Após três dias internado, a criança não resistiu aos ferimentos. Motociclista que o atropelou teve a prisão preventiva decretada
O menino de 11 anos que foi atropelado por uma motocicleta em um racha, no dia 15 de novembro, em Arapongas, Norte do Paraná, morreu na noite de sexta-feira (18). A informação foi confirmada pela Delegacia de Polícia Civil do município.

O menino assistia a um racha quando um dos motociclistas perdeu o controle e bateu nele. Com a força do impacto, ele foi arremessado a mais 40 metros e sofreu traumatismo craniano. O menino estava internado no Hospital Regional João de Freitas, em Arapongas. Ele teve uma parada cardíaca na noite de sexta e morreu.
Com a morte da vítima, o motociclista, de 21 anos, preso no dia seguinte ao acidente, poderá não responder pelo crime em liberdade. Segundo o delegado Walter Helmut, a juíza da vara criminal de Arapongas determinou a prisão preventiva e cancelou a possibilidade de fiança. Antes disso, ele poderia pagar R$ 2,5 mil e ser liberado da prisão até o julgamento.

Conforme o delegado, o jovem responderá ao crime de lesão corporal seguida de morte com dolo, ou seja, o motociclista “assumiu os riscos de matar alguém” ao disputar um racha.

Helmut informou que um segundo envolvido no racha foi localizado pela polícia e preencheu um termo circunstanciado de direção perigosa. O outro motociclista que também estaria disputando o racha ainda não foi identificado pela polícia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.