A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

Acesso livre: Por que os celulares seguem nos presídios – A beira do caminho: As microempresas que preferem não crescer. – Proposta: Código Florestal anistia ruralistas – Eu voltei, pras coisas que deixei: Lula vai negociar a reforma política – Despesas com juros atingem 5,6% do PIB e vão a R$ 230 bi –
Projeto limita a atuação do TCU em obras irregulares. – Justiça: Corrupção no ICS leva mais dois à prisão – Planos de Saúde: Conveniado paga extra por consulta …

O Globo

Manchete: Projeto do governo dificulta controle de obras pelo TCU

Nova regra aumenta exigência para que verbas sejam bloqueadas

O governo inclui na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012 um dispositivo que dificulta a fiscalização de obras pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Pela proposta, só devem ser classificadas como “obras com indícios de irregularidades”, e que podem ser paralisadas e terem suas verbas bloqueadas pelo Congresso, aquelas cuja execução tenha sido julgada irregular por pelo menos um ministro do tribunal. Até agora, bastava apenas um relatório técnico do TCU para que obras entrassem nessa lista. O governo preparou também um texto, que deve ser incluído numa medida provisória já em tramitação, com regras mais flexíveis para preparar aeroportos a serem usados na Copa do Mundo e nas olimpíadas. O TCU apresentou ainda um relatório com alerta para atrasos nas obras da Copa, mas evitou o tom alarmista do trabalho do Ipea divulgado semana passada. (Págs. 1, 3 e 25)

Bolsas caem com risco maior dos EUA

Agência põe como ‘negativa’ perspectiva para dívida americana por causa do déficit fiscal

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s reduziu, pela primeira vez em 70 anos, sua avaliação sobre a dívida americana, passando a perspectiva de “estável” para “negativa” por causa do imenso déficit fiscal de US$ 1,5 trilhão dos EUA. Atualmente, para cada dólar que o governo federal gasta, arrecada menos de US$ 0,60. Com déficit elevado e uma economia combalida, o país vem crescendo seu endividamento. Alguns analistas também entendem que a notícia pressiona democratas e republicanos e chegarem a um entendimento político sobre como cortar o déficit. Em meados da década de 90, duas outras agências de risco, a Moody’s e a Fitch, já tinham acenado com um rebaixamento, retirado logo depois. Com o anúncio da S&P, os mercados caíram em Nova York e em vários países da Europa. Os EUA, no entanto, continuam um país “AAA” para investir. (Págs. 1 e 21)

Foto legenda

De volta às aulas

Um abraço coletivo marca a volta às aulas na Escola Municipal Tasso da Silveira, 11 dias depois de o atirador Wellington Menezes de Oliveira ter matado 12 adolescentes a tiros no colégio de Realengo. Metade dos alunos, porém faltou ontem e 20 pediram transferência. (Págs. 1 e 12)

Mesmo na safra, álcool sobe 15,9% em usinas

Nem o início da safra da cana-de-açúcar neste mês diminuiu o apetite dos usineiros, que subiram 15,9% os preços do álcool anidro, aquele que é misturado à gasolina. A alta ainda vai chegar aos postos nos próximos dias. Antônio de Pádua, diretor da Única, entidade que reúne os produtores, disse que o preço subiu porque a demanda por combustíveis aumentou. (Págs. 1 e 22)

Empresas de Eike perdem R$ 12 bi num dia

Um relatório desfavorável sobre a empresa de energia OGX, de Eike Batista, derrubou ontem as cotações em 17% e levou abaixo outras companhias “Xs”. No dia, o valor dessas empresas caiu R$ 11,9 bilhões. (Págs. 1 e 21)

Rio: cidade de gordinhos

Levantamento do Ministério da Saúde revela que 53% dos cariocas estão acima do peso. O percentual coloca a cidade como a segunda capital do país em número de gordos, perdendo apenas para Rio Branco, no Acre. Sedentarismo é um dos vilões. (Págs. 1 e 28)

Estado tem 73% das armas apreendidas

Pesquisa feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) revela que 73% das 755 mil armas apreendidas no país estão no Estado do Rio. Elas foram recuperadas de criminosos e pessoas sem autorização. (Págs. 1 e 19)

Razão Social: De olho no aquecimento global

A Holanda se prepara e investe em tecnologia, certa que será um dos primeiros países a sofrer com a elevação dos mares. (Pág. 1)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Advertência sobre a dívida dos EUA abala mercados

Pela primeira vez, agência de classificação de risco S&P põe títulos americanos em perspectiva negativa

A Agência de classificação de risco Standard & Poor’s fez um duro alerta ontem sobre a dívida dos Estados Unidos. Pela primeira vez desde que começou a analisar os títulos da dívida, há 70 anos, a S&P colocou a nota americana em perspectiva negativa. Os EUA podem perder o status de AAA, o mais alto de sua avaliação, se um plano de redução do déficit orçamentário não for encontrado até 2013. A notícia causou nervosismo nos mercados – em Nova York, o índice Dow Jones caiu 1,14%; em Londres, as ações recuaram 1,9%; no Brasil, o índice Bovespa também caiu 1,9%. O governo americano se apressou em declarar que a S&P estaria subestimando a capacidade da administração de conseguir um acordo sobre seu plano de corte de gastos. (Págs. 1 e B1)

Celso Ming: Dívida sob dúvida

O fantasma da perda de qualidade dos títulos dos EUA paira sobre a poupança mundial. (Págs. 1, e B2)

OGX perde R$ 11 bi

A OGX, petroleira de Eike Batista, perdeu ontem R$ 10,9 bilhões de seu valor de mercado por causa de dúvidas sobre o potencial de suas reservas de petróleo. (Págs. 1 e B14)

Debandada de vereadores amplia crise do PSDB

Sete vereadores de São Paulo anunciaram sua saída do PSDB. Numa atitude que fortalece o prefeito Gilberto Kassab e agrava a crise no grupo do governador Geraldo Alckmin (PSDB) na capital, os tucanos deixaram de ter a maior bancada na Câmara pela primeira vez desde 2001 – cairá de 13 para 5 parlamentares. Os dissidentes se disseram perseguidos por terem apoiado Kassab na eleição de 2008. O PT emergirá com a maior bancada (11). (Págs. 1 e A4)

Oposição encolhe na Câmara

A criação do PSD fará com que a oposição à presidente Dilma Rousseff seja reduzida a menos de cem deputados federais, cenário inédito nos últimos 16 anos no País. (Págs. 1, A6 e Nacional)

Zona leste terá obras para Copa

Projeto Nova radial inclui cinco obras várias e receberá R$ 478,2 milhões dos governos estadual e municipal As obras devem facilitar o acesso ao futuro estádio do Corinthians, em Itaquera. O prazo para a conclusão é junho de 2013, um ano antes da Copa. (Págs. 1, C1 e Cidade)

Alzheimer dividido em três estágios

Depois de 27 anos, diretrizes para diagnóstico de Alzheimer foram revisadas. A doença agora é dividida em estágios, que vão de ausência completa de sintomas à demência. (Págs. 1, A16 e Vida)

Mais brasileiros estão acima do peso

Pesquisa do Ministério da Saúde mostra que quase metade da população está acima do peso. Entre mulheres, o índice de sobrepeso subiu 5,8 pontos porcentuais em 4 anos. (Págs. 1, A17 e Vida)

Venda de casas é permitida em Cuba

O debate sobre a propriedade privada entrou na discussão do 6º Congresso do PC Cubano. A compra e a venda de casas por particulares foi aprovada. (Págs. 1, A15 e internacional)

GM do Brasil terá mulher no comando. (Págs. 1 e B16)

ONU planeja replicar modelo das UPPs. (Págs. 1, C5 e Cidades)

Notas & Informações

Uma LDO perigosa

Maior liberdade para manejar verbas e gastança continua sendo objetivo do governo. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Corram, homens, corram

Pesquisa mostra que o brasileiro come demais, bebe demais e está de mal com a balança. No país, os brasilienses são os que se alimentam melhor e mais aproveitam o tempo livre para praticar atividades físicas. Mas ainda é pouco: 58,4% dos homens da capital federal estão acima do peso. Entre as mulheres, a taxa é de 31,2%. (Págs. 1 e 14)

Uma cidade em festa

A iluminação especial do Museu da República é uma das atrações do aniversário da capital. Com o tema “Brasília 51 anos, a copa começa aqui”, imagens alusivas ao futebol e de grandes ídolos do nosso esporte serão projetadas no monumento. A comemoração deste ano terá desde torneios de vôlei na Esplanada a apresentações musicais, como o concerto da Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional, com a participação do bandolinista Hamilton de Holanda. (Págs. 1, 40 e 41)

Planos de Saúde: Conveniado paga extra por consulta

Sem nenhum aviso aos pacientes, médicos de seis seguradoras cobram, desde ontem, uma taxa de R$ 60. A medida revoltou os usuários e muitos desistiram do atendimento. Os profissionais alegam que essas empresas não corrigiram os valores dos honorários e transferiram a diferença para o cliente. (Págs. 1 e 16)

Concurso: TJDFT anula prova após irregularidade

Organizada pelo próprio Tribunal de Justiça do DF e Territórios, a seleção para 92 vagas de juiz de direito com salário de R$ 21 mil, foi cancelada. O motivo é que pelo menos 20 questões já haviam sido cobradas em outros concursos. Cerca de 7,5 mil candidatos aguardam as novas datas do exame. (Págs. 1 e 17)

Justiça: Corrupção no ICS leva mais dois à prisão

George Ibrahim Obeid, ex-presidente do Instituto Candango de Solidariedade (ICS), e sócio foram condenados a 14 anos e quatro meses de prisão. Na sentença, juiz da 1ª Vara Criminal de Brasília considerou que eles desviaram dos cofres públicos R$ 978.561,20, entre junho de 2003 e abril de 2004. (Pág.s 1 e 39)

Gasolina fica abaixo dos R$ 3 no DF, por enquanto. (Págs. 1 e 46)

Projeto limita a atuação do TCU em obras irregulares. (Págs. 1 e 3)

————————————————————————————

Valor Econômico

Manchete: Despesas com juros atingem 5,6% do PIB e vão a R$ 230 bi

Os gastos com juros do setor público no primeiro ano do governo Dilma Rousseff podem custar R$ 35 bilhões a mais do que na comparação com 2010, o equivalente a 70% do corte de despesas de R$ 50 bilhões proposto pela equipe econômica para 2011. As despesas podem se aproximar de R$ 230 bilhões, ou 5,6% do PIB, um salto razoável em relação aos R$ 195 bilhões do ano passado, ou 5,3% do PIB. Neste ano, o aumento da Selic e a inflação em alta contribuem para elevar os gastos financeiros do setor público. O custo efetivo da dívida também tem subido pela acumulação de reservas e pelas operações de capitalização do BNDES.

A alta da taxa Selic, que corrige 35% da divida interna em títulos do Tesouro, ajuda a elevar os gastos em 2011, diz o economista Maurício Oreng, do Itaú Unibanco. Em 2011, os juros básicos já subiram 1 ponto percentual, devendo aumentar mais 0,5 ponto na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) de amanhã, para 12,25% ao ano, segundo a maior parte dos analistas. (Págs. 1, e A3)

BES estuda vender 3,55% do Bradesco

O Banco Espírito Santo (BES), de Portugal, avalia vender sua participação de 3,55% no capital total do Bradesco (7,10% no votante) para fazer caixa e enfrentar sua crescente dificuldade de captação por causa da crise da dívida do governo português. O rebaixamento da nota de crédito de Portugal tem levado os bancos dopais a um aperto de liquidez e tornado essas instituições pouco competitivas em relação aos seus parceiros de outros países de menor risco.

O valor de mercado do Bradesco, ontem, era de aproximadamente R$ 110,5 bilhões, e os 3,55% chegariam a R$ 3,9 bilhões. Não está decidido ainda se a participação iria a mercado ou se o próprio Bradesco poderia comprar parte dela. Procurados, Bradesco e BES não se pronunciaram. (Págs. 1 e D3)

Dívida americana entra na zona de risco

Um pilar do sistema financeiro mundial do pós-guerra tremeu ontem, quando a agencia Standard & Poor’s (S&P) reduziu sua perspectiva para a dívida soberana dos Estados Unidos pela primeira vez. A agência manteve a classificação do crédito dos EUA em “AAA”, ou
“triple A”, mas pela primeira vez desde que começou a classificar a dívida americana, há 70 anos, reduziu sua perspectiva de “estável” para negativa”. Uma perspectiva negativa significa que há 33% de chances de um rebaixamento nos próximos dois anos.

O choque inicial desencadeou uma onda de venda de dólares, ações e títulos do Tesouro, enquanto o preço do ouro subiu mais de US$ 10, para US$ 1.500 a onça. Depois houve recuperação, porque o mercado interpretou que a decisão da S&P pode forçar o governo americano a reduzir o déficit. No mercado europeu, os investidores estão assustados com a possibilidade de uma reestruturação da dívida grega. No Brasil, o Ibovespa teve queda de 1,90% (Págs. 1, C1, C2 e C7)

Foto legenda

Depois de três anos de reestruturação mundial, com corte de 7 mil postos de trabalho, a Unisys está disposta a lutar por uma maior fatia de mercado no Brasil, diz Paulo César Bonucci. (Págs. 1 e B1)

Philips vende o controle de sua unidade de televisores

A Royal Philips Electronics cederá o controle de sua unidade de televisores para uma empresa asiática, somando-se ao grupo de conglomerados europeus, como a siemens, que vem reduzindo a presença no setor de eletrônicos de consumo para lidar com o declínio dos preços. A Philips integrará sua unidade de TVs, cuja produção começou em 1928, a um empreendimento conjunto com a TPV Technology, de Hong Kong, que ficará com participação de 70%.

A Philips era uma das últimas fabricantes de TVs em grande escala na Europa, nicho agora ocupado em grande parte por fabricantes de aparelhos de luxo, como a Loewe, da Alemanha, e a Bang & Olufsen, da Dinamarca. (Págs. 1 e B4)

Arezzo tira peles de lojas após reação

O lançamento da linha Pelemania, de acessórios feitos de pele de raposa e de coelho, provocou uma onda de protestos contra a Arezzo. Desde quinta-feira, consumidores deixaram mais de 70 mensagens na página da Arezzo no Facebook e centenas de citações no Twitter criticando o uso de peles em coletes, estolas e bolsas. A reação de Anderson Birman, presidente da empresa, e sua equipe foi tirar os acessórios das lojas, publicar uma carta de desculpas no site da marca, no Facebook e no Twitter. “Não esperávamos que a pequena presença dessas peles na coleção de inverno gerasse uma reação tão intensa”, admite Birman. “Se não é isso que o consumidor quer, pedimos desculpas. Se a pele sintética é mais desejada, vamos apostar nela. Queremos ver as consumidoras felizes”. (Págs. 1 e B5)

Um ano depois de acidente, BP enfrenta mais uma crise (Págs. 1 e B9)

GM tem nova presidenta no Brasil

A General Motors anunciou ontem a nova presidente da companhia no Brasil. A partir de junho, o cargo será ocupado pela americana Grace Lieblein, que atualmente comanda a montadora no México. (Págs. 1 e B6)

Terceirização ampliada

Decisão do Tribunal Superior do Trabalho em favor da Light reconhece o direito de as concessionárias de serviços públicos de energia e telecomunicações terceirizarem mesmo suas atividades-fim, em contraposição a súmula do tribunal. (Págs. 1 e E1)

Idéias:

Antonio Delfim Netto

Condeno a economia bastarda que se esconde na matemática para passar a idéia de que é “científica”. (Págs. 1 e A2)

Ideias

Mary Anastásia O’Grady

Controlar os gastos do setor público é importante para o futuro do Brasil, mas pura austeridade não é a única saída. (Págs. 1 e A10)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: É preciso saber viver

Pesquisa do Ministério da Saúde mostra piora nos hábitos e liga o alerta para a população de Belo Horizonte

De acordo com a sondagem, entre 2009 e 2010, enquanto no país caiu de 15,5% para 15,1% o percentual de adultos fumantes, na capital mineira, o índice, superior à média nacional, subiu. Além do aumento do tabagismo, a má alimentação elevou o número de pessoas com sobrepeso. Os dois fatores, associados ao sedentarismo, traduzido em menor porcentagem de praticantes de esportes, formam uma mistura perigosa para a saúde do belo-horizontino. (Págs. 1, 21 e 22)

Você não serve pra mim: Sacolas plásticas sem fiscalização

No primeiro dia em vigor da lei que proíbe as embalagens derivados de petróleo, o Estado de Minas percorreu vários pontos da capital e não encontrou fiscais em ação. Muitos comerciantes e consumidores, que usaram sacolas biodegradáveis ou retornáveis, respeitaram a norma. (Págs. 1 e 23)

Eu voltei, pras coisas que deixei: Lula vai negociar a reforma política

Ex-presidente dialogará com partidos da base governistas e da oposição em busca de um consenso sobre as mudanças. Foi o que ficou acertado numa reunião de Lula com lideranças petistas ontem, segundo o presidente interino do PT, deputado estadual Rui Falcão (SP). (Págs. 1 e 4)

Proposta: Código Florestal anistia ruralistas

Projeto beneficia pelo menos 15 deputados e três senadores multados pelo Ibama por desmatamento. Eles integram bancada que faz lobby para aprovação na Câmara neste semestre. (Págs. 1 e 3)

A beira do caminho: As microempresas que preferem não crescer. (Págs. 1 e 13)

Não adianta nem tentar me esquecer

Mais de 13 milhões ainda não entregaram a declaração de IR. (Págs. 1 e 14)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Grávidas penam na encruzilhada (Pág. 1)

Brasileiro está fumando menos e bebendo mais (Pág. 1)

Foto legenda

Volta às aulas em Realendo marcado pela emoção (Pág 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Pesquisa alerta para o sobrepeso e o vício do cigarro entre gaúchos

Ao ouvir moradores nas capitais, Ministério da Saúde constatou que Porto Alegre tem o maior percentual de pessoas que fumam 20 ou mais cigarros por dia. (Págs. 1 e 26)

Acesso livre: Por que os celulares seguem nos presídios

Depois de uma década de promessas, autoridades tentam novas estratégias para calar quadrilhas. (Págs. 1, 4 e 5)

Embate no TJ

Tarso garante nome no Irga e perde na Agergs. (Págs. 1, 8 e Rosane de Oliveira 10)

Clipping Radiobrás

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.