Dilma esvazia PMDB no governo e demite presidente da Transpetro – Empregos: Concursos municipais, estaduais e federais abrem 2.135 vagas no país – SP reduz isenção a anidro importado – Sete desafios para reformar o capitalismo – Ligação de celular ficará mais barata em fevereiro – Ligação de fixo para celular ficará 10,8% mais barata – EUA resgatam reféns de piratas somalis – STF lidera alta de gasto com diárias de viagem no Judiciário – Verba do Dnocs é para o RN, mas a seca é no RS…

O Globo

Manchete: Desabamento e morte

Prédio cai sobre outro no Centro e faz 11 vítimas

Dois prédios comerciais desabaram ontem à noite na Avenida Treze de Maio 44 e na Rua Manoel Carvalho 16, uma região de grande movimento no Centro do Rio, próxima a monumentos importantes da cidade, como o Teatro Municipal, a Câmara dos Vereadores e o Museu Nacional de Belas Artes. O número de vítimas ainda não era conhecido até as 22h30m – falava-se em 11, entre mortos e feridos. Segundo fontes da Defesa Civil municipal, pelo menos dois corpos foram encontrados. De acordo com as primeiras informações, teria havido uma explosão no prédio da Treze de Maio, de 18 andares, e os escombros teriam atingido o edifício da Manoel Carvalho, de 11 andares, cobrindo carros, motos e a calçada. Segundo testemunhas, havia um forte cheiro de gás no entorno. “O prédio (o da Treze de Maio) caiu todo, como se tivesse sido implodido. Parecia o World Trade Center”, contou o advogado Luiz Antônio Jean Trajan, que trabalha num escritório em frente. Edifícios vizinhos foram evacuados. Bombeiros também ouviram estalos num prédio na Almirante Barroso, ao lado de um dos edifícios que desabou. Ali, pessoas foram resgatadas na cobertura. A Avenida Rio Branco foi interditada, assim como parte da Almirante Barroso, além de quatro estações do metrô. (Págs. 1, 13 e 14)

Reino Unido perto da recessão aumenta incertezas na Europa

Em Davos, Merkel faz apelo a empresários e pede tempo

O Reino Unido está à beira da recessão. No último trimestre do ano passado, a economia britânica encolheu 0,2%, resultado pior do que o previsto, aumentando as incertezas na Europa. No Fórum Econômico Mundial, em Davos, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, fez apelo aos empresários para que deem tempo à Europa para resolver a crise da dívida. Pessimistas: Joseph Stiglitz e Michael Spence, ganhadores do Nobel de Economia, alertam para efeitos negativos de medidas de austeridade e dificuldades para implantar reformas em Itália e Espanha. (Págs. 1, 23 a 25 e Merval Pereira)

Brasil dá visto a Yoani após sinal de Cuba

Numa decisão da presidente Dilma Rousseff, que visita Cuba semana que vem, o Itamaraty deu visto para a blogueira Yoani Sánchez vir ao Brasil. Segundo interlocutores do governo, a autorização só foi concedida após Cuba ter sinalizado que permitirá a viagem da dissidente. Yoani, porém, se mostrou cética: “Agora falta a parte mais difícil.” (Págs. 1 e 30)

Verba do Dnocs é para o RN, mas a seca é no RS (Págs. 1, 3 e 4)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: STF lidera alta de gasto com diárias de viagem no Judiciário

Crescimento dessas despesas do Supremo foi de 41%, na contramão do Executivo

O Supremo Tribunal Federal (STF) aumentou em 41% as despesas com diárias de viagens de ministros e funcionários em 2011. O gasto saltou de R$ 707 mil para pouco mais de R$ 1 milhão em relação a 2010 e foi maior que o promovido por outros órgãos do Judiciário e pelo Ministério Público. No mesmo período, as despesas gerais com viagens da União caíram 35% (R$ 800 milhões). Também houve aumento dos desembolsos com diárias na Justiça Federal, na Justiça Militar e na Justiça do Trabalho, além do Conselho Nacional de Justiça. O Supremo informou que a verba atendeu a pedidos de ministros e servidores em suas atividades de trabalho, além de deslocamento de juízes auxiliares para ouvir testemunhas. Na Justiça Federal e na Justiça do Trabalho, o aumento de gastos em 2011 superou R$ 5 milhões. No Ministério Público da União o crescimento foi maior: R$ 5,2 milhões. (Págs. 1 e Nacional A4)

Alvo de protesto, Kassab ganha afago de Dilma

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) foi alvo de protesto que terminou com dez pessoas feridas na Praça da Sé. A PM usou bombas de efeito moral e gás de pimenta para dispersar os manifestantes. Kassab teve de sair da missa pelo aniversário da cidade escoltado por seguranças sob chuva de ovos e pedras. Profissionais da imprensa também foram intimidados pelo grupo. Depois, o prefeito foi a evento com a presidente Dilma Rousseff, que, em meio às negociações entre PT e PSD para uma aliança na eleição, elogiou a capacidade de Kassab de “agregar” e criar vínculos com “as pessoas mais diferenciadas”. (Págs. 1, Nacional A6 e Cidades C1)

Dilma Rousseff
Presidente

“Queria dirigir um cumprimento especial a essa figura capaz de agregar, capaz de criar vínculos fraternos e republicanos com as pessoas mais diferenciadas, que é o prefeito Gilberto Kassab”

País dá visto à dissidente cubana Yoani Sánchez

O governo brasileiro concedeu visto de turista para que Yoani Sánchez venha ao País para apresentação do documentário Conexión Cuba-Honduras. Colunista do Estado, ela havia pedido o visto em carta enviada na sexta-feira à presidente Dilma Rousseff. (Págs. 1 e Internacional Al3)

Yoani Sánchez
Dissidente cubana

“Agora falta o mais difícil, que é conseguir a autorização de saída (de Cuba)”

EUA adotam sistema de metas de inflação

Em um movimento histórico, o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) informou ontem que vai adotar o sistema de metas de inflação, o mesmo que é usado no Brasil desde 1999. O principal banco central do mundo se comprometeu a buscar um índice de 2% ao ano. Aqui, a meta é de 4,5%, com margem de tolerância de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo. A decisão do Fed foi anunciada após reunião que manteve a taxa básica de juros no intervalo entre 0 e 0,25% ao ano, nível em que está desde o fim de 2008. (Págs. 1 e Economia B1)

Ligação de fixo para celular ficará 10,8% mais barata

As ligações de telefones fixos para celulares ficarão 10,78% mais baratas em 24 de fevereiro. O preço médio, por minuto, cai de R$ 0,546 para R$ 0,487. Até 2014, será R$ 0,425. A determinação da Anatel deve reduzir ainda os custos das ligações entre celulares e até a inflação de 2012 poderá ser um pouco menor. (Págs. 1 e Economia B9)

EUA resgatam reféns de piratas somalis (Págs. 1 e Internacional A10)

Consumidor improvisa no 1º dia sem sacola plástica (Págs. 1 e Vida A15)

Venda de carro importado tem queda de 47% (Págs. 1 e Economia B5)

Cerco ao Irã pode elevar petróleo em 30%, diz FMI (Págs. 1 e Internacional A11)

José Serra

Reprovado no Enem

O ex-ministro Haddad fingiu confundir a crítica a seu desempenho com as críticas ao Enem. Talvez seu papel fosse mesmo investir na confusão. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Eugênio Bucci

A política vai ao entretenimento

O político dos nossos dias aprendeu a ser star. Fazer política, na nossa era, é fazer parte da festa ininterrupta da famigerada “grande mídia”. (Págs. 1 e Espaço Aberto A2)

Notas & Informações

Assim fica mais fácil

A prática dos “restos a pagar” tem sido cada vez mais utilizada pelos governos do PT. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Prédios desabam e Centro do Rio entra em pânico

Dois edifícios localizados em ruas vizinhas ao Theatro Municipal, área central da capital fluminense, caíram ontem à noite. Segundo a Defesa Civil, 11 pessoas estariam nos escombros. Os bombeiros passaram a madrugada em busca das vítimas. O barulho, a poeira e o cenário de destruição assustaram os trabalhadores da região, que, há cerca de três meses, já havia sido abalada pela explosão de um restaurante, com três mortes. (Págs. 1 e 10)

Caso Duvanier: Protestos na missa

Amigos de Duvanier Ferreira pediram ontem o esclarecimento da morte do secretário. A ministra Miriam Belchior exige a punição dos responsáveis caso seja comprovada a negligência no atendimento médico. (Págs. 1 e 16)

Verba do Dnocs ajudou eleição de filho do diretor-geral (Págs. 1 e 2)

Ligação de celular ficará mais barata em fevereiro (Págs. 1 e 12)

Diplomacia: Blogueira cubana obtém visto brasileiro

O Ministério das Relações Exteriores anunciou a concessão do visto à blogueira Yoani Sánchez, que, em entrevista ao Correio publicada ontem, disse ter fé em Dilma para conseguir visitar o país. Yoani, agora, depende da liberação de Cuba para vir ao Brasil. Seus pedidos para deixar o país são normalmente negados pelo governo Castro. (Págs. 1 e 7)

PF investiga antraz em embaixada (Págs. 1 e 34)

Foto legenda: Cenas de campanha

No aniversário de 458 anos de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD) reuniu políticos de diferentes partidos, como a presidente Dilma, do PT, e Fernando Henrique Cardoso, do PSDB. Mas o anfitrião foi mal recebido na própria festa: manifestantes atiraram ovos no prefeito e entraram em confronto com a polícia. Também na capital paulista, Lula e o ator Reinaldo Gianecchini, ambos em tratamento contra o câncer, posaram para fotos. (Págs. 1, 6 e 11)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Receitas de concessões vão estimular aviação regional

Os recursos arrecadados com as concessões de aeroportos permitirão ao governo mais que triplicar os investimentos na infraestrutura da aviação regional. Com isso, a quantidade de cidades atendidas por voos regulares – hoje são 129 – deverá subir para 209 até 2014, segundo plano da Secretaria de Aviação Civil. A única fonte hoje disponível para financiar aeroportos de pequeno porte administrados por governos é o Profaa, com orçamento anual de R$ 200 milhões.

Duas outras fontes passarão a compor o recém-criado Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac), que será regulamentado por decreto presidencial nas próximas semanas: o dinheiro arrecadado com a concessão dos aeroportos e o adicional da tarifa de embarque internacional. A estimativa do governo é que mais de R$ 650 milhões estejam disponíveis para financiar aeroportos menores a partir de 2012. Empresas aéreas já garantiram ter interesse em operar as novas rotas e dizem que só não fazem isso ainda por problemas na infraestrutura existente. (Págs. 1 e A3)

Sete desafios para reformar o capitalismo

Apesar dos esforços bem-sucedidos de estabilização das economias, as pessoas estão mais perto do desespero. Algo parece estar errado com o sistema capitalista. Mas o que precisa ser feito para reformar o sistema?

O capitalismo sempre mudou e essa é, na verdade, a sua genialidade. Os choques de hoje justificam reformas urgentes. Consideremos sete desafios. 1) Os erros cometidos pelo excesso de alavancagem não podem ser repetidos; 2) É preciso criar amortecedores maiores para colapsos nas redes financeiras, principalmente a exigência de mais capital; 3) Atacar os problemas de desigualdade com explícita redistribuição fiscal dos vencedores para os perdedores e para seus filhos; 4) Mudar a governança empresarial – as grandes companhias não têm donos e isso as torna vulneráveis a saques pelo alto escalão. 5) Mudar a tributação para transferir a carga da renda para o consumo e a riqueza. 6) Proteger a política das investidas do mercado e regulamentar o uso do dinheiro nas eleições; 7) Aumentar a governança mundial para adaptá-la ao capitalismo contemporâneo globalizado. (Págs. 1 e A12)

British pode participar da compra da American

Alguns interessados em comprar a American Airlines estão buscando o apoio – e talvez um investimento – da British Airways para uma possível oferta, disseram pessoas a par da questão.

A empresa de private equity TPG Capital, que estuda investir na matriz da America Airlines, a AMR, entrou em contato com a Consolidated Airlines Group (ICA), a controladora da British e da Iberia Líneas Aéreas de España. A empresa espera determinar se a British estaria interessada em dar sua bênção à oferta da TPG ou até mesmo participar de um investimento na firma. A US Airways Group também tem interesse em uma fusão com a AMR, que pediu concordata no fim de novembro. (Págs. 1 e B4)

Equipamento hospitalar atrai capital externo

A empresa sueca Elekta vai antecipar para este ano investimento de US$ 250 milhões a US$ 300 milhões na construção de uma fábrica no Brasil para a produção de equipamentos hospitalares digitais de imagens na área de oncologia, informou ao Valor seu vice-presidente para a América Latina, Antonio Ponce.

Esse não é o único projeto de novos investimentos estrangeiros no país em produtos médicos. O Brasil deverá receber a partir deste ano quase US$ 1 bilhão para a construção de pelo menos três fábricas, uma delas para o desenvolvimento de vacinas. O Ministério da Saúde está em conversações com pelo menos cinco multinacionais para negociar a nacionalização e transferência tecnológica de medicamentos e equipamentos, com o objetivo de reduzir o déficit da balança comercial da saúde, que em 2011 alcançou US$ 11 bilhões. Entre elas, estão as companhias americanas GE e Varian, a alemã Siemens e a holandesa Philips. (Págs. 1, B1 e B8)

As tarefas de Graça na Petrobras

Graça Foster, indicada para a presidência da Petrobras, terá de enfrentar vários desafios para diminuir as desconfianças do mercado financeiro e de acionistas minoritários em relação à empresa. O maior deles é operacional. A Petrobras fechou 2011 com produção média de 2,022 milhões de barris/dia, 4% menor que a meta estabelecida.

É vista com preocupação a queda da produção em campos gigantes da Bacia de Campos, como Roncador, Marlim, Marlim Sul e Marlim Leste, enquanto se acelerou a exploração no pré-sal. Em relatório do Deutsche Bank, os analistas Marcus Sequeira e Luiz Fonseca admitem frustração com as tendências de produção da estatal e afirmam que apesar do pré-sal da Bacia de Santos ser a principal fonte de crescimento da Petrobras nos próximos anos, a Bacia de Campos “permanecerá a província mais importante para a empresa e para o país por um tempo”. (Págs. 1 e B7)

Crédito imobiliário da Caixa deve crescer 20% neste ano

Nos primeiros 20 dias do ano, a Caixa aprovou R$ 4,38 bilhões em financiamentos imobiliários, alta de 75,2% em relação ao mesmo período do ano passado. A expansão dá ideia do ritmo que o banco quer imprimir às suas operações.

O objetivo é ampliar a liberação de empréstimos imobiliários em 20% neste ano, com o volume total de novos contratos passando de R$ 80 bilhões para R$ 96 bilhões. “Acreditamos que é possível chegar aos R$ 100 bilhões, já que no segundo semestre o ritmo das operações costuma ser mais forte”, disse o vice-presidente de governo, José Urbano Duarte. Dos R$ 96 bilhões, R$ 41,3 bilhões são para o programa Minha Casa, Minha Vida, subsidiado pelo governo, destinado a famílias com renda de até R$ 5 mil. (Págs. 1 e C2)

Fed prevê juro baixo até fim de 2014 e acena com novos estímulos à economia (Págs. 1 e C1)

Barack Obama elege impostos como tema de campanha (Págs. 1 e A9)

Transporte cresce em ritmo menor

O transporte aéreo de passageiros no país encerrou 2011 com alta de 15,72%, terceiro ano de expansão em dois dígitos, mas inferior aos dois anos anteriores, confirmando tendência de desaceleração. (Págs. 1 e B4)

Terra vence licitação na Linha 4

O grupo de comunicação Terra venceu concorrência para administrar o serviço de mídia digital nas estações e trens da Linha 4-Amarela, do metrô de São Paulo. Segundo fontes próximas ao negócio, o valor da concessão é de cerca de R$ 15 milhões. (Págs. 1 e B5)

Concessão no saneamento

O consórcio Foz/Saab — formado por Foz do Brasil, do grupo Odebrecht, e Águas do Brasil — assina nesta semana o contrato de concessão do serviço de saneamento da zona oeste do Rio de Janeiro. Em 30 anos, deverão ser investidos R$ 1,7 bilhão. (Págs. 1 e B8)

SP reduz isenção a anidro importado

O Estado de São Paulo reduziu o prazo de isenção do ICMS para importação de etanol anidro. Previsto até 31 de maio, o benefício terminará em 29 de fevereiro. Segundo o governo, a baixa oferta de etanol, que motivou o incentivo, já está sendo corrigida. (Págs. 1 e E1)

Devolução de tributos

Decisões recentes da Justiça, em segunda instância, têm admitido ações movidas por consumidores finais reivindicando a restituição de tributos, notadamente no caso do ICMS cobrado sobre consumo de energia elétrica. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Simon Johnson

As pontes entre o Congresso e as firmas de lobby foram fundamentais na desregulamentação financeira que levou à crise. (Págs. 1 e A11)

Ideias

Eduardo de Carvalho Andrade

Ajustes na composição do Copom são desejáveis, mas a questão central é a eterna desconfiança. (Págs. 1 e A11)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Prédios desabam e assombram o Rio

Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas no desmoronamento de três edifícios no Centro do Rio, por volta das 20h30 de ontem. Uma explosão de gás teria provocado a queda, o que não foi confirmado. Os imóveis eram comerciais e já estavam praticamente vazios. Mas havia gente à procura de parentes que estariam no local. Construções vizinhas, inclusive o anexo do Theatro Municipal, podem ter sido atingidas. Toda a área foi isolada para o trabalho de buscas de vítimas e remoção dos destroços. (Págs. 1, 10 e 11)

Emergência

203 cidades mineiras ainda pedem socorro por causa das chuvas. Maioria não sabe como receber verbas

Com uma população de 3,45 milhões de pessoas atingidas pelas enchentes, das quais quase 80 mil estão desabrigadas ou desalojadas, os municípios em estado de emergência teriam direito a recursos federais. Mas, por falta de encaminhamento adequado dos pleitos, dos R$ 30 milhões já liberados para ações emergenciais, só Cipotânea, Ouro Preto, Vespasiano, Contagem, Muriaé e Governador Valadares receberam um total de R$ 1,95 milhão. BH, que enviou projeto de reconstrução, mais cinco cidades que levaram a Brasília propostas de prevenção aguardam resposta. O Estado de Minas contactou 184 municípios, dos quais 57 acreditam ter feito corretamente os pedidos de verba. Mas os ministérios da Integração Nacional e das Cidades, que dispõem de mais de R$ 200 milhões, desconhecem. E a meteorologia avisa: Há risco de temporais a partir de amanhã. (Págs. 1, 19 e 20)

Vereadores: Câmara de BH cria mais 52 cargos sem concurso, agora na prefeitura (Págs. 1, 3 e 4)

Telefonia: Tarifas de ligações entre fixos e celulares ficam mais baratas (Págs. 1 e 15)

Empregos: Concursos municipais, estaduais e federais abrem 2.135 vagas no país (Págs. 1 e 12)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Ligação fixo-celular vai ficar mais barata

Anatel determina que operadoras baixem em 10,78% o preço dessas chamadas após o Carnaval. Medida, que demorou a ser homologada por causa de liminar conseguida pela Oi, vai reduzir a inflação. (Págs. 1 e Economia 1)

Ciberativista cubana ganha visto brasileiro

Yoani Sánchez mantém blog mesmo morando em Cuba e costuma utilizar conta no Twitter para criticar a ditadura. (Págs. 1 e 10)

Situação piora para jornalistas no Brasil

País caiu 41 posições no Ranking de Liberdade de Imprensa pela ONG Repórteres sem Fronteiras. (Págs. 1 e 9)

Foto legenda: Desabamentos e destruição no Rio

Três prédios vieram abaixo nas imediações do Theatro Municipal. Até a 0h15, não havia confirmação de mortos. (Págs. 1, 11 e 12)

Foto legenda: Lixo hospitalar na conta do Estado

Incineração. Queima do material vinda de hospitais para empresas do polo têxtil do Agreste é custeada pelo governo. (Págs. 1 e Economia 5)

Foto legenda: Lula e Gianecchini se encontram

Câncer
O ex-presidente e o ator, que fazem tratamento contra a doença no mesmo hospital, conversaram e tiraram fotos. (Págs. 1 e 8)

Lixo sai de Noronha após 5 anos

São 1.500 toneladas de material que serão enviadas para o continente. Primeira leva é de 350 toneladas. (Págs. 1 e Cidades 6)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Horror no Rio

Desabamento de prédios, um deles com 17 andares, espalha pânico e mobiliza operação no coração da capital fluminense. (Págs. 1 e 44)

UFRGS reduz exigência para preencher cotas raciais

Ao baixar a média para o acesso a vagas, medida eleva de 24 para 114 o número de cotistas nos 10 cursos mais procurados. (Págs. 1, 42 e 43)

Fim de novela: Dilma quita dívida de R$ 4 bilhões com a CEEE

Presidente, que chegou ontem para o Fórum Social, assina hoje na Capital o acordo com o Estado. (Págs. 1, 6, 10, 12 e 17)

Meninos condenados: A Febem que ainda assombra

Métodos ultrapassados estão na origem do fracasso na tentativa de recuperação de jovens. (Págs. 1, 4 e 5)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Dilma esvazia PMDB no governo e demite presidente da Transpetro

Os líderes do partido bem que tentaram segurar Sérgio Machado no cargo, mas, depois de oito anos e meio, a decisão de demití-lo está tomada. É uma manifestação de poder da futura presidente da Petrobras, Graça Foster. A saída reforça a perda de poder do PMDB na área de Minas e Energia. (Págs. 1 e 6)

Países da Zona do Euro fazem rodízio de suas dívidas

A Alemanha, de Angela Merkel, é a principal ”cliente” das emissões na região, num processo em que o endividamento muda de mãos, mas não sai da região. (Págs. 1 e 4)

“Estamos bombando”

Sérgio Amado, chairman da Ogilvy, diz ao BRASIL ECONÔMICO que vai comprar “2 ou 3” novas agências em 2012. (Págs. 1 e 26)

A Pirelli acelera

A fabricante italiana de pneus vai investir US$ 1 bilhão na América Latina. Metade virá para o Brasil. (Págs. 1 e 20)

Banco Postal quer 2 mi de novos clientes

Essa é a meta que deverá ser atingida em 2012, o primeiro ano de operação do serviço sob o comando do Banco do Brasil. (Págs. 1 e 30)

Copa Airlines aterrissa no Nordeste brasileiro

Em entrevista exclusiva ao BRASIL ECONÔMICO, Pedro Heilbron, CEO da companhia, conta que vai inaugurar rota diária Recife/Panamá. (Págs. 1 e 18)

Braskem ‘fabrica florestas’ na Bahia

Petroquímica produz mudas de espécies nativas para criar corredor ecológico em Camaçari. (Págs. 1 e 12)

Viracopos, a joia do leilão dos aeroportos

O terminal de Campinas (SP) deverá ser o alvo da maior disputa no processo de concessão. É dele o maior potencial de crescimento. (Págs. 1 e 16)

IRB, a estatal dos resseguros, inicia o processo de sua privatização

No próximo dia 6, será escolhida a auditoria que irá definir o preço de conversão das ações preferenciais em ordinárias para posterior venda. (Págs. 1 e 32)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.