O auto de infração emitido pela Secretaria de Meio Ambiente de Londrina foi encaminhado para análise da Diretoria Jurídica da Sanepar. A Companhia de Saneamento do Paraná reitera que, assim que tomou conhecimento do vazamento, na manhã de sexta-feira (6), efetuou o imediato conserto do local. Foram encontradas pedras na tubulação, que obstruíam a passagem do esgoto, o que indica a ação de vândalos. A rede de esgoto não é projetada para receber pedras, madeiras, plásticos, absorventes, tecidos e outros objetos que causam entupimento. Em Londrina, a Sanepar tem 1.435 quilômetros de rede coletora. Todos os dias, são vistoriados 110 pontos da rede considerados mais vulneráveis, por ação de vândalos e uso inadequado. A Sanepar solicita aos moradores que não joguem material que possam entupir a rede coletora e que avisem a empresa pelo telefone 115 ou pelo site www.sanepar.com.br diante de qualquer sinal de vazamento.

Sanepar, 9 de janeiro de 2012.

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.