Os melhores jogadores do Brasil em sua campanha nas eliminatórias para a Copa do Mundo até o momento

0

Enquanto o Brasil não conseguiu manter o título da Copa América no início deste ano, perdendo por 1×0 na final do torneio sul-americano adiado para sua rival Argentina no emblemático Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, nem tudo foi desgraça e tristeza para a Seleção durante os últimos 12 meses.

Continuando seu início invicto para as eliminatórias da Copa do Mundo COMNEBOL, a equipe do Tite venceu sete e empatou dois de seus nove jogos da fase de grupos este ano e já reservou seu lugar no torneio do próximo ano no Qatar, que é um dos favoritos para vencer com o melhor site de aposta esportiva, apesar de ainda ter quatro jogos para jogar no início de 2022.

Assim, com um olho já na Copa do Mundo do próximo mês de novembro e com o Tite tendo a opção de girar e possivelmente dar aos jogadores marginais algum tempo de jogo nos poucos jogos restantes, vamos dar uma olhada em alguns dos jogadores que fizeram uma verdadeira diferença para o Brasil durante a fase de grupos. Continue lendo para saber mais!

Neymar

Acostumado a carregar o peso da nação sobre seus ombros até este ponto, as contribuições dos objetivos de Neymar ainda são vitais para a Seleção. O atacante de 29 anos marcou um hattrick contra o Peru na segunda rodada e, desde então, tem encontrado o fundo das redes contra Equador, Paraguai, Peru e Uruguai. Com sete gols no total, apenas o boliviano Marcelo Moreno marcou mais do que Neymar durante esta campanha. O jogador do Paris Saint-Germain também registrou um impressionante número de oito assistências em nove jogos. Faltando apenas sete gols para o final da partida, até que ele iguale a marca de 77, 2022 de Pelé, pode ser o ano em que Neymar realmente deixa sua marca na seleção brasileira.

Marquinhos

Mantendo-se fiel às estrelas do PSG, Marquinhos tem sido uma força na defesa do Brasil há anos – tendo feito sua estreia contra Honduras em Miami em 2013. Agora, com mais de 60 caps em seu nome, o jogador de 27 anos é tão importante como sempre para o lado de Tite. O zagueiro central jogou em 11 das 13 partidas das eliminatórias da Seleção, mantendo nove partidas limpas e até mesmo marcando dois gols contra Bolívia e Venezuela. Depois de usar a braçadeira de capitão em três ocasiões, e com Thiago Silva chegando ao final de sua carreira quando o zagueiro do Chelsea se aproxima rapidamente dos 40, Marquinhos parece pregado para assumir a capitania de seu ex-companheiro de equipe do PSG. E eles certamente estarão em boas mãos!

Éder Militão

Parece estranho incluir dois defensores centrais quando se fala do Brasil, pois eles são tão famosos por seu talento de ataque. Mas a realidade é que a Seleção finalmente tem um alicerce sólido atrás de si e é sobre isso, sem dúvida, que Tite construiu seu sucesso. O fato de que Gabriel Barbosa e Roberto Firmino são os artilheiros do país atrás de Neymar com apenas três gols cada nesta campanha talvez seja prova disso. O Brasil pode não estar marcando muitos gols, mas eles estão sofrendo ainda menos e Militão tem desempenhado um grande papel nisso. O zagueiro do Real Madrid jogou em seis partidas das eliminatórias, faltando alguns devido a lesões e ao coronavírus, mas ainda não sofreu nenhum gol. Com Militão e Marquinhos na defesa, não é surpresa que o Brasil também seja favorecido nas previsões de apostas no Betfair App!

Os goleiros Alisson e Ederson merecem crédito por suas atuações, pois compartilharam praticamente a tarefa de chutar a bola, enquanto Lucas Paquetá finalmente começa a mostrar o que pode fazer no meio-campo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.