O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um inquérito para apurar a existência de irregularidades nas merendas de cinco municípios da região norte do Paraná, componentes da Subseção Judiciária de Londrina. A investigação vai se focar em Alvorada do Sul (71 km de Londrina), Arapongas (37 km), Assaí (43 km), Bela Vista do Paraíso (42 km) e Cambé

As cinco portarias foram publicadas no Diário Oficial da União desta terca-feira (15), assinada pelo procurador da República em Londrina, João Akira Omoto. O caso vai se deter na tentativa de esclarecer se há precariedade, falhas na fabricação e na manipulação dos alimentos e demais falhas na merenda que chega ao ensino básico.

A investigação foi deflagrada depois da veiculação de uma matéria no programa Fantástico, da Rede Globo, que expunha problemas na alimentação dos alunos.

Ela foi justificada pelas colocações do Estatuto da Criança e do Adolescente que assegura aos estudantes com absoluta prioridade o direito “à vida, à sáude, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.”

O MPF também coloca que a alimentação adequada é um direito fundamental e indispensável aos critérios da dignidade expostos pela Constituição Federal, por isso há a necessidade de manter a segurança alimentar.

O inquérito civil público foi instaurado e tem o prazo de um ano para apurar o atendimento do Programação de Alimentação Escolar da rede de ensino básico nos cinco municípios.

8 COMENTÁRIOS

  1. lendo o portal hoje encontrei uma coisa boa a maquete da praça PEC que srá construida no jardim Tarobá que lindo pena que é só a maquete ……. o local contnua lindo ………..vazio ……..aliás tem um campinho de futebol da nossa rapaziada………..

  2. Nelson voce disse tudo. É claro que “tudo” é força de expressão, porque ainda há muito mais por se dizer quanto a incompetencia desse Pavinato e sua turma. Mas o resumo foi preciso, perfeito, necessario e oportuno..
    A população, como um todo precisa ser concientizada do engodo que é essa administração, se é que já não está e seu comentario, de bom cambeense, contribui e muito para isso..
    Veja só, enquanto em Londrina o Gaeco faz e prende e o ministério publico dá prosseguimento, em Cambé, LAMENTAVELMENTE, o MP arquiva ou vira segredo de justiça.
    Como pode tanta blindagem assim. As vezes fico pensando se os mesmos que articulam contra o Barbosa em Londrina, não seriam os mesmos que articulam a ‘blindagem” do João Pavinato em Cambé? Pensem nisso.

  3. Pavinato sempre na garupa dos outros.

    Caros leitores(as) deste importante Portal Cambé.

    Existem administrações que tentam “MAQUIAR” sua inoperância e incompetencia, pegando carona nos programas e obras dos outros e buscam enganar a população dizendo que são de realizações suas. É o caso de Cambé, onde a fraca e insignificante administração tenta levar ao povo de Cambé a imagem de que tudo está maravilhoso na nossa querida Cambé. O Prefeito Pavinato diz sempre na Rádio Cidade, em programas patrocinados com o dinheiro sabe se lá de quem, que “Muitas Cosas Boas estão acontecendo”. Mas o que está acontecendo de bom? As casas populares, inclusive os apartamentos inaugurados nesta gestão não podem ser considerados obras suas. As casas quem conseguiu foi a gestão passada, os apartamentos fazem parte de um programa do governo federal “Minha Casa Minha Vida”, sem nenhuma participação da Prefeitura. A Academia ao Ar Livre é um programa também do Governo Federal. E o Prefeito Pavinato se vangloria dizendo que é “obra” sua, aliás, é que o que se tem prá inaugurar, inclusive isso já está lhe rendendo o apelido de JOÃO DA ACADEMIA. Essas academias, embora sejam boas, estão sendo subutilizadas pela comunidade e são as únicas inaugurações que estão acontecendo nesta administração. Reforminhas de postos de saúde não podem ser consideradas obras. O funcionalismo público está totalmente descontente e desmotivado, inclusive muitos que ocupam os tais cargos comissionados, a cidade está mal cuidada e o Prefeito Pavinato diz que está tudo uma maravilha. Obras públicas paralisadas e inclusive sendo alvo de vandalismo é o que encontramos. CAMBÉ ESTÁ PARADA NO TEMPO. Denúncias de IRREGULARIDADES E DE CORRUPÇÃO são marcas desta administração. Só para citar algumas, lembramos a invasão DOS PRMOTORES DA GAECO na Prefeitura, onde no processo está envolvido o irmão do prefeito, suspeito de ter recebido dinheiro sujo de um empresário da cidade. O transporte coletivo, cuja empresa TIL patrocina programas de rádio de secretários do Prefeito o que talvez seja o motivo para que o Prefeito não faça a licitação desse serviço. Desvio de dinheiro do convenio da Prefeitura com o Instituto Atlântico, quase R$ 2 milhões de reais, fato apurado pela CPI que a Câmara de Vereadores fez. Enfim, que administração é esta? Cambé não pode ficar a mercê de uma administração cujo secretariado é escolhido ou por ser parente ou por ser AMIGUINHO DO REI. A competência e a seriedade ficaram renegadas a segundo plano. A prepotência e a arrogância dominam o ambiente fétido e nojento com que se transformou a nossa Prefeitura de Cambé, onde os funcionários, principalmente os que trabalham no prédio principal, estão com medo, vigiados por guardiões do poder que ficam observando as conversas e as atitudes dos servidores para puni-los com perseguições absurdas. É uma lástima vermos em Cambé mais uma administração fracassada, como esta do PREFEITO JOÃO DA ACADEMIA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.