Prevenção: Quando o trabalho causa câncer; Ministério da Saúde diz que 19 tipos de tumores têm origem em ocupações profissionais. – Guia do futuro trabalhador;No Dia do Trabalho, o Estado de Minas mostra o caminho a ser seguido para conseguir emprego e dá dicas sobre como agir para garantir sua vaga – Profissões de risco; Dezenove tipos de câncer estão ligados ao trabalho no Brasil, alerta um estudo do Inca, o primeiro a relacionar diretamente a atividade profissional à doença. Os cabeleireiros estão entre os profissionais de maior risco, segundo a pesquisa que identificou 112 substâncias cancerígenas em ambientes de trabalho…

O Globo

Manchete: Decreto reduz publicidade em lojas e prédios do Rio

Medida vale no início para Centro e Zona Sul, mas exclui propaganda oficial

A poluição visual que suja a paisagem do Rio entrou na mira da prefeitura: amanhã será publicado decreto proibindo boa parte da publicidade em imóveis de 22 bairros do Centro e da Zona Sul. Inspirado na Lei Cidade Limpa, de São Paulo, de 2007, o decreto é implacável com a propaganda dos outros: proíbe anúncios em outdoors, laterais e coberturas de prédios; reduz o tamanho de letreiros de lojas, bares, restaurantes, bancos e shoppings; mas permite que o próprio prefeito autorize publicidade oficial ou transitória (de eventos) pelas ruas. Em São Paulo a lei vale, desde o início, para toda a cidade e inclui ônibus, táxis e até panfletagem. (Págs. 1 e 11)

Juros fazem Dilma atacar bancos na TV

No pronunciamento do Dia do Trabalho, presidente diz que situação é ‘inadmissível’

A presidente Dilma Rousseff aproveitou o pronunciamento, na televisão, do Dia do Trabalho para cobrar dos bancos uma redução mais forte das taxas de juros. Segundo ela, com uma economia estável, não há justificativa para o país ter “um dos juros mais altos do mundo” no cheque especial, no cartão de crédito e nos empréstimos. E concluiu: “É inadmissível que o Brasil, que tem um dos sistemas financeiros mais sólidos e lucrativos, continue com um dos juros mais altos do mundo. (Págs. 1 e 17)

Contra PDT, Brizola Neto vira ministro

O deputado Brizola Neto (PDT-RJ) assumirá o Ministério do Trabalho cinco meses após a crise que provocou o afastamento de Carlos Lupi em meio a denúncias de irregularidades nos convênios com ONGs. Escolhido por Dilma, Brizola Neto tem o apoio das centrais sindicais, mas contraria parte da bancada do PDT e o presidente Lupi. “O partido está perplexo”, reclamou o secretário-geral, Manoel Dias. (Págs. 1, 5 e 9)

Governo quer mudar leis trabalhistas

O governo estuda propostas para flexibilizar a CLT, como a permissão para que sindicatos mais atuantes fechem acordos coletivos diretamente com empresas. Além disso, poderá autorizar parcelamento das férias de 30 dias e licença-maternidade. A minuta de projeto de lei está em discussão na Casa Civil. (Págs. 1 e 21)

Dólar, a R$ 1,90, é o mais alto em 3 anos (Págs. 1 e 17)

PMDB age para blindar Cabral e evitar CPI

O PMDB se mobiliza para blindar o governador do Rio, Sérgio Cabral, e evitar que ele seja convocado pela CPI do Cachoeira por causa das fotos expondo a amizade com Fernando Cavendish, dono da Delta. O presidente da Comissão de Ética do Rio, Marcus Faver, foi lacônico sobre as fotos mostrando jantares e festas entre Cabral e Cavendish: “Eu não aconselharia.” (Págs. 1 e 3)

O gol contra de Túlio

Em gravações feitas pela PF, o bicheiro Carlinhos Cachoeira menciona um pagamento de R$ 30 mil ao jogador Túlio, que foi vereador em Goiânia. O bicheiro também diz que Túlio queria contratá-lo como funcionário-fantasma. O advogado do jogador diz que os R$ 30 mil foram recebidos como doação eleitoral. (Págs. 1 e 4)

Mafioso ao lado de Papas por R$ 1,2 milhão

O Vaticano ficou em silêncio após uma fonte da Santa Sé revelar que o chefe mafioso Enrico De Pedis, assassinado em 1990, foi enterrado na Basílica de São Apolinário, em Roma, ao lado de antigos Papas e cardeais, em troca ao equivalente a R$ 1,2 milhão. (Págs. 1 e 23)

Ucrânia sofre boicote por ex-líder presa

Líderes de cinco países e da UE boicotarão a Eurocopa e uma cúpula regional na Ucrânia em protesto pela situação da ex-premier Yulia Tymoshenko, em greve de fome e doente na prisão onde cumpre pena por abuso de poder após um controverso processo. (Págs. 1 e 22)

Profissões de risco

Dezenove tipos de câncer estão ligados ao trabalho no Brasil, alerta um estudo do Inca, o primeiro a relacionar diretamente a atividade profissional à doença. Os cabeleireiros estão entre os profissionais de maior risco, segundo a pesquisa que identificou 112 substâncias cancerígenas em ambientes de trabalho. (Págs. 1 e 24)
————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Dilma ataca bancos em rede nacional

Em discurso pelo Dia do Trabalho, presidente diz que é ‘inadmissível’ que as instituições privadas cobrem ‘os juros mais altos do mundo’

O governo elevou o tom na briga contra os juros altos cobrados pelos bancos. A presidente Dilma Rousseff aproveitou um pronunciamento ontem à noite, em cadeia nacional de rádio e televisão, para orientar os clientes a exigirem “melhores condições” de financiamento. “É inadmissível que o Brasil, que tem um dos sistemas financeiros mais sólidos e lucrativos, continue com os juros mais altos do mundo”, disse a presidente, em seu pronunciamento aos trabalhadores pelo 1° de Maio. Apesar de os maiores bancos privados terem anunciado cortes nos custos dos financiamentos por causa da pressão que o governo vem fazendo nas últimas semanas, Dilma deixou claro que há mais espaço para cortes e recomendou às instituições privadas que sigam o “bom exemplo” da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, que já cortaram em pelo menos duas ocasiões as taxas de juros de várias linhas de empréstimo. (Págs. 1 e Economia B4)

Brizola Neto no Trabalho

Aos 34 anos, o neto de Leonel Brizola tornou-se o mais jovem ministro do governo Dilma. (Págs. 1 e Nacional A4)

Cachoeira negociou em Goiás compra de partido

O contraventor Carlinhos Cachoeira preparava ofensiva política em Goiás, indicam conversas interceptadas pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo. As escutas mostram Cachoeira negociando a compra de um partido, que seria a seção goiana do PRTB, cujo presidente nacional, Levy Fidelix, é citado em diversos diálogos. As conversas sobre a possível compra começam em maio de 2011, quando Cachoeira questiona um aliado sobre a direção da legenda em Goiás. Fidelix não foi encontrado para comentar. (Págs. 1 e Nacional A8)

SP revisará acordos com a Delta

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou ontem que o governo paulista vai rever os contratos com a Delta. “Agora temos três ou quatro de pequeno valor”, disse. (Págs. 1 e Nacional A7)

Detran leva até 2 anos para cassar carteira

A falta de funcionários no Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo faz o processo de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação levar até dois anos, segundo a OAB. Enquanto tramitam os recursos, o motorista punido pode continuar dirigindo. Ele pode até renovar a carteira em outro município e escapar da eventual cassação. (Págs. 1 e Cidades C1)

Inca liga 19 tipos de câncer a profissões (Págs. 1 e Vida A12)

Bin Laden considerava que a AI-Qaeda ia mal (Págs. 1 e Internacional A10)

Dólar passa de R$ 1,90; em 12 meses, alta de 21% (Págs. 1 e Economia B5)

Mães do Bolsa Família terão benefício maior (Págs. 1 e Direto da Fonte D2)

M. J. Roe e J. P. Vasconcellos

O sucesso do Brasil

A projeção do País é obvia, mas o crescimento financeiro e econômico não foi precedido nem acompanhado por aprimoramentos do Judiciário. (Págs. 1 e Visão Global A11)

Notas & Informações

Otimismo do governo

Seria bom para o Brasil que até o fim do ano tudo acontecesse como a Fazenda está prevendo. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Escuta liga distritais a grupo de Cachoeira

Um dos nomes cotados para assumir o comando da Casa no ano que vem,o deputado Agaciel Maia foi flagrado em escuta da Polícia Federal, em conversa com o empresário José Olímpio Queiroga Neto, acusado de integrar a quadrilha chefiada pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira. As gravações da PF indicam que o grupo do contraventor negociou votos em projeto sobre postos de combustíveis em supermercados. Em um dos diálogos, José Olímpio cobra Agaciel, por causa de um discurso do deputado. O parlamentar o tranquiliza, explicando que tudo se tratou de jogo de cena.“Esculhambei com todo mundo e tal, mas votei a favor!”, diz o distrital. E conta que ainda conseguiu o apoio de outro deputado, Cristiano Araújo. (Págs. 1 e 2)

Dilma ataca os bancos

A presidente criticou os juros altos em seu pronunciamento na TV por ocasião do Dia do Trabalho. (Págs. 1 e 6)

PDT diverge sobre Brizola

Novo ministro do Trabalho, neto do ex-líder pedetista enfrenta resistência dentro da própria legenda. (Págs. 1 e 6)

Fim do prazo: IR tem mais de 200 mil declarações por hora

No último dia para o acerto de contas com o Leão, a Receita Federal ampliou de 25 milhões para 25,4 milhões a estimativa de formulários do Imposto de Renda neste ano. Milhões de contribuintes deixaram para preencher o documento ontem. Entre 15h e 16h, 231.605 pessoas enviaram as declarações pelo site. (Págs. 1 e 12)

Violência: A cada dia, DF registra 9 agressões a mulheres

Começa com um xingamento. Depois vem o tapa. E, se não denunciar logo, pode terminar em morte. Em plena capital do país, a rotina de violência contra a mulher, na maioria das vezes perpetrada pelo próprio companheiro, não dá trégua. Só neste ano, de janeiro até agora, foram registradas 1.180 ocorrências no Distrito Federal. (Págs. 1, 24 e 25)

Vistos

Implementado ontem, o novo sistema da Embaixada dos EUA promete agilidade na autorização das viagens. (Págs. 1 e 26)

Espanha

Crise econômica se agrava com o rebaixamento das notas de 11 bancos. O país já está vivendo em recessão. (Págs. 1 e 13)

Terror

Um ano após a morte de Bin Laden, a Al-Qaeda mantém operações,mas sua ação está cada vez mais enfraquecida. (Págs. 1 e 16)
————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Guia do futuro trabalhador

No Dia do Trabalho, o Estado de Minas mostra o caminho a ser seguido para conseguir emprego e dá dicas sobre como agir para garantir sua vaga

A preparação

É importante se qualificar, estudar, fazer cursos, pois o mercado está cada vez mais exigente. Defina o foco e faça um currículo simples e objetivo. Cadastre-se nas empresas de seu interesse. Esteja sempre atento às oportunidades em jornais e outros veículos de comunicação. Cuide bem da aparência. E não descarte possibilidades a partir das quais se possa buscar algo melhor.

Os contatos

Esteja ligado à internet e às redes sociais. Especialistas estimam que 70% das vagas, sobretudo as que exigem escolaridade acima do ensino médio, já sejam preenchidas pelos meios virtuais. Currículos on-line, sites de empregos e redes voltadas ao mercado de trabalho são ferramentas poderosas. Mas os sistemas tradicionais de intermediação, como o Sine, ainda funcionam bem.

Os setores

A próxima década deve consolidar comércio e serviços concentrando mais de 50% das oportunidades, seguidos pela indústria e pela agricultura. Áreas de energias limpas, tecnologia da informação, petróleo, gás e mineração devem crescer, assim como as ligadas à educação. O setor de ONGS, OSCIPS e entidades que lidam com negócios ambientais também tende a se expandir.(Págs. 1, 10 e 11)

Eleição criará 1 milhão de empregos

Campanha de candidatos a prefeito e vereador vai exigir a contratação temporária de cabos eleitorais. (Págs. 1 e 3)

Múltiplos favores de Cachoeira

Além de seus vários negócios pouco republicanos em Brasília, Carlinhos Cachoeira praticamente mandava em Goiânia. Escutas da Polícia Federal mostram o bicheiro ordenando a um sobrinho vereador a contratação de uma indicada por um delegado federal. (Págs. 1 e 6)

Ministro: Dilma nomeia neto de Brizola para o Trabalho

Deputado do PDT será o mais novo integrante do primeiro escalão do governo. (Págs. 1, 5 e Editorial, 8)

DNIT reduz verba para obra na 040 (Págs. 1 e 17)

Comércio

Vendas nos supermercados surpreendem no 1º trimestre. (Págs. 1 e 12)

Saúde

Doença causa 20% das mortes súbitas de homens jovens. (Págs. 1 e 22)
————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Será a final das multidões (Págs. 1 e Esportes 1 e 2)

Galpão desaba e fere seis na Imbiribeira (Págs. 1 e Cidades 2)

Ministério

Brizola Neto assume a pasta do Trabalho, indicação não agradou ao PDT. (Págs. 1 e 3)

Cuidado na hora de comprar ingresso online

Algumas taxas são consideradas abusivas. Procon-SP já bateu de frente com empresa de venda pela internet. (Págs. 1 e Cidades/Economia 9)

O flagelo da seca

Ulisses Ferraz registrou o estado de calamidade na cidade de Floresta. (Págs. 1 e 9)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: UFRGS preenche só metade das vagas de cotas para negros

Apesar de ocupação ter aumentado em 2012, mais de 400 dos 800 lugares continuam vagos. Para especialistas, constrangimento e desinformação explicam sobra. (Págs. 1 e 21)

Legado: Um Brizola diferente no comando do Trabalho

Aos 33 anos, neto de líder trabalhista chega ao ministério por escolha de Dilma, sem respaldo do PDT. (Págs. 1, 4 e 5)

Prevenção: Quando o trabalho causa câncer

Ministério da Saúde diz que 19 tipos de tumores têm origem em ocupações profissionais. (Págs. 1 e 20)

Dilma sobe o tom e ataca bancos privados

Em discurso na TV pelo Dia do Trabalho, presidente volta a pedir corte de juro. (Págs. 1 e 12)
Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.