Morto se mexe no caixão e assusta a todos em velório: ‘‘ Estava suado e apertou minha mão”

Durante a avaliação, Raimundo teria apertado a mão de uma das enfermeiras e estava com sinais de respiração, mas, ao ligar os aparelhos, os médicos constataram sua morte.

0
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889
A Podologia Cambé esta instalada no Centro Comercial Canadá Localizado na Rua Holanda, 263 esquina com a Av Canada, Sala 311 no centro de Cambé, telefone: (43) 3254-7433 e WhatsApp: (43) 9.9918-7889

Um homem de 61 anos apresentou sinais vitais durante seu velório na noite de sexta-feira (16), no município de São Luís do Curu, Região Metropolitana de Fortaleza.

Ao abrir o caixão, a família notou suor no corpo de Raimundo Bezerra de Souza e, durante o velório, ele teria apertado a mão de um de seus familiares.

Ao perceber sinais vitais, seu filho foi até o hospital da cidade para pedir ajuda a equipe médica. No local, os médicos decidiram chamar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para retirar o corpo e levar até a unidade hospitalar.

Durante a avaliação, Raimundo teria apertado a mão de uma das enfermeiras e estava com sinais de respiração, mas, ao ligar os aparelhos, os médicos constataram sua morte. O corpo voltou para o cemitério São Miguel, onde estava sendo velado, para ser enterrado.

Raimundo estava preso no município de Trairi quando passou mal e foi encaminhado para o Hospital Regional de Itapipoca, onde morreu após uma infecção generalizada.

Cobra News

---------------------------------------------------------------------

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.