País tem legião de ‘pobres invisíveis’; Há um ano o governo federal começou a mapear os brasileiros miseráveis que não estão sob o abrigo de programas sociais...Universidade: Greve nas federais afeta 47 mil alunos; Professores da UFSM aderem à paralisação que já inclui Unipampa e Furg… –  Dólar alto ainda não ajuda exportações; Efeito da desvalorização de 30% do real neste ano só será sentido em 2013, pois maior parte dos contratos foi fechada antes da variação cambial… –

O Globo

Manchete: Eleição de 2012 criará 3.672 vagas de vereador

Legislativo municipal aumentará em 1.083 cidades; número pode crescer

As eleições municipais deste ano vão abrir 3.672 novas vagas de vereadores, inchando ainda mais a estrutura das câmaras municipais de 1.083 municípios. O total de cadeiras nos legislativos municipais chega hoje a 51.748. O crescimento será de 7,1%. Em balanço inédito, a Confederação Nacional dos Municípios mostra que o número de legisladores pode crescer ainda mais porque as cidades têm até 30 de junho para aprovar novas leis que regulamentam a criação de vagas. A pesquisa não aponta o impacto financeiro, mas a expectativa é que o desembolso será milionário. No Estado do Rio, Teresópolis, que ainda não superou a tragédia das chuvas de 2011, passará de 9 para 21 vereadores. Especialistas dizem que a lei, que estipula o crescimento de vagas por número de habitantes, deve ser reavaliada. (Págs. 1 e 3)

Comissão dificulta a soltura de presos

Reforma do Código Penal deve obrigar condenados a penas longas a cumprir mais tempo na cadeia

A comissão de juristas que trabalha na reforma do Código Penal aprovou duas propostas que devem obrigar o cumprimento de pelo menos 30 anos de prisão para os criminosos condenados a longas penas, por crimes como chacinas e outros que tenham várias vítimas. O anteprojeto será apresentado ao Congresso em junho. Se aprovada a decisão da comissão, as penas serão fixadas de acordo com o número total de vítimas, e benefícios como progressão de regime serão calculados sobre o total da pena, e não sobre o tempo máximo que, por lei, um condenado pode permanecer preso hoje. (Págs. 1 e 5)

Fotolegenda: O Brasil que viaja de barco

Um barco leva passageiros, acomodados em redes, de Manaus a Belém pelo Rio Amazonas, um trajeto de 1.584 quilômetros percorrido em cinco dias, como mostra o segundo dia da série “O Brasil que não viaja de avião”. Apesar de 12 milhões de pessoas terem usado o transporte fluvial na Amazônia em 2011, o serviço é o único não regulamentado no país. Com isso, não há metas de atendimento ou controle de tarifas. (Págs. 1, 19 e 20)

CPI vota amanhã quebra de sigilo da Delta

Oposição quer interpelar Lula sobre diálogo com Gilmar Mendes, ministro do STF

A CPI que investiga o escândalo Cachoeira vota amanhã requerimento de quebra de sigilo da matriz da Delta Construções, empreiteira investigada por corrupção. Parlamentares querem acesso à movimentação financeira para comprovar propinas. A CPI também decidirá se convoca os governadores Marconi Perillo, Agnello Queiroz e Sérgio Cabral. PSDB e DEM estudam medidas para cobrar explicações de Lula, que teria pressionado o ministro Gilmar Mendes, do STF, para adiar o julgamento do mensalão. JORGE BASTOS MORENO revela detalhes do encontro. (Págs. 1, 9, 10 e Coluna do Noblat)

Educação: Em 104 escolas do Rio, mais da metade repete

Levantamento feito pelo GLOBO com dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) mostra que 104 das 283 escolas estaduais na cidade do Rio não conseguiram aprovar, no ano passado, nem a metade dos alunos do ensino médio. O número corresponde a pouco mais de um terço das unidades. A maior parte dessas unidades com alto índice de fracasso escolar funciona à noite, não tem prédio próprio nem merenda para alunos que geralmente trabalham o dia todo. (Págs. 1 e 4)

Digital & Mídia

O mercado publicitário cresceu 8% em 2011, três vezes mais do que o PIB, movimentando R$ 39 bi. (Págs. 1 e 24)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Governo vai simplificar tributos e pode subir alíquota

Proposta prevê a unificação das contribuições PIS e Cofins e deve ser feita por meio de medida provisória

O governo prepara uma reforma em dois dos mais complicados tributos cobrados no País: as contribuições para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e para o Programa de Integração Social (PIS). Na sexta-feira, a proposta foi levada à presidente Dilma Rousseff pelos secretários Nelson Barbosa (executivo da Fazenda) e Carlos Alberto Barreto (Receita Federal), numa conversa da qual participou também o empresário Jorge Gerdau. O plano prevê a unificação da Cofins e do PIS, dando origem a uma única contribuição, com modelo mais simples de cobrança. Com a mudança, o governo pode perder receita e, por isso, estuda elevar a alíquota do tributo. A alteração na legislação exige apenas uma lei ordinária e pode ser feita por meio de medida provisória. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)

Everardo Maciel
Ex-Secretário da Receita

“É como querer emagrecer sem abrir mão de uma dieta rica em gorduras”

PSDB cobra Lula após denúncia de pressão ao STF

O PSDB prepara medidas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teria pressionado o ministro Gilmar Mendes, do STF, para adiar o julgamento do mensalão em troca de proteção na CPI do Cachoeira. O partido discute se leva o caso à Justiça, se propõe a convocação de Lula e Mendes para depor na CPI ou se pede uma acareação entre os dois. (Págs. 1 e Nacional A7)

ONU condena governo sírio por massacre

A ONU convocou reunião emergencial de seu Conselho de Segurança para deliberar sobre o massacre de 108 civis, sábado, na Síria. EUA pressionaram para que a Rússia não obstruísse moção de condenação ao regime. (Págs. 1 e Internacional A10)

País tem legião de ‘pobres invisíveis’

Há um ano o governo federal começou a mapear os brasileiros miseráveis que não estão sob o abrigo de programas sociais. Esperava encontrar 800 mil famílias até 2013. Só no primeiro ano de busca já achou 700 mil. (Págs. 1 e Nacional A4)

Azul anuncia hoje fusão com a Trip

A companhia área Azul deve anunciar hoje a fusão com a empresa de voos regionais Trip. Acionistas da Azul ficarão com 80% do capital. O negócio foi antecipado pela colunista Sonia Racy. (Págs. 1 e Economia B9)

Videoconferência para preso fica ociosa em SP (Págs. 1 e Cidades C1)

Enem deverá triplicar correção extra da redação (Págs. 1 e Vida A16)

José Roberto de Toledo

Uma árvore, um voto

Faltam 15 milhões de árvores nas cidades brasileiras. Plantá-las transformaria a paisagem urbana do País – e a sorte de milhares de prefeitos. (Págs. 1 e Nacional A6)

Carlos A. Sardenberg

Dilema europeu

Se a Grécia abandonar o euro, haverá contágio e a União Européia terá de gastar muito mais dinheiro para apoiar outros países. (Págs. 1 e Economia B2)

Notas & Informações

As pressões sobre as agências

Elas foram estruturadas de modo a evitar ingerência política. Faltou combinar com os políticos. (Págs.1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Brunelli garante cela só para ele

Desde 13h de ontem, Júnior Brunelli está preso na 5ª DP. De lá o acusado de desviar R$ 1,7 milhão em emendas parlamentares e de crimes como formação de quadrilha e lavagem de dinheiro só saiu para fazer o exame de corpo de delito no IML. E sempre com a cabeça coberta por uma jaqueta bege de grife. O ex-advogado (daí a regalia), prestou depoimento por quatro horas, mas as informações são mantidas em sigilo.

OAB começa hoje a investigá-lo. (Págs. 1 e 17)

Será que Demóstenes vai ficar calado?

Depois de três meses de silêncio, senador tem a chance de se defender no Conselho de Ética e também na CPI. (Págs. 1 e 2)

Primavera Árabe: ONU condena os massacres na Síria

Conselho de Segurança faz reunião de emergência e, por unanimidade, cobra o fim dos ataques das forças do presidente Bashar al-Assad contra civis. Foram 108 mortos em dois dias. A violência está longe do fim: a oposição convocou uma “batalha pela liberdade”. (Págs. 1 e 12)

Código Florestal: Os detalhes dos vetos de Dilma (Págs. 1 e 5)

Ciência

Pesquisadores de Minas usam insetos para analisar a qualidade da água das bacias hidrográficas. (Págs. 1 e 16)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Varejo dependente de crédito cresce menos

Os segmentos do varejo mais ligados à renda exibem neste ano um desempenho superior ao daqueles mais dependentes do crédito. No primeiro trimestre, as vendas dos “setores renda” cresceram 5,7% em relação ao trimestre anterior, feito o ajuste sazonal, enquanto as dos “setores crédito” tiveram alta de 1,6%, segundo divisão elaborada pela LCA Consultores a partir da Pesquisa Mensal do Comércio do IBGE. Na média, as vendas do varejo cresceram 3% em relação ao quarto trimestre de 2011.

O primeiro grupo, mais vinculado à renda, teve como grande destaque o setor de supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que avançaram 6,5% no período. No caso dos segmentos ligados ao crédito, quem puxa o desempenho para baixo são as vendas de veículos, que recuaram 0,3% na mesma base de comparação. (Págs. 1 e A3)

Montadora reduz remessa de lucros

Com queda nas vendas e estoques crescentes na indústria e nas revendas, as montadoras instaladas no Brasil reduziram sensivelmente as remessas de lucros para suas matrizes no exterior. Até abril, a queda nos envios foi de 70% em relação a igual período de 2011. As remessas totalizaram US$ 663 milhões.

O desempenho tem como pano de fundo a deterioração dos resultados dos fabricantes, pressionados pela queda do consumo e o maior esforço de venda para reduzir os estoques formados nos últimos meses — uma combinação que se tomou evidente nos feirões e promoções realizados recentemente. (Págs. 1 e B1)

Demanda por viagem aérea contínua mais fraca

A demanda por viagens aéreas domésticas cresceu 5,33% em abril em relação ao mesmo mês do ano passado, segundo números que serão divulgados hoje pela Agência Nacional de Aviação Civil. Embora mostre recuperação em relação ao avanço de 1,27% ocorrido em março, o desempenho foi o mais fraco para o mês de abril desde 2009. O resultado confirma tendência verificada desde setembro, quando a demanda doméstica passou a crescer menos, depois de 24 meses de expansão vigorosa.

Para Elton Fernandes, especialista em transporte aéreo da Coppe/UFRJ, há uma mudança de patamar na procura por voos. “A evolução da demanda não vai repetir os dois anos anteriores. Não se espera que a classe C, que pagou passagens em até 36 vezes, repita a compra agora”, diz.

TAM e Gol responderam por 74,7% da demanda doméstica em abril, um recuo de 6,2 pontos percentuais em relação ao mesmo mês de 2011. Enquanto isso, Azul e Trip iniciam negociação para criar empresa com 15% do mercado. (Págs. 1 e B5)

BC tenta melhorar expectativa de investidores estrangeiros

Em resposta à onda de pessimismo que invadiu os mercados financeiros, o Banco Central (BC) iniciou estratégia para melhorar as expectativas, principalmente de investidores estrangeiros. Na semana passada, analistas baseados em Nova York foram chamados para conversas privativas — em alguns casos, com o próprio presidente do BC, Alexandre Tombini. O objetivo é tentar conter o viés negativo que passou a dominar relatórios produzidos por instituições financeiras nas últimas semanas e que claramente afetou os preços dos ativos no mercado local.

A mensagem do BC é que a atividade vai começar a responder aos estímulos no segundo semestre. A autoridade sinalizou que agirá com “parcimônia” na condução da política monetária — o que significa cortes menores na taxa de juros —e deixou claro que não permitirá que o dólar avance além do patamar atual, de R$ 2,00. “O BC vendeu muito pessimismo em agosto, para justificar suas decisões de política monetária, e talvez isso tenha contribuído para esfriar ainda mais a economia”, diz um dos profissionais convidados para os encontros. (Págs. 1 e C1)

PT fica com 89,5% das doações

Alvo de críticas por parte de petistas, pela doação de R$ 8,2 milhões ao diretório do PSDB em 2010, e investigado no mensalão do DEM depois de ter sido filmado entregando pacotes de dinheiro a um ex-secretário do governo do Distrito Federal, José Celso Gontijo, dono de empresas imobiliárias e de call center em Brasília, doou R$ 600 mil ao PT em 2011.

Gontijo doou como pessoa física, mas o grosso dos recursos arrecadados pelo PT no ano passado veio de empresas. Dos R$ 54,6 milhões doados por pessoas jurídicas para 29 partidos em 2011, o PT ficou com 89,5%. Empreiteiras, fornecedores da Petrobras, agronegócio, petroquímicas e setor financeiro foram, nesta ordem, os setores que mais contribuíram para o PT quitar dívidas da campanha de 2010. Foi a maior arrecadação petista em ano sem eleição. (Págs. 1 e A9)

Porco caipira ensaia volta ao cardápio

Sinônimo de sujeira no passado e em baixa no campo e no prato desde a década 70, com o avanço da produção industrial de carne suína, o porco caipira ensaia seu retomo aos cardápios.

Com assistência técnica e manejo específicos, além de alimentação balanceada, o engenheiro agrônomo André Heury de Alvarenga, sócio do frigorífico Temra, de Araçariguama, abraçou a causa e procura criadores em municípios do interior paulista para ganhar escala e comercializar a saborosa carne do animal em restaurantes, empórios e supermercados da capital de São Paulo. (Págs. 1 e B16)

Com medo de greves e manifestações, turistas europeus evitam a Grécia (Págs. 1 e A11)

BC da Suíça sinaliza controle de capitais se Grécia sair do euro (Págs. 1 e C7)

Ultrapar compra terminal marítimo no Porto de Itaqui (Págs. 1 e B9)

Empresas Centenárias

Qualidade, planejamento sucessório e inovação são alguns dos atributos das marcas mais duradouras, vencedoras incontestáveis num país onde nem 0,5% das empresas chega aos 50 anos. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Logística

Perspectiva de o Brasil se tornar a quinta maior economia do mundo ainda esbarra na estrutura logística deficiente, que coloca em xeque a competitividade dos produtos nacionais. (Págs. 1 e Caderno Especial)

Obras do Galeão ainda no papel

Apesar de licitadas pelo Regime Diferenciado de Contratação (RDC), criado para dar mais agilidade às obras da Copa, as duas concorrências para reformas e modernização do aeroporto do Galeão, no Rio, realizadas no fim do ano passado, até agora não tiveram início. (Págs. 1 e A2)

Estados mudam regime do servidor

Após a criação do fundo de previdência complementar dos servidores federais, 15 Estados preparam reforma semelhante para seus funcionários. O mais adiantado no processo é o Rio de Janeiro, que deve aprovar a reforma nos próximos dias. (Págs. 1 e A4)

Avalista, Pará paga dívida da Celpa

Enquanto credores esperam para receber R$ 2 bilhões da Celpa, em recuperação judicial, o Estado do Pará, avalista da distribuidora em dívida com a União, arca com o débito e teve R$ 2,6 milhões retidos de sua cota no Fundo de Participação dos Estados. (Págs. 1 e B6)

Paraguai quer polo metalúrgico

Ao mesmo tempo em que negocia com a Rio Tinto a instalação de um grande projeto de produção de alumínio primário no pais, o governo do Paraguai tenta atrair, também, empresas brasileiras transformadoras do metal. (Págs. 1 e B8)

STJ livra vinho importado de etiqueta

Superior Tribunal de Justiça confirma sentença de 1ª instância que libera importadores de vinhos de etiquetar todas as garrafas que chegam ao país, exigência imposta pela Receita no início do ano. (Págs. 1 e E1)

Grandes devedores na mira da AGU

A Advocacia-Geral da União criou um grupo para cuidar da cobrança a grandes devedores de autarquias e fundações públicas federais. O foco inicial do trabalho será sobre dívidas com o Ibama, Anatel, Aneel e Departamento Nacional de Produção Mineral. (Págs. 1 e E1)

Ideias

Denise Neumann

Crescimento da renda e do varejo mostra que ciclo de crescimento baseado no consumo ainda não se esgotou. (Págs. 1 e A2)

Ideias

Renato Janine Ribeiro

Comissão da Verdade é tentativa de passar o Brasil a limpo, de tratar o passado vergonhoso de maneira conseqüente. (Págs. 1 e A8)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Ladrão é preso, mas receptador fica livre

Enquanto quem furta, arromba e assalta está na mira das forças de segurança, aqueles que fomentam o crime, comprando e até encomendando mercadorias roubadas para revender, continuam a agir livremente. Em Minas, 16.970 pessoas estavam presas por furtos, roubos e latrocínios em dezembro do ano passado, contra apenas 892 por receptação de produtos. A proporção de um receptador para cada 19 ladrões é a pior do Sudeste, já que em São Paulo é de um para 18,5; no Rio, de um para 12; e no Espírito Santo, de um para 14. Pouco acossados, os receptadores movimentam um intenso mercado paralelo conhecido da polícia em locais como a Praça Sete, o entorno da Rodoviária, feiras improvisadas e ferros-velhos da região da Lagoinha. (Págs. 1 e 17)

TCE: Presidente sai e o filho ganha cargo

Uma semana depois de o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Antonio Carlos Andrada, renunciar ao cargo para disputar a Prefeitura de Barbacena, o filho dele recebeu a herança. Bonifácio José Suppes de Andrada foi nomeado assessor do novo presidente, Wanderley Ávila, com salário de R$ 13.847. (Págs. 1 e 3)

Misterioso assassinato de cachorros

O assunto está em todas as rodas em Prados, no Campo das Vertentes: quem estaria exterminando os cães vadios da cidade? Nas redes sociais, chegaram a responsabilizar a prefeitura pelo envenenamento dos vira-latas, o que foi desmentido pelo Executivo em comunicado oficial. Para o prefeito, Gustavo Gastão Cardoso (PT), “é uma cachorrada política em ano eleitoral”. (Págs. 1 e 21)

Indústria mineira: Salário cresce três vezes mais que a produtividade

Nos últimos 10 anos, até março, os vencimentos dos trabalhadores aumentaram 57,2%, enquanto a produção física por empregado teve expansão de 17,8%, conforme o IBGE. O descompasso alerta para a necessidade de investimentos na qualificação da mão de obra e na incorporação de tecnologia nos processos produtivos. (Págs. 1 e 10)

Aviação: Companhias Trip e Azul devem anunciar fusão hoje (Págs. 1 e 11)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Estaleiro sob ameaça

Após a entrega do primeiro navio, sexta, Transpetro suspendeu contratos de 16 dos 22 petroleiros encomendados ao Atlântico Sul. Para recuperá-los, empresa de Suape, tem até 30 de agosto para conseguir sócio e estabelecer cronograma confiável. (Págs. 1 e 7)

Comissão da Verdade local está definida

Nove nomes farão investigação. Dom Fernando pediu rigor sobre o padre Henrique. (Págs. 1 e Capa Dois)

Começam hoje as inscrições para o Enem

Processo vai até 15 de junho, ocorre apenas pela internet e a taxa é de R$ 35. (Págs. 1 e 4)

Mortalidade materna cai no Recife

O número de óbitos por complicações durante a gravidez, parto e pós-parto atingiu o menor índice dos último quatro anos, com redução que passa de 40%. Prefeitura credita resultado ao programa Defesa da Vida. (Págs. 1 e 10)

Petistas se acusam sobre os motivos da “guerra” (Págs. 1 e 3)

Greve na UFPE

Parados há dez dias, professores fizeram ontem ato público com apitos e cartazes em Boa Viagem. (Págs. 1 e 10)
———————————————————————————-

Zero Hora

Manchete: Justiça gaúcha sofre com excesso de casos e falta de servidores

No topo do ranking nacional, Judiciário do RS tem 298 processos por funcionário e juízes que chegam a julgar 130 ações por dia. OAB vê sistema à beira de um colapso. (Págs. 1, 4 e 5)

Mensalão: Jobim nega pressão de Lula a Mendes

Ex-ministro não confirma versão de reportagem da revista Veja. (Págs. 1 e 6)

Universidade: Greve nas federais afeta 47 mil alunos

Professores da UFSM aderem à paralisação que já inclui Unipampa e Furg. (Págs. 1 e 24)
————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Jaques Wagner cobra solução para dívidas de estados e municípios

Amigo pessoal de Lula e Dilma, o governador baiano, em entrevista ao BRASIL ECONÔMICO, diz que a situação mudou desde os anos 90, quando o acordo das dívidas foi fechado. Mas avisa: na hora de negociar, prefere oferecer rosas do que bater. (Págs. 1 e 4)

Dólar alto ainda não ajuda exportações

Efeito da desvalorização de 30% do real neste ano só será sentido em 2013, pois maior parte dos contratos foi fechada antes da variação cambial. (Págs. 1 e 14)

Venda de caminhões em ponto morto

Montadoras já lançam mão de artifícios como paradas da linha de montagem, férias coletivas e licença remunerada. Não estão descartadas demissões. (Págs. 1 e 20)

Fenômeno diz que “adoraria” ser ministro do Esporte

Em entrevista exclusiva, o ex-craque Ronaldo fala da vida como empresário, conta que sua agência sempre operou no azul e dá o recado: gostaria de ocupar um posto na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. (Págs. 1 e 9)

Azul e Trip formam maior aérea regional da América Latina

Companhia de David Neeleman ficará com 80% do capital da nova empresa, que terá 14,2% do mercado doméstico. (Págs. 1 e 40)

Anhanguera leva a Primavera Árabe às salas de aula

Grupo negocia com o Banco Mundial para ministrar cursos de formação profissional nos países árabes que passam por mudanças. (Págs. 1 e 21)

Na bolsa, perdas das construtoras valem 21 Maracanãs

Desde dezembro de 2010, as ações de 8 incorporadoras caíram 50% e derrubaram o valor de mercado das empresas para R$ 23,53 bi. (Págs. 1 e 32)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.