Governo quer aprovar incentivos para garantir o nível de emprego; Projeto a ser encaminhado ao Congresso pelo Ministério do Trabalho prevê redução dos encargos trabalhistas para empresas que evitarem as demissões sem justa causa. Os empresários apoiam, mas cobram maior proteção à indústria nacional…- Aumentam golpes contra idosos; Um estudo do ISP revela que a violência contra idosos aumentou 91,2% entre 2002 e 2010. O estelionato é o crime mais comum (4.700 registros só este ano), mas o roubo a residência foi o que mais subiu (59%) em relação ao ano passado…

O Globo

Manchete: A hora do mensalão – Supremo conclui que PT comprou apoio político

STF começa a condenar por formação de quadrilha; amanhã, julga Dirceu

Ministros entendem que partidos da base do governo Lula se uniram para se beneficiar do valerioduto

Ao condenar 12 réus, quatro por formação de quadrilha, no julgamento do mensalão, o Supremo Tribunal Federal concluiu ontem que o PT usou o esquema operado por Marcos Valério para comprar apoio político no governo Lula. Para o STF, grupos no PP e no PL (atual PR) se uniram para receber dinheiro do valerioduto. Políticos do PTB e José Borba, ex-líder do PMDB, também foram corrompidos. Amanhã, passam a ser julgados os acusados de corrupção ativa, como o ex-ministro José Dirceu. (Págs. 1 e 3 a 5)

Eleições 2012: Dilma critica FH e Serra em comício

Ao participar ontem do primeiro comício de Fernando Haddad (PT), a presidente respondeu a José Serra (PSDB), que havia dito que Dilma não deveria “meter o bico” em São Paulo. “Não tem como dirigir o Brasil sem meter o bico em São Paulo.” Ela também defendeu Lula, criticado por FH em artigo por ter deixado “herança pesada” “Lula deixou para mim uma herança bendita. Tem muita gente por aí que tenta mudar essa situação.” (Págs. 1 e 3)

Tropas federais já ocupam três favelas (Págs. 1 e 6)

Colunista: Merval Pereira

Democracia aperfeiçoada

Entendimento no Supremo sobre compra de apoio político no Congresso é fundamental para a República. (Págs. 1 e 4)

Aumentam golpes contra idosos

Um estudo do ISP revela que a violência contra idosos aumentou 91,2% entre 2002 e 2010. O estelionato é o crime mais comum (4.700 registros só este ano), mas o roubo a residência foi o que mais subiu (59%) em relação ao ano passado. (Págs. 1 e 15)

Mais assaltos nas estradas

Policiais rodoviários federais atribuem à pacificação de favelas o aumento de assaltos nas rodovias do Rio. (Págs. 1 e 17)

Brasil se defende culpando a crise

O Brasil reagiu à pressão feita por Europa, EUA e Japão e contestou, na Organização Mundial de Comércio (OMC), que esteja erguendo barreiras a produtos estrangeiros: o objetivo é proteger a indústria em tempos de crise global, disse o governo. (Págs. 1 e 25)

Os segredos dos imunes à Aids

Estudo da Fiocruz com cientistas americanos revela como algumas pessoas controlam replicação do HIV, e abre caminho para uma nova vacina. (Págs. 1 e 34)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Mensalão o julgamento – Mensalão comprou votos no Congresso, conclui STF

Sete dos dez ministros refutaram a tese do caixa dois; réus do PT começarão a ser julgados

Sete dos dez ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram que houve um esquema de compra de votos de parlamentares no Congresso durante o primeiro mandato do presidente Lula, entre 2003 e 2004.

A decisão sepulta a tese do PT de que o mensalão se tratava de caixa dois eleitoral, aceita só pelo ministro Ricardo Lewandowski — Rosa Weber e Cármen Lúcia não se manifestaram sobre os objetivos do esquema.

Os ministros concluíram o julgamento dos políticos aliados e condenaram 12 dos B réus. Delator do mensalão, Roberto Jefferson (PTB), já culpado por corrupção passiva, também o foi por lavagem de dinheiro.

Amanhã começa a etapa que tratará dos réus do PT, entre eles José Dirceu. Até agora, 22 foram condenados.

“Não se pode falar em caixa dois nem mesmo prosaicamente”, disse Ayres Brito, presidente do STF. (Págs. 1 e Poder A4)

Fotolegenda: Hora do cafezinho

José Dias Toffoli rega o pé de café que plantou em terreno do STF no intervalo do julgamento do mensalão; participaram da tradição de plantio de mudas, criada em 2000, mais dois ministros e o procurador-geral.

Eliane Cantanhêde: Joaquim Barbosa é ministro de ame-o ou deixe-o

Ao nomear Joaquim Barbosa, Lula escreveu certo por linhas tortas. Dizem que está arrependidíssimo. Barbosa é ministro de amor e ódio, de ame-o ou deixe-o. Adorado pela opinião pública, ele é odiado por petistas, mexendo com a solenidade fria do STF e com as emoções quentes dos colegas. (Págs. 1 e Opinião A2)

Dilma rebate Serra e diz ter o dever de ‘meter o bico’ em SP

No palanque de Haddad (PT), Dilma rebateu críticas de Serra (PSDB) e disse ter o dever de “meter o bico” na eleição à Prefeitura de SP. “Estou aqui metendo o meu bico porque São Paulo é (…) um lugar onde moram milhões de brasileiros”, disse, se referindo à declaração do tucano de que ela não deveria participar da campanha.

O PT pagará a viagem de Dilma. (Págs. 1 e Eleições 2012, 1)

Fotolegenda: Ao lado de Marta e Lula, Dilma Rousseff participa na zona leste de comício de Fernando Haddad, candidato petista à Prefeitura de São Paulo.

Xico Sá

É amigo, no corpo a corpo quem dá bola é o eleitor. (Págs. 1 e Eleições 2012, 2)

Violência é o maior temor de eleitores na Venezuela

A falta de segurança é o problema que mais preocupa hoje os venezuelanos, que elegem no domingo o seu próximo presidente, informa Flávia Marreiro, enviada especial a Caracas.

Principal fonte de dados “extraoficiais” de homicídios na capital, o “IML” da cidade tornou-se símbolo da violência no país, que tem a maior taxa de assassinatos da América do Sul. (Págs. 1 e Mundo A13)

Documento de facção registra pagamento a policiais em SP

Relatórios da facção criminosa PCC, apreendidos pela polícia e revelados pela Folha, registram pagamentos a policiais civis e extorsões praticadas pelos policiais no Estado, além de supostos acordos com PMs para atuarem em assaltos.

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que há muita lenda sobre facções criminosas. A Secretaria da Segurança Pública não se manifestou. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Em negócio de US$ 6 bi, Gol encomenda 60 Boeings-737 (Págs. 1 e Mercado B1)

Editoriais

Leia “Fim da farsa”, a respeito do julgamento do mensalão, e “Inteligência policial”, acerca de documentos com informações sobre facção criminosa. (Págs. 1 e Opinião A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Mensalão foi compra de apoio político, confirma STF

Para Celso de Mello, ‘marginais do poder’ formaram uma ‘quadrilha de assaltantes de cofres públicos’

O STF confirmou ontem a existência de compra e venda de apoio parlamentar e condenou por corrupção passiva todos os deputados que receberam dinheiro do mensalão. A tese do caixa dois de campanha, encampada pelo PT e pelo ex-presidente Lula, foi rechaçada pela maioria dos ministros do STF. Para o decano da Corte, Celso de Mello, “marginais do poder” formaram uma “quadrilha de assaltantes de cofres públicos” que praticaram atos que comprometem a “integralidade dos valores que formam a ideia de República” e frustram “a consolidação das instituições”. Foram condenados por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha Pedro Corrêa (PP-PE) e Valdemar Costa Neto (PR-SP). Roberto Jefferson, Bispo Rodrigues, Romeu Queiroz e Pedro Henry (PTB-MT) foram condenados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. José Borba (PP-PR), por corrupção passiva. (Págs. 1 e Nacional A10 e A11)

Celso de Mello
Ministro do STF

“Esses atos de corrupção significam tentativa imoral e penalmente ilícita de manipular criminosamente o processo democrático”

“Vim meter o bico em SP”, afirma Dilma

Ao lado de Lula, a presidente participa de comício do candidato Fernando Haddad (PT) em São Paulo

A presidente Dilma Rousseff disse ontem, em um comício de Fernando Haddad (PT) na zona leste da cidade, que veio à capital paulista meter o “bico” nas eleições municipais. A frase foi uma resposta ao candidato José Serra , (PSDB) que criticara a entrada de Dilma na campanha. “Estou aqui metendo o bico nesta eleição porque SP é um lugar onde moram milhões de brasileiros. Não tem como dirigir o Brasil sem meter o bico em SP”, afirmou Dilma, em evento que contou também com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Lula decidiu que vai participar diariamente de eventos de campanha de Haddad até o primeiro turno, no dia 7. O ex-presidente pretendia visitar outras capitais, como Recife (PE) e Fortaleza (CE), mas decidiu concentrar esforços em São Paulo. (Págs. 1 e Nacional A5)

Dilma Rousseff
Presidente

“Assim como o presidente Lula me ajudou a ser presidenta do Brasil, eu venho aqui ajudar o Haddad”

Fotolegenda: Palanque

Lula e Dilma na zona leste, em comício de Haddad, que voltou a atacar Celso Russomanno.

Pivôs de escândalo apoiam candidato

Quatro ex-vereadores do escândalo da máfia dos fiscais dão suporte à candidatura de Celso Russomanno (PRB). José Izar, Vicente Viscome, Zé índio e Archibaldo Zancra – envolvidos no esquema que teria arrecadado R$ 473 milhões em propinas de camelôs na gestão Celso Pitta – estão na linha de frente na busca de votos. (Págs. 1 e A4)

Vendas de carros novos caem 31,5% em setembro

As vendas de carro zero-quilômetro despencaram em setembro. Entre automóveis e comerciais leves foram emplacados, no mês passado, 277.614 veículos no País. O volume é 31,54% menor em relação a agosto e 5,44% abaixo do registrado no mesmo mês do ano passado. A queda é atribuída pelo setor à antecipação de compras em agosto por causa da perspectiva de fim do benefício do corte do IPI. Além da antecipação de consumo, a forte desvalorização dos veículos usados ajudou a frear as vendas de carros novos. (Págs. 1 e Economia B1)

Chávez mobiliza partidários contra força da oposição

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, começou ontem uma marcha de quatro dias, de sua cidade natal até Caracas, para neutralizar a demonstração de força apresentada, domingo, pelo candidato da oposição, Henrique Capriles, na Capital. (Págs. 1 e Internacional A12)

Mundo terá 1 bilhão de idosos em dez anos (Págs. 1 e Vida A16)

Desemprego bate novo recorde na zona do euro (Págs. 1 e Economia B10)

Brasil precisa dobrar número de mamografias (Págs. 1 e Vida A16)

Antônio M. Buainain e Solange Corder

Fundos sociais e inovação

Há instrumentos de política, instituições e conhecimento para promover a inovação. Faltam recursos. (Págs. 1 e Economia, B2)

Thomas L. Friedman

O mundo em que vivemos

Pela primeira vez em anos, um democrata apresenta nítida vantagem em política de segurança – ficou claro no discurso de Obama na ONU. (Págs. 1 e Internacional A13)

Tutty Vasques

O maior vilão do Brasil

O autor de Avenida Brasil pode adiar para depois do julgamento de José Dirceu a morte do escroque Max: é difícil competir com a trama no STF. (Págs. 1 e Cidades C6)

Notas & Informações

Metas de investimento

É um erro do governo fixar um objetivo de expansão econômica para um ou dois anos. (Págs. 1 e A3)
————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Acaba a farsa de que mensalão era Caixa 2

Maioria dos ministros do STF conclui que houve compra de apoio político para o então governo Lula

O Supremo encerrou a primeira parte do capítulo 6 do julgamento, ontem, condenando 10 acusados por corrupção passiva; 11 por lavagem de dinheiro; e cinco por formação de quadrilha.Celso de Mello, o mais antigo ministro da Corte, chamou os réus de “marginais do poder”. E classificou o esquema de um “projeto criminoso” que vitimou toda a sociedade. “Foi um verdadeiro assalto à administração pública”, disse. Amanhã, o STF começa a julgar a parte mais emblemática do processo, a que envolve os supostos corruptores: os petistas José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares. (Págs. 1, 2 e 3)

Câncer de mama: Rosa é a cor da prevenção

Os principais monumentos de Brasília ganharam iluminação especial ontem. Emerson de Oliveira fez questão de fotografar a Catedral, ainda mais linda. As luzes marcaram o início do Outubro Rosa, campanha de alerta sobre os riscos do tumor na mama. A doença mata 200 mulheres por ano no DF, mas pode ser tratada a partir do diagnóstico precoce. (Págs. 1 e 28)

Eleições: Dilma, enfim, se une a Lula em comício de Haddad

A presidente participou, pela primeira vez, de um ato político nas eleições municipais.No palanque, ao lado de Lula e Haddad, ela respondeu a Serra, candidato do PSDB, que reclamou de ela estar “metendo o bico” na disputa paulistana. “Não tem como dirigir o Brasil sem botar o bico em São Paulo”, rebateu Dilma. (Págs. 1 e 4)

Venezuela

Promessa de boas relações com o Brasil é arma de Capriles para atrair votos e tentar vencer Chávez nas eleições. (Págs. 1 e 18)

Reajuste no valor da mensalidade escolar pode parar na Justiça (Págs. 1 e 31)

Senado e Câmara divulgam salário

A remuneração dos parlamentares e dos cerca de 25 mil servidores poderá ser consultada na internet. (Págs. 1 e 8)

Consumidor: Desrespeito sem limites dos planos de saúde

O número de reclamações contra as seguradoras bateu novo recorde em agosto. Nem mesmo a forte pressão da ANS, que suspendeu a comercialização de 268 planos durante três meses, intimidou as empresas. As grandes seguradoras lideram o ranking de queixas. (Págs. 1 e 10)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Grande varejo acompanha bancos e corta taxas de juro

Quatro grandes lojas de varejo, todas do setor de vestuário, já decidiram reduzir as taxas de juros cobradas nas operações de crédito. A Renner anunciou sua decisão na semana passada. Ontem, o Valor apurou que a Guararapes, que controla as lojas Riachuelo, e a Marisa planejam seguir o mesmo caminho. A C&A, cujos cartões são administrados pelo Bradesco – que comprou o banco IBI em 2009 -, já estava incluída na redução decidida pelo banco.

O movimento de corte de juros no crédito das lojas de varejo acompanha medida semelhante tomada na semana passada pelos grandes bancos privados para as operações com cartões de crédito. As taxas máximas do crédito rotativo nos cartões do Bradesco passarão de 14,9% para 6,9% ao mês a partir de novembro. No pagamento parcelado com juros, as taxas cairão de 8,9% ao mês para 4,9%. O Itaú vai reduzir todas as taxas para um dígito. (Págs. 1 e B1)

Cade defende aprovação em prazo excedido

Com a entrada de sete casos complexos na pauta, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) estima que passará a julgar os processos, na média, em 40 dias. Hoje, em análises de fusões e aquisições simples, a espera é de 17 dias. A informação é do presidente do órgão, Vinícius Marques de Carvalho, ao fazer um balanço sobre a aplicação da nova Lei do Cade, em seus primeiros quatro meses de vigência. Mesmo com o início dos julgamentos de casos complexos, Carvalho pretende que as operações sejam aprovadas automaticamente caso o Cade ultrapasse o prazo máximo estipulado na nova lei: 240 dias, prorrogáveis por mais 90 dias. (Págs. 1 e E1)

Fotolegenda: Aposta na saúde

O Hospital Sírio-Libanês deve registrar receita de quase R$ 1 bilhão em 2012. “Tem sido um bom ano”, diz o superintendente de estratégia corporativa, Paulo Chapchap, que conduz projeto de expansão de R$ 900 milhões. A meta é dobrar a área útil do hospital até 2017. (Págs. 1 e B5)

Chávez e Capriles dividem empresariado

A cinco dias da eleição presidencial, a polarização da sociedade venezuelana fica também evidente entre o empresariado. O Valor entrevistou um empresário que apoia Hugo Chávez e outro que defende o opositor Henrique Capriles.

Jorge Botti, presidente da Fedecámaras, maior entidade empresarial da Venezuela, teme a entrada do país no Mercosul. Para ele, a indústria local não está preparada para enfrentar a concorrência brasileira e argentina, e o objetivo do governo é importar alimentos mais baratos, movido por razões políticas, e não econômicas. (Págs. 1 e A13)

Ministros do PT entram nas eleições do PR

Em nenhuma outra campanha municipal integrantes da cúpula federal se envolveram de maneira tão intensa quanto o PT no atual pleito no Paraná, sexto maior colégio eleitoral do país e um dos redutos da oposição. O partido destacou alguns dos ministros mais influentes do governo, dois deles com gabinetes no Palácio do Planalto, para tentar criar as condições necessárias para a sigla derrotar o PSDB no Estado.

Potencial candidata ao governo paranaense, a chefe da Casa Civil da Presidência da República, Gleisi Hoffmann, é a principal estrela do PT na campanha local. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, marido de Gleisi, lidera as articulações do partido no Estado. Já o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, dedica-se especialmente à candidatura de sua irmã, Márcia Lopes, à Prefeitura de Londrina, cujo o adversário tem chances de vencer no primeiro turno.

“Nosso objetivo “é que o partido saia forte como uma referência de oposição no Paraná, o que nunca aconteceu”, disse Florisvaldo de Souza, coordenador do grupo de trabalho eleitoral do PT no Estado. (Págs. 1 e A7)

Oi pretende investir R$ 1 bi na tecnologia 4G até o fim de 2015 (Págs.1 e B2)

Comércio externo fraco ameaça a economia mundial (Págs. 1 e B9)

ADP reorienta operação no Brasil e aposta na nuvem, diz Marinho (Págs. 1 e B3)

De olho no futuro

Em meio a um processo de ajuste à retração da demanda, a Gol anuncia a aquisição de 60 aeronaves Boeing 737 Max, com entregas previstas para o período 2018/26. (Págs. 1 e B4)

AL puxa avanço do setor aéreo

América Latina e América do Norte são as únicas regiões com expectativa de melhora na rentabilidade do setor aéreo neste ano, segundo a Iata. As latino-americanas devem encerrar 2012 com lucro combinado de US$ 400 milhões. (Págs. 1 e B4)

Helibras seleciona Afech/Cassidian

Consórcio formado pela Atech, do grupo Embraer, e a europeia Cassidian, braço da EADS, foram selecionados pela Helibras para fornecer os sistemas táticos de oito helicópteros adquiridos pela Marinha. (Págs. 1 e B6)

General Dynamics desembarca no Rio

A britânica General Dynamics, especializada em integração de sistemas e soluções tecnológicas, principalmente nas áreas de defesa e petróleo, acaba de instalar escritório no Brasil, no Rio de Janeiro. (Págs. 1 e B6)

Renar reduz produção própria

A Renar Maçãs vai reduzir em 36% seus pomares próprios (cerca de 17 mil toneladas de frutas) e ficar com 835 hectares para a safra 2012/13. A intenção é aumentar a comercialização da colheita de terceiros. (Págs. 1 e B12)

Goldman reestrutura operação no país

O Goldman Sachs anunciou ontem a reformulação de suas atividades no Brasil. Fez um aporte de US$ 200 milhões, que dobrou seu capital no país, e também decidiu acabar com a gestão de recursos em moeda local, que não atingiu a escala pretendida. (Págs. 1 e C12)

Petrobras volta à Carteira Valor

Com a melhora do ambiente externo, ações da Petrobras voltam a fazer parte das indicações para a Carteira Valor em outubro, após quatro meses de ausência. Mas a maior parte das recomendações ainda depende do mercado doméstico. (Págs. 1, D1 e D2)

Ideias

Delfim Netto

A competição não é eficiente apenas para os mercados. Seria muito bom poder aplicá-la também aos entes federados. (Págs. 1 e A2)

Luiz Gonzaga Belluzzo

Os americanos não se endividaram porque gastaram demais, gastaram demais porque se endividaram. (Págs. 1 e A15)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Mais táxis em BH só no ano que vem

Atraso na licitação impede aumento da frota antes do Natal, como queria BHTrans

A primeira fase da concorrência para 605 novas permissões terminou com 1.743 propostas empatadas em primeiro lugar com o máximo de 28 pontos. Em seguida, além de responder a número incerto de recursos, que poderão ser interpostos a partir de hoje num prazo de cinco dias úteis, será marcado um sorteio, ainda sem data, para definir a colocação dos candidatos na seleção. Depois da abertura dos envelopes, conferência de documentos e classificação final dos aprovados, os vencedores ainda terão 90 dias para apresentar os carros novos. Com tudo isso, não há como concluir o processo este ano. (Págs. 1 e 19)

Mineiro consegue licença-maternidade

Em decisão inédita em Minas e a segunda no país, o metalúrgico Alexandre Marques, de 31 anos, ganhou na Justiça Federal o direito a 120 dias de licença-maternidade. O benefício se deu para que ele cuide do filho recém-nascido, fazendo as vezes da mãe, que morreu 12 dias depois do parto. Ele se mudou para a casa dos sogros, que o ajudarão também com o outro filho, de pouco mais de 3 anos. (Págs. 1 e 25)

Busca da qualificação

Estudo indica que país precisará de 7,2 milhões de técnicos até 2015, dos quais 777,5 mil em Minas. Com a falta de mão de obra especializada, cresce a busca por cursos, como no Senai, que já tem 130 mil matrículas este ano. E as próprias empresas promovem treinamentos. A operadora de máquinas Ludhiana Assunção foi buscar conhecimento numa confecção de BH para disputar vaga de supervisora. (Págs. 1 e 11)

Vida nova de aposentados que viram consultores (Págs. 1 e 13)

Aviação: Associação internacional alerta o Brasil sobre 2014

Entidade que representa 240 companhias afirma que o atraso na reforma dos aeroportos pode tornar as obras “terrivelmente caras”. (Págs. 1, 14 e Editorial, 8)

Mensalão: STF confirma compra de apoio político

Ao concluir capítulo dos repasses a partidos, o Supremo derrubou a tese do caixa 2 e concluiu ter havido compra de apoio ao governo Lula. Os 12 políticos denunciados por receber dinheiro de Marcos Valério foram condenados por corrupção passiva. Amanhã começam a ser julgados José Dirceu e outros supostos corruptores. (Págs. 1 e 3)

Eleições 2012: Viçosa

Prefeito tem a reeleição quase certa

Dr. Celito tem 43,8% da preferência do eleitorado para mais um mandato. Em seguida aparecem Cristina Fontes (PMDB), com 30,5%, e Sérgio Pinheiro (PSB), 10,2%, como mostra a pesquisa MDA/Estado de Minas. (Págs. 1 e 6)

Transparência: Congresso divulga os salários de parlamentares (Págs. 1 e 2)

Fotolegenda: Sem gaiola

Mais de 1,1 mil animais silvestres, a maioria aves, foram entregues este ano ao Ibama em campanha contra o cativeiro. Mas nem todas as famílias conseguem ficar distantes dos bichos de estimação. (Págs. 1 e 22)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Onda de assaltos na UPE provoca medo

Maria Clara Paixão, mãe de aluna de enfermagem, enviou pauta para o JC denunciando que alunos e professores vêm sendo vítimas de roubos e arrombamentos de carros no campus. (Págs. 1 e Cidades 4)

Estaleiro tenta rever contratos

Atlântico Sul entregou ontem plano de ação à Transpetro. Nova greve paralisa a Petroquímica de Suape. (Págs. 1 e Economia 3)

Prefeitura com problema de caixa no Recife

Executivo deixou de receber R$ 60 milhões em repasses federais e estaduais e essa perda impede investimentos. (Págs. 1 e Economia 1)

Dia do Idoso

Pesquisa mostra que, este ano, 45% das agressões ocorreram dentro de casa. Encontro discutiu qualidade de vida. (Págs. 1 e Cidades 5)

STF confirma compra de apoio

Balcão de negócios levou o Supremo a condenar todos os deputados que receberam dinheiro do esquema conhecido como mensalão. (Págs. 1 e 7)

Candidatos de Olinda debatem na Rádio Jornal

Renildo Calheiros, Izabel Urquiza e Armando Sérgio, os três mais bem colocados na cidade, estão confirmados. Geraldo Freire vai mediar encontro. (Págs. 1 e 6)

Júlio Lossio tem registro à reeleição cassado em Petrolina (Págs. 1 e 6)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Polícia prende bando que teria roubado 150 carros

Estão na cadeia 15 dos 40 supostos integrantes do grupo,que estaria agindo na Região Metropolitana dando preferência a veículos de luxo,enviados a SC e ao Paraguai. (Págs. 1 e 38)

Bancos: Cuidado com alta de tarifas “invisíveis”

Serviços pouco conhecidos, mas importantes, subiram até 90% neste ano. (Págs. 1 e 22)

Eleições 2012

Um manual para você votar no domingo.

zerohora.com/eleicoes2012: Site reúne o serviço e as notícias do pleito

Licitar ônibus, um desafio para 2013 na Capital. (Págs. 1, 4, 5, 10 e Rosane de Oliveira – 14, 16, 18 e 19)

————————————————————————————

Brasil Econômico

Manchete: Governo quer aprovar incentivos para garantir o nível de emprego

Projeto a ser encaminhado ao Congresso pelo Ministério do Trabalho prevê redução dos encargos trabalhistas para empresas que evitarem as demissões sem justa causa. Os empresários apoiam, mas cobram maior proteção à indústria nacional. (Págs. 1 e 6)

Iveco fabricará ônibus no Brasil no ano que vem

Montadora aproveitará capacidade da unidade de Sete Lagoas (MG) e iniciará vendas no primeiro semestre; passo seguinte é produzir ônibus articulados. (Págs. 1 e 16)

Boeing recebe encomenda de US$ 6 bi da Gol

No maior contrato de sua história, companhia aérea brasileira comprará 60 aviões modelo 737 Max; entregas começarão em 2017 e se estenderão até 2026. (Págs. 1 e 17)

Helibras será base de exportação para EADS

Fabricante brasileira de helicópteros inaugura unidade hoje, anuncia produção de novo modelo de helicóptero e prepara-se para vender seus produtos para o mercado externo dentro de alguns anos. (Págs. 1 e 4)

Portugal conta com o mercado de ex-colônias

Com o PIB português em queda de 3% este ano, Brasil, Moçambique e Angola podem ajudar a antiga metrópole, como alternativa de capital, empregos e negócios. (Págs. 1 e 8)

Petrobras é ação preferida para outubro

A estatal foi citada em 8 das 12 carteiras listadas por corretoras ao BRASIL ECONÔMICO; já os papéis da Vale receberam cinco indicações de analistas. (Págs. 1 e 31)

Adiamento de imposto dá fôlego à Ambev

As ações fecharam ontem em alta de 2,23%, o maior ganho do papel da cervejaria em um único dia desde 6 de agosto. No acumulado do ano, cotação já subiu 19%. (Págs. 1 e 30)

Menos desigualdade

Em artigo, Cândido Vaccarezza destaca avanço na distribuição de renda e pede mais dinheiro para educação. (Págs. 1 e 3)

Assim os eleitores ficam confusos…

Ex-tucano, Gustavo Fruet, hoje no PDT, faz campanha com petistas, mas evita Lula em Curitiba. (Págs. 1 e 12)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.