O deputado Durval Amaral (DEM) afirmou, em entrevista publicada no jornal O Estado do Paraná neste domingo (05), que vai trabalhar na articulação política do governo a partir de janeiro. Amaral foi confirmado na semana passada pelo governador eleito Beto Richa (PSDB) para comandar a chefia da Casa Civil. Como secretário-chefe, o deputado também disse que vai assumir o trabalho de interlocução entre as secretarias estaduais. A ideia é fazer uma gestão conciliadora, agregando deputados, partidos e administrações municipais. Acompanhe abaixo os melhores trechos da entrevista

A Casa Civil terá que ter um diálogo amplo com prefeitos e deputados de todos os partidos. O senhor já fez uma conta de quantos são aliados e quantos adversários?

Nossa conta é governar para todos os 399 municípios do Paraná. Não vamos ter a preocupação de distinguir os prefeitos. Todos serão atendidos com respeito e serão contemplados dentro da disponibilidade de caixa. Ser ou não do partido do governador não será pré-requisito para ser atendido. Não chegamos ao governo para revanchismo.

Mas em 2012 haverá eleição municipal. E a base do governo é formada por muitos partidos. Como é administrar esses conflitos naturais do processo eleitoral?

Os partidos aliados ao governo vão disputar a eleição em todos os municípios do Paraná. Nesta questão da disputa municipal, saberemos quem são os nossos companheiros e aliados.

Na Assembleia Legislativa, os deputados costumam viver às turras com a Casa Civil, quando são contrariados. Como o senhor, que vai passar para o outro lado do balcão, vai evitar estes conflitos?

Eu sou amigo de todos os deputados. E já decidi que vou estar toda a semana despachando com eles na Assembleia. A Casa Civil estará na Assembleia pelo menos uma vez por semana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.