O menino pobre que mudou o Brasil; O ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa aos 14 anos de idade, no Colégio Estadual Antônio Carlos, em Paracatu, Minas Gerais. Joaquim Barbosa venceu as adversidades graças à obstinação evidenciada desde os tempos de menino na escola… – Poder de Dirceu baliza votos no mensalão; Possível condenação de ex-ministro como mentor do mensalão deve consolidar novos parâmetros para a criminalização de autoridades mesmo sem prova material; Supremo deverá concluir que ‘capitão’ de time do primeiro governo Lula não tinha como ignorar esquema de compra de votos…

O Globo

Manchete: Rio elege hoje prefeito que terá superdesafios

Pesquisas apontam reeleição de Eduardo Paes no primeiro turno

Prioridades incluem saúde, saneamento, transportes e organização das Olimpíadas

Ao final de uma campanha marcada pela ampla vantagem nas pesquisas de Eduardo Paes (PMDB), candidato à reeleição, o carioca vai escolher hoje o prefeito que terá um duplo desafio: resolver velhos problemas, como saúde, saneamento e transportes, e preparar a cidade para as Olimpíadas – com a chance histórica de transformar o legado dos Jogos num marco de refundação da cidade. (Págs. 1, 3 a 11, Merval Pereira, Míriam Leitão e editorial “O que testam as urnas”)

Disputa acirrada em SP até o fim

São Paulo registra uma das eleições municipais com cenário mais indefini­do de todos os tempos. Nenhum can­didato está garantido no segundo tur­no. As duas vagas estão entre Celso Russomanno (PRB), José Serra (PSDB) e Fernando Haddad (PT), e é impossí­vel cravar um resultado. (Págs. 1 e 25)

De 26 capitais, 17 devem ter 2º turno

De acordo com as pesquisas eleitorais, em apenas nove capitais a eleição deverá ser decidida hoje, incluindo o Rio. Treze governadores deverão amargar a derrota de seus candidatos e só três já sairão vitoriosos. (Págs. 1 e 20)

Tarso: mensalão prejudicou o PT

Derrotado em Porto Alegre, onde seu candidato não irá nem ao 2º turno, o governador Tarso Genro admite que o julgamento do mensalão teve reflexo eleitoral negativo para o PT. (Págs. 1 e 32)

Conheça os candidatos

Nomes e números para votar para vereador no Rio. (Págs. 1, 34 e 35)

O que pode e o que não pode

Celular e camisa de campanha proibidos em seções eleitorais. (Págs. 1 e 33)

A história de Mora: Até o fim, pensando o futuro do país

No último capítulo, Mora conta que Ulysses, pouco antes de morrer, discutia com os peemedebistas a participação no governo Itamar Franco. (Págs. 1 e 40)

Futuro de Chávez em jogo nas urnas

O presidente da Venezuela enfrenta hoje o opositor Henrique Capriles em busca de sua terceira reeleição. A insatisfação popular em antigos redutos chavistas, por problemas como violência e inflação, torna o resultado imprevisível. (Págs. 1 e 63 a 65)

Mulheres à frente do Judiciário

A desembargadora Leila Mariano será a primeira mulher a comandar o Tribunal de Justiça do Estado do Rio. Ela se juntará ao time feminino que está à frente do Tribunal Regional do Trabalho e da Justiça Federal no Rio. (Págs. 1 e 42)

TAM lança novos voos Rio-EUA

O presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, disse que a companhia terá voos do Rio para Orlando e Montevidéu. E estuda criar rota do Rio para Madri e reforçar a de Nova York, de olho nas empresas. “Vamos fortalecer o Galeão. O pré-sal trouxe uma dinâmica interessante”, disse. (Págs. 1 e 59)

————————————————————————————

Folha de S. Paulo

Manchete: Serra passa, Russomanno cai mais, Haddad encosta

Em disputa inédita, com triplo empate técnico no Datafolha, SP define 2º turno hoje no voto a voto

Os eleitores de São Paulo vão hoje às urnas na dispu­ta mais indefinida pelo segundo turno da história da cidade. Segundo pesquisa Datafolha realizada ontem e anteontem, três candidatos estão embolados, com chan­ces de concorrer no dia 28.

José Serra (PSDB) tem 28% dos votos válidos, em­patado tecnicamente com Celso Russomanno (PRB), com 27%, e também com Fernando Haddad (PT), que tem 24%. A margem de erro é de dois pontos percentu­ais, para mais e para menos.

Em dez dias, Russomanno perdeu sete pontos percentuais em votos válidos. Segundo o Datafolha, o cenário paulistano é volátil e deve continuar se alterando até o fim da votação, às 17h. O levantamento captou que 6% ainda estão indecisos.

Em Recife, Humberto Costa (PT) encostou no segundo colocado, Daniel Coelho (PSDB). Geraldo Julio (PSB) continua líder, com 46% dos válidos. Em Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT) subiu e há chances de ocorrer segundo turno. (Pág. 1 e Eleições 2012)

Hélio Schwartsman

Direito de não votar precede liberdade de escolha do candidato. (Págs. 1 e Opinião, A2)

Danuza Leão

Abrir mão do voto é desistir de ajudar a melhorar o país. (Págs. 1 e Cotidiano, C2)

Henrique Meirelles

Crise recoloca debate econômico no centro do debate político. (Págs. 1 e Opinião, A2)

Chávez busca 3º mandato em sua mais difícil eleição

Hugo Chávez enfrenta ho­je a eleição mais difícil de seus quase 14 anos de poder na Venezuela. O maior desa­fio do presidente, que busca o terceiro mandato, é estan­car a sangria de votos na periferia de Caracas, fenôme­no surgido em 2008. Nessas áreas, seus inimigos são a crise de gestão e a escalada da violência. (Págs. 1 e Mundo, A14)

Relator do mensalão diz que votou em Lula e Dilma

Considerado rigoroso no julgamento do mensalão no STF, o relator Joaquim Barbosa disse em entrevista a Mônica Bergamo que vo­tou em Dilma e três vezes em Lula. “Não me arrependo. Os avanços são inegáveis”. Para ele, há racismo em todas as instâncias de poder. “Todas as engrenagens de comando estão nas mãos de pessoas brancas e con­servadoras”. (Págs. 1 e Poder, A10 e A11)

Alunos usam redes sociais para expor os problemas das escolas (Págs. 1 e Cotidiano, C1)

Editoriais

Leia “Indefinição na ur­na”, acerca de recorde de candidaturas ameaçadas, e “Escolas repetentes”, sobre o desafio de colégios melhorarem no Ideb. (Págs. 1 e Opinião, A2)

————————————————————————————

O Estado de S. Paulo

Manchete: Russomanno embaralha tradicional duelo PT-PSDB

Líder durante a campanha em SP, candidato do PRB cai nas pesquisas na reta final

Haddad e Serra disputam com ele as duas vagas no segundo turno

Institutos apontam que, dos 8 milhões de eleitores, 9% ainda estão indecisos

Líder isolado durante mais de um mês nas pesquisas de intenção de voto para a Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno (PRB) embaralhou a tradicional polarização entre PT e PSDB. Atacado por petistas nas últimas duas semanas, perdeu mais de 800 mil intenções de voto e passou a ter a presença no segundo turno ameaçada tanto pelo tucano José Serra quanto por Fernando Haddad (PT). Segundo pesquisas, entre os 8 milhões de eleitores da capital, ainda há 9% de indecisos. Filiado ao PRB, partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus, Russomanno conquistou muitos votos na periferia, região tradicionalmente petista, causando dificuldades ao estreante Haddad, escolhido candidato pelo ex-presidente Lula. Após relutar em aceitar a candidatura, Serra foi para a disputa com intenção de barrar uma eventual vitória do PT e enfrentou forte rejeição por ter renunciado ao cargo de prefeito para concorrer ao governo do Estado. (Pág. 1 e caderno especial)

Fotolegenda:

Celso Russomanno (PRB)

Defensor do consumidor na TV surpreende forças tradicionais, lidera desde o início e se desgasta no final.

José Serra (PSDB)

Após negar candidatura, tucano muda de ideia em razão do cenário político e luta contra rejeição.

Fernando Haddad (PT)

Ungido por Lula para representar o novo, enfrenta problemas nos redutos de seu partido.

Lula e Dilma selecionam palanques com foco em 2014

Com a base aliada do governo dividi­da, a presidente Dilma Rousseff e seu padrinho, Luiz Inácio Lula da Silva, fizeram apostas políticas na escolha dos palanques em que subiram no primeiro turno das eleições munici­pais. A estratégia foi a nacionaliza­ção da campanha, de olho na disputa de 2014 contra o PSDB. Ambos cen­traram forças nas eleições de Fernan­do Haddad em São Paulo e Patrus Ananias em Belo Horizonte. (Págs. 1 e H12)

O desafio da nova Câmara

Os 55 vereadores eleitos hoje em São Paulo terão a tarefa de aprovar o próximo Plano Diretor da maior metrópole da América do Sul. (Págs. 1 e H4)

Fotolegenda: Entrega das urnas

As urnas que serão usadas na eleição foram entregues ontem, incluindo locais de difícil acesso, como Cotijuba, no Pará. Na cidade de São Paulo serão 23.779. (Págs. 1 e H12)

Carlos Melo: Futuro começa hoje

Não é Copa, mas, neste domingo sem futebol, começa o jogo de 2014. A visibilidade das prefeituras conquistadas colocará novos atores em cena. (Págs. 1 e H5)

João Bosco Rabello: Censura como regra

Embora o debate ideal entre candidatos seja em torno de programas, não se pode dar como ilícita a exploração de erros de um partido. (Págs. 1 e H20)

Belo Horizonte (MG): Eleição na cidade ganha peso nacional

O elenco é local, mas o enredo é federal – e poderá influir no Brasil de 2014. Oficialmente, os eleitores de Belo Horizonte escolhem entre Marcio Lacerda (PSB), candidato à reeleição, e Patrus Ananias (PT) quem comandará a prefeitura até 2016. Por trás da disputa, porém, estão Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), de olho em 2014. (Págs. 1 e H16)

Rio de Janeiro (RJ): Paes deve receber votação expressiva

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), deve se reeleger em primeiro turno com uma votação consagradora. Pesquisas recentes mostram que ele poderá obter 70% dos votos válidos. Se confirmado, o resultado fará do peemedebista de 42 anos o político mais bem votado na capital fluminense desde a redemocratização. (Págs. 1 e H15)

Salvador (BA): Novo carlismo e PT disputam espaço

Para o DEM, a vitória de Antonio Carlos Magalhães Neto representa a sobrevivência da legenda, que atualmente não governa nenhuma capital. Para o PT, a eleição de Nelson Pelegrino significa a chegada do partido ao poder pela primeira vez na capital baiana. (Págs. 1 e H19)

Fortaleza (CE): Futuro

Liderança de Ciro Gomes (PSB) no Nordeste está em jogo no embate contra Luizianne Lins (PT). (Págs. 1 e H18)

Venezuela vai às urnas em cenário incerto

Os venezuelanos vão às urnas hoje para a mais disputada eleição presidencial desde 1998. O atual presidente Hugo Chávez aparece como favorito na maioria das pesquisas, mas a candidatura do opositor Henrique Capriles Radonski, vem crescendo, informa o enviado especial Roberto Lameirinhas. (Págs. 1 e Internacional, A7)

Poder de Dirceu baliza votos no mensalão

Possível condenação de ex-ministro como mentor do mensalão deve consolidar novos parâmetros para a criminalização de autoridades mesmo sem prova material; Supremo deverá concluir que ‘capitão’ de time do primeiro governo Lula não tinha como ignorar esquema de compra de votos. (Págs. 1 e Nacional, A4)

Lei quer limitar rotatividade nas empresas

O governo estuda mudanças na legislação para diminuir a rotatividade no mercado de trabalho. Entre elas estão criação de taxas extras para empresas que demitirem mais, barreiras no acesso ao seguro-desemprego e unificação de abono salarial e salário-família. A alta rotatividade eleva gastos com seguro-desemprego. (Págs. 1 e Economia, B1)

Notas & Informações

Desempenho constrangedor

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, será lembrado pela fragilidade de suas posições. (Págs. 1 e A3)

————————————————————————————

Correio Braziliense

Manchete: Entorno, uma eleição que tem a ver com você

Ação dos prefeitos contribui para reduzir problemas na saúde e na segurança do DF

Em Luziânia, PF prende grupo que transportava eleitores da zona rural

Confira a lista dos 99 locais onde é possível justificar a ausência na votação

De todas as disputas eleitorais que o brasiliense poderá acompanhar hoje, uma merece atenção especial. O resultado das urnas nas 22 cidades que fazem parte da Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno do Distrito Federal (Ride) tem influência direta na qualidade dos serviços públicos oferecidos na capital. A escolha dos 693 mil eleitores desses municípios goianos e mineiros pode representar avanços na segurança e na saúde de Brasília, pressionada pelas grandes carências das áreas vizinhas. Nos principais colégios eleitorais do país, o PT enfrenta um teste decisivo sob a influência do mensalão. Partido aposta em segundo turno com Fernando Haddad pela prefeitura de São Paulo. (Págs. 1, 2 a 11 e 33 a 36)

Joaquim Barbosa: A ascensão do ministro que caiu nas graças do povo

A repórter Helena Mader foi até Paracatu (MG) reconstituir a história do ministro relator no julgamento do mensalão. Ele venceu as adversidades graças à obstinação evidenciada desde os tempos de menino na escola. (Págs. 1 e 12)

UnB define porcentagem para cotistas

Decisão sobre o percentual sai na próxima quinta-feira. A tendência é que seja adotado o índice de 12,5%. Vestibular e 3ª etapa do PAS estão com inscrições suspensas. (Págs. 1 e 32)

A supremacia de Chávez em risco

Analistas acreditam que Henrique Capriles pode surpreender nas eleições venezuelanas a serem realizadas hoje. (Págs. 1 e 24)

Ciência: Brasileiro é cotado para receber o Nobel de Medicina (Págs. 1 e 28)

Geração condenada pela evasão escolar

Ensino de má qualidade reduz as chances dos adolescentes em uma fase decisiva para ingressar no mercado de trabalho. (Págs. 1, 16 e 17)

22,8 milhões são dependentes do álcoll no Brasil (Págs. 1 e 14)

Extra! Extra!

Depois do mensalão, Papuda pode ter suíte executiva (até wi-fi). (Págs. 1, Fala Zé, Diversão & Arte, 4)

————————————————————————————

Estado de Minas

Manchete: Eleições 2012 – Que vença BH

A capital vai às urnas hoje com 1.860.172 votos sonhando em ganhar nas eleições municipais um Executivo e um Legislativo engajados na caminhada para dar a seus 2,4 milhões de moradores uma qualidade de vida superior. Mas trabalho apenas não basta. Estudo mostra que a maioria dos habitantes está mais exigente com a ética e busca no passado dos candidatos referências para o presente. É a “era do ficha-limpa”. A convite do Estado de Minas, os dois concorrentes à prefeitura que polarizam a preferência dos belo-horizontinos escreveram cartas ao eleitor assumindo o compromisso de levar a cidade ao futuro que ela merece: o de uma das melhores do mundo para viver.

A menor disputa em Minas

Eleição acirrada em Cedro do Abaeté contrasta com a paz da candidatura única de Serra da Saudade, na Região Centro-Oeste. Moradores dos dois municípios aprovam campanha sem poluição visual e sonora. (Págs. 1, 3 a 12)

A origem de Joaquim Barbosa

Paracatu, no Noroeste de Minas, fala com orgulho do filho pobre e inteligente que se tornou ministro do STF. O relator do mensalão comemora 58 anos hoje.
Apontado como herói, ele é exemplo de que não há sonho impossível. (Págs. 1 e 13)

————————————————————————————

Jornal do Commercio

Manchete: Por uma cidade melhor

O País escolhe hoje prefeitos e vereadores que comandarão as tranformações dos 5.565 municípios brasileiros nos próximos quatro anos. Em Pernambuco, são 184 cidades e 6,4 milhões de pessoas em condições de votar.

Documentos exigidos
Eleitor deve levar o título ou documento com foto. Não são aceitos crachás e cópias. Para informações, o TRE tem o telefone 4009.9400 e o e-mail faleconosco@tre-pe.jus.br.

Os embates pelo País
Desafio entre PSB e PT vai além do Recife e chega a outras cidades importantes. Em 11 capitais, pleito pode ser decidido no 1º turno. Veja o mapa completo da disputa nacional.

Em tempo real
O NE10 (ne10.com.br) transmite o resultado da apuração em parceria com o TSE. Consulta pode ser feita em computadores, tablets ou smartphones. (Págs. 1, 3 a 19, Cidades 4 e esportes, 1)

Venezuelanos também vão às urnas hoje

População escolhe entre a permanência de Hugo Chávez na Presidência e o candidato opositor Henrique Capriles. (Págs. 1 e 25)

————————————————————————————

Veja

Manchete: O menino pobre que mudou o Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa aos 14 anos de idade, no Colégio Estadual Antônio Carlos, em Paracatu, Minas Gerais. (Pág. 1)

Império X

Eike Batista recorre à ajuda de Lula para enfrentar a desconfiança do mercado financeiro. (Pág. 1)

Crise dos mísseis

As verdades e os mitos sobre os dias em que o mundo esteve à beira de uma guerra nuclear. (Pág. 1)

————————————————————————————

Época

Manchete: A mulher venceu a guerra dos sexos

Elas estudam mais, são mais valorizadas no trabalho e já nem querem saber de namorar para não atrapalhar a carreira. Os homens que se cuidem… (Pág. 1)

Joaquim e José

A ascensão do juiz que condenou um político poderoso – e a queda do poderoso condenado. (Pág. 1)

Hebe Camargo

A apresentadora carismática que, com seu jeito direto e intimista, definiu um estilo na televisão brasileira. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ

Manchete: Vai ser mais difícil roubar?

Como fica a política brasileira depois das condenações históricas no mensalão. (Pág. 1)

Superação

A incrível história do brasileiro cego que surfou uma das ondas mais perigosas do mundo. (Pág. 1)

————————————————————————————

ISTOÉ Dinheiro

Manchete: Mais combustível para as montadoras

Regime automotivo anunciado pelo governo dá início a uma nova era na indústria automobilística com mais concorrentes produzindo carros mais eficientes e com mais peças nacionais. Empresas como Nissan, BMW, Chery e outras aceleram com investimentos de R$ 5 bilhões no País. Saiba o que vem por aí. (Pág. 1)

Economia: A retomada da indústria já começou (Pág. 1)

Entrevista: Josué Gomes, da Coteminas, assume o lado político (Pág. 1)

Bebidas: Heineken decola no país e incomoda a Ambev (Pág. 1)

————————————————————————————

Carta Capital

Manchete: O vencedor de 2012

O PSB de Eduardo Campos, governador de Pernambuco, expande sua influência e pode conquistar até 500 municípios. (Pág. 1)

Mais admiradas

Na festa de CartaCapital, Dilma prevê a retomada da economia. (Pág.1)

Mensalão: Que país é este?, pergunta Mino Carta (Pág. 1)

————————————————————————————

Zero Hora

Manchete: Eleições 2012 – Eu prometo

A convite de ZH, os candidatos que disputam o seu voto neste domingo assinam compromisso com uma Porto Alegre melhor. (Pág. 1)

Clipping Radiobrás

Edição: Equipe Fenatracoop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.