Os requerimentos de falência no país atingiram, em novembro, o menor nível desde a entrada em vigor da Nova Lei de Falências (em 2005), com um total de 148 pedidos ante 173, em outubro, e 204, em igual mês de 2009.

Já o número de solicitações acatadas pela Justiça somou 56, ligeiramente acima do total registrado em outubro (53) e bem abaixo das falências decretadas em novembro do ano passado (100).Os dados foram divulgados hoje (6) pela empresa de consultoria Serasa Experian.

O segmento de pequenas e micro empresas foi o único com aumento de falências decretadas na comparação com outubro, de 46 para 52. No entanto, houve queda em relação a novembro de 2009 (89). Quantos aos pedidos de falência, o total nesse segmento chegou a 92 em novembro deste ano, volume menor do que em outubro (108) e do que em igual período de 2009 (132).

Entre as empresas de porte médio, os pedidos de falência aumentaram de 28, em outubro, para 35, em novembro. O total referente ao mês passado é inferior ao registrado em igual mês de 2009 (48).

De acordo com os economistas da Serasa, o crescimento das recentes dificuldades financeiras dessas empresas é “pontual”. Para os analistas, essa situação tende a se reverter em dezembro, com o aumento da atividade por conta das festas de final de ano.

Edição: Juliana Andrade
Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.