Mês da Mulher: Conheça empreendedoras com negócios próprios em Cambé

0

A frase “Lugar de mulher é onde ela quiser” é dita por muitos. No caso de inúmeras mulheres em Cambé, o lugar escolhido foi o empreendedorismo. As ações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico apoiam essas trabalhadoras dispostas a apostar em um negócio próprio. É o caso de Lucimarí Borges que, com sua empresa SuspiraLu, adocica o paladar dos clientes confeccionando doces e suspiros personalizados.

No fim de 2021, ela participou da feira online para Microempreendedores Individuais (MEIs), promovida pela Prefeitura de Cambé em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Lá, expôs suas guloseimas e divulgou as formas pelas quais os potenciais clientes poderiam entrar em contato.

A doceira de 55 anos avalia que o atendimento na Sala do Empreendedor foi fundamental para sua obtenção do número do CNPJ. “Eu falei o que eu queria, o porquê que eu queria. E foi super rápido. Tanto que o meu CNPJ já saiu. Eu tenho muito a agradecer. Eles foram muito atenciosos comigo lá”’, diz ela. 

Ainda no ramo alimentício, a cozinheira Stefane Garcia recorreu à Sala do Empreendedor para garantir seu cadastro como Microempreendedor Individual (MEI), e também destaca a atenção dos funcionários: “Me deram o suporte. Sempre muito atenciosos”.

Ela produz marmitas saudáveis pela empresa Bestfood.fit Alimentação Saudável e migrou há 5 meses para uma loja física situada no jardim Santo Amaro. Antes de ter seu próprio espaço, ela falava com os consumidores através do Instagram e, além de preparar o alimento, também era responsável pelo marketing e pela entrega.

Com a pandemia do novo coronavírus, a jovem empresária viu no delivery uma oportunidade de crescimento. E a aposta rendeu frutos. Hoje, conta com duas cozinheiras, nutricionista,  secretária e motoqueiro, além de ter firmado parcerias com academias e outras empresas. A intenção é que, em março, o espaço funcione como uma espécie de buffet. Desse modo, os clientes poderão consumir no local.

Hoje, ela faz uma retrospectiva positiva. “Foi muito difícil crescer sozinha, ainda mais como empreendedora mulher. Ainda tenho que enfrentar muitas dificuldades diárias. Mas, ainda assim, fico muito feliz pela evolução enorme que tive como mulher e como empresária em apenas um ano”, comemora.

Jaqueline Dias, de 26 anos, é proprietária de uma academia de dança que leva seu nome e já funciona há dois anos. Para a empreendedora, o apoio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, por meio da Sala do Empreendedor, teve função chave para a abertura da empresa.. Além de conseguir o MEI, foi orientada de como lidar com exigências burocráticas.  “Foi importante e fundamental para dar início ao meu negócio. Onde me deram toda assistência e suporte, desde a abertura do MEI, até as instruções, cursos, emissão de boleto, nota fiscal, declaração do Imposto de Renda, sempre esclarecendo também as minhas dúvidas e ajudando a manter o meu negócio em dia”, declara.

Serviço – Sala do Empreendedor:

A Sala do Empreendedor, situada na rua França, 94, no centro de Cambé, atende de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h, sem pausa para o almoço. No entanto, alguns serviços, como a abertura do CNPJ, a formalização de empresas e a consulta prévia, só são oferecidos até às 14h30.

Agendamentos podem ser feitos presencialmente no órgão ou através do telefone (43) 3174-2716. Eles não são necessários para demandas como retirada de boletos e declaração de faturamentos. O telefone também está disponível para informações. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.