Campanha alerta foliões sobre o trabalho infantil no carnaval - Foto: Aliocha Mauricio/SEDS
Sete cidades do Paraná fazem parte do estudo. Pelo quinto ano consecutivo, Curitiba é a melhor entre as capitais
Relatório Administrativo da Sanepar. ETA Miringuava, em Curitiba. 12/12/2016 Foto: Brunno Covello

O Paraná continua em destaque no Ranking do Saneamento, divulgado anualmente pelo Instituto Trata Brasil. As cinco cidades paranaenses entre as onze com melhor saneamento do Brasil são atendidas pela Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

Pelo quinto ano consecutivo, Curitiba é a primeira entre as capitais, ocupando o 11º lugar na classificação geral. Maringá foi classificada em 5º lugar, Ponta Grossa em 7º, Cascavel em 8º, Londrina em 9º. Também aparecem bem posicionadas no ranking as cidades de Foz do Iguaçu e São José dos Pinhais.
O Ranking do Saneamento aponta as dez melhores cidades em saneamento e as dez piores entre os cem maiores municípios do Brasil. Este ano, a pesquisa foi realizada em parceria com a Reinfra Consultoria. Foram analisados os dados das 100 maiores cidades do país, com base nos dados de 2015 do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério das Cidades.
“Aqui no Paraná já temos essa preocupação em oferecer melhores condições de vida para a nossa população, por isso investimos pesado em obras de esgoto nos últimos anos. Temos hoje 100% da população urbana atendida com água tratada e 71% com o serviço de coleta de esgoto. Do esgoto coletado, 100% é tratado”, afirmou o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.
DESEMPENHO NACIONAL – No Brasil, 34 milhões de pessoas ainda não possuem água tratada em suas residências e 102 milhões de brasileiros não têm serviço de coleta de esgoto. Apenas 42% de todo o esgoto coletado no país é tratado.
Os estudos relacionados às condições de saneamento básico, feitos pelo Trata Brasil, também apontam que os indicadores de morbidade e mortalidade por enfermidades diarreicas, entre outras doenças, estão entre os que apresentam mais forte correlação com os indicadores de saneamento.
Contato:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.