Na tarde desta terça feira, por volta das 17hs00min, policiais militares receberam para resgate uma coruja do mato, espécime jovem que provavelmente tenha sido retirada de seu local de permanência, normalmente buracos em arvores, ou que tenha sofrido acidente de voo.

Trata-se de animal de cerca de 20 centímetros de tamanho, pesando menos de 500grs, e que aparentemente está em boa saúde, mas que devido ao seu habito de vida noturno, é pouco visto durante o dia, quando se torna presa fácil de predadores naturais.

A coruja foi encontrada na região oeste por um cidadão de aproximadamente 25 anos de idade, que pediu para que seus dados não fossem divulgados, e que encontrou a ave em solo, a resgatou e solicitou a presença dos polícias para seu encaminhamento.

Nossa “hóspede” passa bem e será verificada por um veterinário nesta quarta feira pela manhã, e depois se possível solta de volta a natureza.

Este tipo de animal, embora não seja raro na região, possui poucos espécimes, e por isto deve ser cuidada para que se restabeleça e a participação de todos é muito importante para a preservação destas vidas.
Este trabalho embora não seja o principal serviço da Policia Militar Ambiental, é fundamental para a conservação e manutenção de todos os espécimes de flora e fauna existentes em nossa região de atendimento.

Nós da Polícia Ambiental agradecemos as pessoas que colaboram com nosso trabalho de forma voluntaria e as que denunciam atos contrários a legislação ambiental, estimulamos que a comunidade efetue as denuncias anônimas que auxiliam a preservação da natureza, e neste caso possam prevenir incêndios.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental se coloca à disposição da sociedade através de seus Policiais, suas Sub-Sedes, Pelotões e ainda através de um telefone para atendimento de denúncias, reclamações e sugestões. Qualquer pessoa pode se comunicar pelo 0800 643 03 04, e local é o telefone (043) 3341-7733 a ligação no telefone 0800 é gratuita e pode ser feita a qualquer hora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.