O Denarc (Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico) realizou na manhã desta sexta-feira (30/11), uma operação deflagrada GOLD II, com a finalidade de desmantelar uma quadrilha que dominava o tráfico de drogas nas cidades de Londrina e Cambé.

O Denarc deu continuidade nas diligências investigatórias que foram iniciadas pela 10ª Subdivisão Policial de Londrina. Em parceria com a Polícia Civil de Cambé, os policiais conseguiram identificar uma organização criminosa sediada na cidade de Cambé que distribuía drogas em Cambé e Londrina.

A investigação iniciou com a prisão ocorrida na cidade de Cambé, de Magaiver Roberto de Siqueira, cunhado do alvo principal da quadrilha, realizada pela Polícia Civil de Londrina. Com ele estava uma quantia de cocaína. Magaiver já estava preso antes da operação e havia um mandado de prisão expedido contra ele.

Poucos dias depois, foi preso José Henrique de Lima Teo, outro alvo da investigação, na cidade de Itambé no Paraná com cerca de R$ 23.000,00 que seria produto da venda de entorpecentes do líder da quadrilha. Ele era responsável também por buscar drogas e dinheiro da cidade de Foz do Iguaçu.

José Henrique de Lima Teo

Durante as investigações, os policiais perceberam a participação do alvo principal da organização criminosa, Rafael Martins dos Santos, vulgo Galaxo.

Rafael Martins dos Santos – Alvo Principal

Rafael vem sendo investigado desde 2014. Ele foi preso em 2014 na cidade de Maringá, em uma operação denominada GOLD I pelo Denarc de Londrina, com cerca de 20kg de drogas, armas de fogo e munições que seriam distribuídas na região de Londrina.

Na cidade de Santa Terezinha do Itaipu no Paraná, a Polícia Civil prendeu Leandro Soares Guidotti com 12kg de cocaína, 2kg de crack, diversas munições e carregador de pistola com a participação também de Rafael. Leandro já estava preso antes da operação e havia um mandado de prisão expedido contra ele.

De acordo com o Denarc, os entorpecentes comercializados pela organização eram oriundos da cidade de Foz do Iguaçu. O coordenador da quadrilha, Rafael, utilizava-se de vários veículos, onde ocultava drogas, armas de fogo e munições no interior dos tanques de combustível.

A polícia conseguiu apreender motos, carros, drogas e muito dinheiro. Os suspeitos fizeram circular cerca de R$ 400.000,00 em dinheiro por meio de depósitos na conta bancária da esposa de Rafael, Dauana Franciele de Siqueira, em um período de 8 meses.

Dauana Franciele de Siqueira

Maike John de Siqueira, irmão de Dauana e de Magaiver, era responsável em realizar depósitos bancários a mando de Rafael e efetuar vendas de drogas a usuários finais (consumidores).

Também foi preso na operação, Welington José da Silva, responsável em fazer algumas viagens para Foz do Iguaçu a fim de buscar drogas e dinheiro.

Luís Guilherme Monsão, morador da cidade de Foz do Iguaçu, foi detido, responsável por recepcionar as pessoas em sua cidade e levá-los até o local onde armazenam as drogas nos carros.

Eliane da Silva Wanderico Ferreira foi presa em flagrante na deflagração da operação com aproximadamente 1kg de cocaína em sua residência. Ela era responsável por armazenar a droga.

Fernando de Souza Pinto de 35 anos, um dos suspeitos envolvidos, foi detido em sua residência na Rua José Firmino Sales no Jardim Tarobá. Fernando que é primo de Rafael, era responsável em guardar algumas armas para Rafael.

Fernando de Souza Pinto

Fernando foi preso em Outubro deste ano por porte e posse ilegal de arma de fogo pela Polícia Militar em Cambé.

Foi decretado o sequestro (que serão utilizados em favor da Polícia) de 6 veículos e bloqueio de contas bancárias.

No decorrer do inquérito, outras pessoas serão ouvidas e novas prisões poderão ocorrer.

Maike John de Siqueira
Luís Guilherme Monsão
Welington José da Silva
Eliane da Silva Wanderico Ferreira
Leandro Soares Guidotti

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.