lupi. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Conta outra, Lupi

O feriado prolongado foi de dor de cabeça para Dilma. “Era só o que me faltava”, reagiu a presidente ao ver a ministro do Trabalho na tevê dizendo não conhecer Adair Meira e, em seguida, uma foto de Carlos Lupi saindo do jatinho que a empresário arranjou para uma viagem pelo interior maranhense. Na sequência a situação só piorou: vieram desmentidos de Meira, do presidente regional do PDT no Maranhão e até vídeo jogando por terra cada uma das versões apresentadas por Lupi. Irritada Dilma cobrou explicação do ministro. Ele deu nova versão para os fatos, mas não a convenceu. O PDT foi avisado de que ele está praticamente demitido. Mesmo assim, Dilma decidiu esperar para ver a que Lupi vai dizer hoje no Senado. Temendo desgaste ainda maior, até pedetistas ligados ao ministro preferem que ele se antecipe e peça para deixar a cargo. (Págs. 1 e 2 a 4)

O show de absurdos no ônibus da morte

O acidente que matou 10 pessoas numa excursão religiosa a São Paulo comoveu Santo Antônio do Descoberto (GO). Entre os relatos dos sobreviventes dos familiares, a tragédia expôs a série de irregularidades cometidas pelos organizadores, desde a falta de autorização para o veículo circular até a desobediência da ordem de retornar, dada pela Polícia Rodoviária. Os corpos das vítimas devem chegar hoje à cidade goiana. (Págs. 1, 33 a 36 e Visão do Correio)

Violência: Presos suspeitos de assassinar delegado da PF

Encontrado às margens da BR-060 na segunda-feira, o corpo de Hélio Romão Damaso, 75 anos, estava no IML e foi identificado ontem. Três suspeitos do crime estavam no Maranhão. Desaparecido desde domingo, Hélio pode ter sido vítima de latrocínio. (Págs. 1 e 37)

Censo 2010: Um retrato de desigualdades e progresso

Mesmo com a redução da pobreza nos últimos 10 anos, o Brasil ainda mostra enormes contradições. Enquanto no DF a renda média dos domicílios chega a R$ 4.635, a maior do país, no Maranhão ela é de R$ 1.274, Ainda há 14,5 milhões de analfabetos. (Págs. 1 e 12 a 15)

Foto legenda: Um novo Lula

O ex-presidente decidiu antecipar-se a possíveis efeitos da quimioterapia no tratamento a que se submete contra um câncer na laringe e mudou o visual. O cabelo e a barba, que cultivava havia 32 anos, foram cortados pela mulher, dona Marisa Letícia. Só escapou o bigode. (Págs. 1 e 5)

———————————————————————————–

Valor Econômico

Manchete: Revisão deve garantir PIB acima de 3%

O governo está empenhado em impedir que a economia cresça menos de 3% neste ano e deve ser auxiliado pela revisão do Produto Interno Bruto de 2010 que o IBGE divulgará em 15 dias. Com a revisão, o avanço de 7,5% deverá subir para 7,7% ou 7,8%, de acordo com avaliações da área econômica, graças ao melhor desempenho da atividade no quarto trimestre de 2010. Com isso, pelo efeito estatístico do carregamento (“carry over”), o PIB de 2011 terá uma expansão maior.

Sem a revisão, o legado de 2010 para 2011 foi de 1,3%. Isso significa que, mesmo se a economia registrasse crescimento zero neste ano, o PIB de 2011, ao ser comparado com o do ano anterior, avançaria ao menos 1,3% por conta do efeito estatístico. Mas se o crescimento do PIB em 2010 tiver de fato sido maior, como o governo espera, o impulso poderá ser de 1,7% em 2011, calcula Fábio Ramos, economista da Quest Investimentos. Em 2009, quando a economia caiu 0,6% devido ao contágio da crise mundial, o carregamento para 2010 foi de 3,6%. (Págs. 1, A2 e C1)

Foto-legenda: Um outro Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva raspou a barba e o cabelo, 16 dias após iniciar o tratamento contra um câncer na laringe. Manteve apenas o bigode. Na próxima semana, Lula deve submeter-se à segunda sessão de quimioterapia. Sua mulher, Marisa Letícia, fez sua barba e cortou seu cabelo. A barba marcou o visual de Lula por mais de 30 anos. Ontem, o ex-presidente ausentou-se de seminário sobre a África promovido pelo Instituto que leva seu nome. (Págs. 1 e A9)

Hotéis sempre lotados em São Paulo

O nível de ocupação das grandes redes hoteleiras na capital paulista está tão alto nos últimos três anos que os turistas têm de adiar seus planos de viagem ou hospedar-se na Região Metropolitana. Feiras, congressos, shows e o dia a dia dos negócios estão lotando os hotéis paulistanos.

Nos últimos anos não houve o lançamento de nenhum empreendimento de grande porte na cidade, nem há perspectiva de novos projetos com quantidade significativa de apartamentos para os próximos três anos. São Paulo precisa de 2 mil novos quartos por ano, estima o sócio-diretor da consultoria HotelInvest, Diogo Canteras. (Págs. 1 e B4)

Desaquecimento já alcança as rodovias

A redução do crescimento no fluxo de veículos nos pedágios das rodovias chamou a atenção nos balanços trimestrais dos três maiores grupos do setor. Na CCR, o avanço, que atingiu 27% no último trimestre de 2010 em relação ao mesmo período do ano passado, caiu para 11% no terceiro trimestre deste ano. Na OHL Brasil a expansão diminuiu de 20% para 12% e na EcoRodovias, de 33% para 8%.

Além disso, dados elaborados pela Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) e pela Tendências Consultoria mostram que a movimentação de veículos pesados vem caindo há três meses. A movimentação de veículos leves, menor parte do faturamento das concessionárias, teve alta após três meses consecutivos de queda, mas deve voltar a cair na próxima divulgação. (Págs. 1 e B7)

Em crise, a Espanha vota por mudanças

Os espanhóis estão desesperados por mudanças. Eles estão sofrendo com a crise econômica iniciada com o colapso do Lehman Brothers, em 2008, que levou aos planos de socorro para Grécia, Irlanda e Portugal, seguidos das quedas de George Papandreou e Silvio Berlusconi. Sentiram na pele os cortes na assistência social, redução de salários dos servidores públicos e aumento de impostos. Nas eleições gerais de domingo, segundo pesquisas, Mariano Rajoy, do Partido Popular, deve obter vitória retumbante. Rajoy terá de arquitetar um ajuste a contento do povo espanhol e dos mercados internacionais de bônus. Ninguém acredita que será fácil. (Págs. 1 e A14)

Argentina corta quase US$ 1 bi em subsídios

O governo argentino anunciou um novo corte de subsídios, desta vez ao consumo de água, gás e energia, que representam cerca de US$ 17 bilhões, ou quase 4% do PIB nacional.

Ao contrário do primeiro anúncio, há 15 dias, envolvendo setores de baixo impacto, como jogos de azar, agora não se tratou de um gesto simbólico: foram cortados cerca de 3,97 bilhões de pesos, equivalentes a US$ 925 milhões. (Págs. 1 e A11)

Programa nuclear brasileiro atrai multinacionais (Págs. 1 e B7)

Entraves trabalhistas e burocráticos dificultam crescimento italiano (Págs. 1 e B12)

Aviso prévio sem reciprocidade

Memorando interno do Ministério do Trabalho que define o entendimento da lei do aviso prévio proporcional para os servidores do órgão estabelece que a nova obrigação é exclusividade do empregador. (Págs. 1 e A3)

Impsa investe em eólicas

A argentina Impsa vai receber US$ 150 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para construção de quatro parques eólicos, sendo três no Brasil e um no Uruguai. (Págs. 1 e B1)

Cencosud compra a Prezunic

A varejista chilena Cencosud comprou a rede de supermercados Prezunic, do Rio de Janeiro, por R$ 685,7 milhões. Com o negócio, o Brasil passa a ser o segundo maior mercado do grupo em vendas. (Págs. 1 e B4)

Tupy compra fábricas no México

De olho no mercado automotivo americano, a fundição Tupy comprou duas empresas no México- Cifunsa e Technocast – por USS 439 milhões. Com o negócio, também amplia sua atuação nos setores de máquinas agrícolas, de mineração e construção. (Págs. 1 e B9)

Código Florestal

Municípios paraenses trabalham para sair da “lista negra” do desmatamento, boa parte dele realizado por pequenos proprietários, em áreas de assentamento. “Muitos invadem, ganham a posse e vendem o terreno, para depois começar uma nova invasão”, diz líder comunitária Maria Lima. (Págs. 1 e Especial)

Marfrig estreia mercado chinês

A Marfrig fará o primeiro embarque de carne suína do Brasil para a China em 24 de novembro. O mercado chinês foi aberto em abril, durante visita da presidente Dilma Rousseff ao país. (Págs. 1 e B14)

“Private Equity” verde-amarelo

De janeiro a setembro, os investimentos de fundos de “private equity” no Brasil alcançaram o recorde de USS 4,5 bilhões, 78% do total destinado à América Latina e Caribe. Entre os Brics, o país assumiu a segunda colocação, atrás da China. (Págs. 1 e C5)

Açúcar impulsiona faturamento

Estratégia agressiva de vendas de açúcar fez o faturamento dos três grupos sucroalcooleiros de capital aberto crescer 30% no segundo trimestre da safra atual, mesmo com a quebra da produção de cana. (Págs. 1 e B14)

Pressão cambial e volatilidade

A persistência de rendimentos baixos nos mercados desenvolvidos fará investidores internacionais aumentarem em até US$ 2 trilhões suas aplicações em fundos dedicados a economias emergentes nos próximos três anos. (Págs. 1 e C5)

Ideias

Ribamar Oliveira

Dados do Banco Central indicam tendência declinante do superávit primário de Estados e municípios. (Págs. 1 e A2)

Ideias

Martin Wolf

A sobrevivência do euro e de uma Europa unida é do interesse dos alemães. Resta saber se estão dispostos a pagar o preço. (Págs. 1 e Al3)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Minas é o Brasil (para o bem e para o mal)

Estado é o segundo com mais emigrantes para o exterior e o primeiro para os EUA;

Renda média domiciliar de R$ 2.082 fica abaixo da média nacional, de R$ 2.222;

Número de lares mineiros e brasileiros sem saneamento tem queda significativa

Dados do Censo 2010 do IBGE mostram que o estado é um espelho das desigualdades regionais do país e também uma síntese dos avanços obtidos e das carências que permanecem. Conforme o levantamento, dos 491,6 mil brasileiros que emigraram, 82,7 mil saíram de Minas. Principal destino: os EUA. Lá, 43,2% dos residentes oriundos do Brasil são mineiros. As cidades de Sobrália, São Geraldo da Piedade e Fernandes Tourinho, no Vale do Rio Doce, são as que proporcionalmente mais “exportaram” gente. Um dos motivos é a baixa renda média domiciliar. A de Minas é apenas a 15ª do país. O censo constata ainda que o total de domicílios sem saneamento caiu de 43,6% em 2000 para 38% no ano passado. Em Minas, a queda foi de 33,6% para 25%. Nesse quesito, o estado caiu da 7ª para a 11ª posição. O percentual de mineiros com mais de 15 anos analfabetos baixou de 12% para 8,3%. (Págs. 1, 21, 23 e Editorial, 6)

Foto legenda: Lula reaparece sem a velha ‘companheira’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se antecipou à queda de cabelo por causa da quimioterapia e retirou a farta barba que o acompanhava desde os tempos de sindicalista. Ele também raspou a cabeça. Ao lado da mulher, Marisa Letícia, encarregada de deixá-lo com o novo visual, ele foi fotografado apenas de bigode. A imagem de Lula, que luta contra um câncer na laringe, foi um dos assuntos mais comentados nas redes sociais. (Págs. 1 e 8)

Lupi: Dilma cobra explicações sobre uso de avião de ONG

Presidente exigiu do ministro do Trabalho provas de inocência. Ele se defende hoje no Senado. (Págs. 1, 3 e 4)

Hilton Rocha

Projeto transforma prédio em um centro ambiental. (Págs. 1 e 9)

Cartórios de MG

Concurso é investigado por suspeita de irregularidades. (Págs. 1 e 10)

Crise financeira

Caos na Europa deve levar PIB brasileiro ao vermelho. (Págs. 1, 14 e 15)

Morte S/A: Rigor contra o golpe do DPVAT

Quinze dias após o Estado de Minas denunciar a atuação de quadrilhas que se apropriam do benefício, polícia centraliza investigação da prática em divisão especializada. (Págs. 1 e 24)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Fiat vai começar a seleção de pessoal

Cadastramento para qualificação terá início no fim do mês em Goiana, Aliança, Abreu e Lima, Itambé, Condado, Carnutanga, Igarassu, Itamaracá, Itapissuma, Itaquitinga e Timbaúba. (Págs. 1 e Economia 1)

Foto legenda: Lula de nova aparência

Na luta contra o câncer, ex-presidente se antecipa aos efeitos da quimioterapia, raspa o cabelo e a barba. (Págs. 1 e 5)

Censo mostra Zona Sul “inchada”

Em dez anos, Boa Viagem ganhou 22.534 novos moradores e tem população superior a alguns municípios da RME.

Menos gente

Segundo o Censo do IBGE, o bairro menor populoso do Recife é Pau Ferro com apenas 72 habitantes.

Desigualdade de renda

Os 10% de brasileiros mais ricos têm renda média mensal 39 vezes maior que os 10% mais pobres.

Famílias menores

Censo ainda mostra que brasileiras têm tido menos filhos e engravidado mais tarde. (Págs. 1, 10, Cidades 4 e Economia 4)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Radiografia do lar – Gaúchas chefiam 39% das famílias

Em apenas uma década, cresceu 58% o número de domicílios comandados por mulheres no Estado. (Págs. 1, 46 e 47)

Analfabetismo sofreu queda de 32,8% no RS (Págs. 1, 46 e 47)

Foto legenda: Lula contra o câncer

Em tratamento, ex-presidente antecipou-se à provável queda de cabelo e removeu também a barba que o caracterizava. (Págs. 1, 44 e 45)

Agonia política: Lupi perde sustentação até no PDT

Ouvido ontem por Dilma, ministro do Trabalho volta hoje a falar no Congresso. (Págs. 1 e 10)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Juros cairão ainda mais, diz Tombini

Presidente do BC fala em “ajustes moderados” na Selic, enquanto o governo estuda antecipar medidas de incentivo à economia. (Págs. 1, 6 e 33)

Brasil e Europa têm perfil de consumo parecido

Censo de 2010 revela que consumidor brasileiro procura produtos com mais praticidade e mais tecnologia. (Págs. 1 e 4)

Caixa obtém o maior lucro de sua história

De janeiro a setembro, resultado foi de R$ 3,5 bilhões, impulsionado por crédito imobiliário e para empresas. (Págs. 1 e 31)

Foto-legenda: Surpresa de Lula

Ex-presidente, ao lado de Marisa, se antecipa, raspa barba, cabelo e bigode e, mais uma vez, enfrenta o câncer com otimismo e bom humor. (Págs. 1, 8 e Artigo de Ricardo Galuppo, 40)

Preço de tablets cai no Natal

Aumento da concorrência faz com que produtos cheguem mais baratos aos consumidores no fim do ano. Itautec lança versão nacional para brigar com o iPad, da Apple, o Galaxy, da Samsung, e modelos importados da China. (Págs. 1 e 16)

Fim da novela. JAC monta fábrica na Bahia

Empresa chinesa erguerá unidade de R$ 900 milhões em Camaçari para produzir veículos de até R$ 40 mil. (Págs. 1 e 22)

Entrega de imóvel da PDG atrasa até 18 meses

Uma das maiores construtoras do país é alvo de 45 ações judiciais em apenas um edifício na cidade de Santos. (Págs. 1 e 20)

Bancos médios temem calote com piora da crise mundial

Prevendo inadimplência dos clientes nos próximos meses, instituições voltadas para pequenas e médias empresas elevam provisões para devedores duvidosos. (Págs. 1 e 30)

Vizinha do Tio Sam

Fundição Tupi compra empresas no México por US$ 439 milhões e inicia internacionalização. (Págs. 1 e 18)

Beijo contra o ódio

Em nova campanha polêmica, Benetton mostra Barack Obama e Hu Jintao se beijando. (Págs. 1 e 38)

Clipping Radiobrás

Edição:Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.