“Uma mulher de 50 anos foi detida hoje (11) na Austrália por suspeitas de relação com os casos, registrados em setembro, de agulhas inseridas em morangos comercializados no país, informou a polícia de Queensland. A mulher, que não foi identificada, será ouvida amanhã (12) em um tribunal de Brisbane (Nordeste), detalhou a polícia, que qualificou a investigação como “complexa” e “extensa” em um comunicado.”

As autoridades do estado de Queensland, no Nordeste da Austrália, emitiram um alerta público no dia 12 de setembro depois que vários casos de morangos com agulhas vendidos em supermercados foram detectados.

No total, mais de 100 supostos episódios ocorreram na Austrália em setembro, além de um incidente isolado também na vizinha Nova Zelândia.

Após classificar o assunto de sabotagem, as autoridades australianas ofereceram uma recompensa de 100.000 dólares australianos (US$ 71.897) para encontrar os responsáveis por um caso que pôs em xeque a indústria do morango no país.

Fonte: Agência Brasil

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.