Pane na telefonia; Quem fala ao telefone ou usa a Internet percebe: há algo de muito errado com um dos setores mais importantes da economia. É possível consertá-lo – mas vai custar caro… – Educação:Vítimas da depressão; Doenças emocionais provocadas por más condições de trabalho levam professores a se afastarem da sala de aula… –Droga de epilepsia é usada em obesidade; Com a proibição da venda de remédios derivados da anfetamina para tratar obesidade, o consumo de drogas para epilepsia, depressão e diabete como emagrecedores disparou no País…

O Globo

Manchete: Tropa de 150 advogados vai tentar salvar os réus

Os próximos oito dias serão dedicados à defesa dos acusados no plenário do STF

Especialistas alertam que há risco de prescrição dos crimes se houver condenações a penas mínimas de menos de dois anos de prisão, pelos delitos de formação de quadrilha, corrupção, peculato e evasão de divisas

Depois de o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ter afirmado que o mensalão é “o mais escandaloso caso de corrupção do país”, a partir de amanhã é a vez dos advogados dos 38 réus darem sua versão. Um batalhão de mais de 150 deles, contratado junto aos 30 maiores escritórios do país, entrará em cena para falar no plenário do STF. Com isso, os ministros passarão oito dias, pelo menos, ouvindo argumentos da defesa. Especialistas advertem que a aplicação de penas mínimas para quatro dos delitos pelos quais os réus são acusados – formação de quadrilha, corrupção, peculato e evasão de divisas – levará à prescrição. (Págs. 1, 3 a 6)

Merval Pereira

Pós-mensalão

Julgamento definirá as forças partidárias dentro e fora do PT. (Pág. 4)

Elio Gaspari

Mensalão 2.0

Como um veto de Dilma evitou um novo mensalão.

Pleno emprego em 20% das cidades

Dados do Censo 2010, do IBGE, mostram que 1.133 municípios brasileiros têm índice de desemprego quase zero, revela Fabiana Ribeiro. (Págs. 27 a 29)

Clínicas burlam normas da Anvisa

Mais da metade das cerca de 200 clínicas de reprodução assistida no país, mercado que movimenta R$ 450 milhões por ano, ignora as normas da Anvisa. (Págs. 1 e 12)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Mercosul é ‘clube de amigos’, diz presidente do Paraguai

Federico Franco afirma não ser contra a entrada da Venezuela no bloco: ‘Nosso problema é o Hugo Chávez”

O presidente paraguaio, Federico Franco, que assumiu o poder há pouco mais de um mês, disse que o Mercosul virou “um clube ideológico, de amigos”. “Ao ver o Mercosul tomar decisões injustas contra o meu país, o Paraguai, sendo livre e soberano, está isento de qualquer compromisso com o bloco”, afirmou ao Estado. O presidente diz não ter nada contra a entrada da Venezuela nó bloco, possível graças à suspensão do Paraguai, após a destituição de Fernando Lugo. “Nosso problema é o Chávez.” Ele acusa o presidente venezuelano de apoiar “terroristas”. (Págs. 1 e A12 / Internacional)

Ponto fraco da acusação pode ajudar réus do mensalão

A contundência da acusação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, no julgamento do mensalão não livrou seu trabalho de críticas reservadas de ministros do STF e de autoridades que acompanharam as investigações. Um dos pontos contestados é o fato de a acusação não incluir o ex-ministro José Dirceu na acusação de lavagem de dinheiro. Ele responde por corrupção ativa e formação de quadrilha. (Págs. 1 e A4 / nacional)

Supremo Poder

O jurista Oscar Vilhena Vieira analisa a “supremocracia” que se instalou no Brasil a partir da Constituição de 1988 e explica por que acredita que, tecnicamente, o Supremo Tribunal Federal é até mais poderoso que a Suprema Corte americana. (caderno aliás)

Droga de epilepsia é usada em obesidade

Com a proibição da venda de remédios derivados da anfetamina para tratar obesidade, o consumo de drogas para epilepsia, depressão e diabete como emagrecedores disparou no País. (Págs. 1 e A20 / vida)

Refinaria lançada por Lula é terreno com mato

(Págs. 1 e B1 / Economia)

Brecha em Cumbica atrai estrangeiros ilegais

(Págs. 1 e Cl / Metrópole)

Fernando Henrique: O inescapável

No mensalão, torço para que não hajá impunidade. Calo sobre quem deva ser punido, mas não se deve obscurecer o essencial: houve crime. (Págs. 1 e A2 / Espaço Aberto)

————————————————————————————

Correio Braziliense

 

Manchete: A geografia da traição no DF

Rede social criada para pessoas casadas que desejam viver aventuras extraconjugais reúne em Brasília 20 mil interessados em trair o parceiro.(Págs 1, 27 e 28)

Mensalão:O crime da lavanderia

Acusação mais recorrente no processo do mensalão, que começou a ser julgado na quinta-feira pelo STF, a lavagem de dinheiro prevê pena de três a 10 anos de detenção. Mas especialistas ouvidos pelo Correio dizem que condenações por esse tipo de delito, de difícil comprovação, são raras no Judiciário brasileiro. (Págs. 1 e 2 a 4)

Primeiro o visual?

Classe C gasta mais em roupas que em educação. Mas quadro começa a mudar. Carolina Oliveira prefere investir na educação do filho Miguel. (págs 1 e 16)

Educação:Vítimas da depressão

Doenças emocionais provocadas por más condições de trabalho levam professores a se afastarem da sala de aula. (Págs. 1 e 12)

IML: Jovens mal do coração

Estudo em corpos de pessoas com menos de 30 anos, no DF, indica que 97% sofriam de problemas cardíacos. (Págs. 1 e 32)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: As doenças que assombram os nossos filhos

Eles têm entre 5 e 9 anos, mas deixam completamente de lado os hábitos de uma boa infãncia. Por isso, um terço da população nesta faixa estária está acima do peso. Especialistas alertam que a má alimentação, o consumo exagerado de comidas gordurosas, a falta de exercícios e mesmo de pegar sol podem criar uma geração que terá doenças graves logo no início da fase adulta. (Págs. 1, 25 e 26)

Injustiça histórica para não esquecer

Há 75 anos, os irmãos Joaquim e Sebastião Naves foram condenados por crime que não cometeram (Págs. 1, 28 e 29)

Brasileiros de olho na Síria

É com o coração apertado que a numerosa colônia síria de Belo Horizonte acompanha a guerra civil no país, onde tem parentes ou raízes. (Págs. 1 , 22 e 31)

MP aposta em crime de lavagem de dinheiro (Págs. 1, 3 e 4)

Famílias gastam mais com roupa que estudo

Para a educação, 3% do orçamento doméstico. Já para o vestuário, os gastos chegam a 5,5%. Principalmente na nova classe média, a opção de priorizar o guarda-roupa é clara, de acordo com o IBGE. (Págs. 1, 14 e 15)

Sem crédito na praça

os bancos têm linhas de financiamento para oferecer, até com juros baixos. O problema é que as micro e pequenas empresas recém-criadas geram desconfiança e não conseguem acesso ao dinheiro para capital de giro. (Págs. 1 e 17)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Recifense, com muito prazer

Na última reportagem da série Agenda Recife, veja que, apesar dos problemas, 75% dos entrevistados pelo Instituto Maurício de Nassau não gostariam de se mudar para outra cidade. (Págs. 1, Cidades 4 e 5)

Biodiesel, um fracasso anunciado (Págs. 1 e Economia 6)

Avaliação após formatura gera polêmica. (págs. 1, 11 e 12)

Jarbas e Eduardo (Pág. 1)

————————————————————————————

Veja

Manchete: Vingança

(Pág. 1)

Mensalão: O espetáculo da justiça no STF

(Pág. 1)

————————————————————————————

Época

Manchete: Onze juízes em nome do Brasil

Quem são, o que pensam e como votam os ministros do Supremo Tribunal Federal que decidirão o caso do mensalão.(Págs. 1)

Exclusivo: Por que Marcos Valério teve de colaborar com a Justiça

(Págs. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: Os novos usos da vitamina D

A ciência descobre que ela também atua no tratamento e na prevenção de doenças como diabetes e hipertensão, além de ajudar a emagrecer e a fortalecer as defesas do organismo.

Cada vez mais receitada pelos médicos, é a vitamina do momento.

Atenção: Metade da população mundial tem menos vitamina D do que precisa. (Págs. 1)

Exclusivo: Como o esquema de Marcos Valério ainda opera no governo

(Págs. 1)

Olimpíadas: O que esperar do Brasil nas próximas disputas

(Págs. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: A reação da Vale e o investimento recorde de R$ 40 bilhões

Murillo Ferreira, presidente da maior empresa privada do País, revela à Dinheiro como irá reverter a queda dos lucros e das ações na bolsa. (Págs. 1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: A tortura em juízo

O novo julgamento do coronel Brilhante Ustra determinará se o Brasil pretende ou não punir os algozes da ditadura (Pág. 1)

Valerioduto Tucano: novos documentos do esquema

(Pág. 1)

“Mensalão”: A defesa dos réus perde a primeira no Supremo

(Pág. 1)

————————————————————————————

EXAME

Manchete: Pane na telefonia

Quem fala ao telefone ou usa a Internet percebe: há algo de muito errado com um dos setores mais importantes da economia. É possível consertá-lo – mas vai custar caro. (Pág. 1)

Exclusivo

Exame teve acesso ao relatório oficial que acusa as principais empresas de cimento do país de formação de cartel. (Pág. 1)
————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Quinze anos de erros na gestão dos pedágios

Desde o final da década de 90,todos os governos do Estado contribuíram para tornar o programa de concessões danoso aos motoristas gaúchos. (Págs. 1, 4 e 5)

Sistema penal: Estrangeiros agravam caos nos presídios

Idiomas diferentes e dificuldade com leis brasileiras são barreiras para a Justiça. (Págs. 1, 32 e 33)

Mensalão: Como os réus vão tentar retardar as penas (Págs. 1 e 6)
Saúde privada: Por que os investimentos atrasaram (Pág. 1)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.