Carlos A. Serpeloni

Do Jornal Nossa Cidade
JOGANDO A DEMOCRACIA NO LIXO

Carlos A. Serpeloni

A Prefeitura de Cambé entrou com uma medida cautelar no Fórum local, requerendo a concessão de liminar visando a proibição de veiculação no Jornal Nossa Cidade, de notícias referentes à CPI instaurada pela Câmara Municipal para investigação do famoso contrato de R$ 12,5 milhões firmado com o Instituto Atlântico, para gerenciar alguns programas de saúde no Município. Queriam também “os donos do poder” que a Justiça determinasse a busca e apreensão de todo o material já impresso em vários pontos indicados por eles em toda a Cidade, entre uma série de outras coisas. Resumindo: tentaram calar o Jornal Nossa Cidade da mesma maneira como agiam os representantes da ditadura militar, que perdurou por longos anos neste país contra os meios de comunicação. Será que o povo da Prefeitura está enjoado com a democracia que perdura no Brasil, ou eles são filhos daquela ditadura e querem continuar honrando o pai?

JUSTIÇA FOI FEITA

Por sua vez, a juíza Patrícia de Mello Bronzetti deu uma lição de sabedoria e democracia considerando “inépta” a inicial de medida cautelar. Em seu despacho está escrito: “a questão objeto do inconformismo do autor é a existência da Comissão Parlamentar de Inquérito e a divulgação dos fatos alí relatados, comentados e apurados. Ocorre que a CPI não investiga o Município, mas sim, atos da administração, não havendo legitimidade do Município, como autor, ingressar com ação de indenização, ou ainda direito de resposta, nem mesmo com a presente cautelar”. Em outro trecho, diz o despacho da magistrada: “verdade ou mentira, qualquer matéria a ser publicada relativa à CPI em andamento não ofenderá o Município e sim as pessoas responsabilizadas pela reportagem. Lembre-se que não foi o Município quem praticou eventuais atos/ações investigadas pela CPI, e sim, eventualmente, pessoas determinadas, que exerceriam cargos na administração”. Resumindo: desta vez faltou também competência aos “donos do poder” em saber como proceder para atentar contra a democracia, já que eles são bastante experientes neste ofício.!

ENFIM, OS SEMÁFOROS DA PR 445

Depois de muitas mortes em acidentes na PR 445, a maioria por atropelamentos, e após inúmeros protestos e reivindicações de vereadores e da comunidade da região do Jardim Novo Bandeirantes, finalmente foram instalados três semáforos no trecho entre o Parque Manella e a divisa com o município de Londrina, embora ainda não seja o suficiente para garantir a segurança de todos. Parabéns aos Vereadores e às lideranças daquela região por mais esta vitória, demonstrando que a perseverança na busca do direito da comunidade vale à pena. Essa conquista deixa bem claro como funciona a administração do Prefeito Pavinato (PSDB), ela é igual a um veículo enguiçado, só anda se alguém empurrar! Parabéns ao povo!

MAIS SEMÁFOROS…

Falando em semáforos, continuam as constantes cobranças para a instalação desses equipamentos na Av. Brasil, um na esquina com a Av. Canadá e outro na confluência com a Rua Nossa Senhora do Rocio, nas proximidades da Casa de Velórios. Será que também vai ser necessário a população fazer protestos e paralisar o trânsito naqueles locais para que alguma providência seja tomada pela Prefeitura? Acho que sim!!!

CÂMERAS DE VIGILÂNCIA, ONDE ESTÃO?

Se depender das prometidas câmeras de vigilância, que seriam instaladas na área central da cidade, para que o povo tenha maior segurança, estamos perdidos. O assunto, pelo jeito, está mais parado que água de poço. É sempre assim, a administração do Prefeito Pavinato (PSDB) sempre dá o tiro depois corre atrás da bala. Enquanto isso, ficamos a mercê da marginalidade, com roubos e assaltos acontecendo a toda hora, aterrorizando os comerciantes e toda a comunidade. Quanta incompetência hein?

CÃES SÃO ENVENENADOS NO CENTRO DA CIDADE

Vários cães foram encontrados mortos pelas ruas da cidade nos últimos dias, vítimas de envenenamento. São animais de rua, que esperavam pela ajuda da Prefeitura, que não chegou. A denúncia foi feita por moradores indignados com a maldade praticada por alguém que não podemos chamar de ser humano. Trata-se de um assassinado que deveria ser punido ou morrer da mesma forma, envenenado, prá sentir a dor que os animais sentiram antes de morrerem. Em Cambé, embora haja a ação voluntária de algumas pessoas que realmente gostam dos animais, fazendo o que podem para amenizar a triste situação, o poder público faz de conta que essa questão não é com ele, simplesmente ignora o problema. Quem sabe um dia tenhamos um prefeito que tenha sensibilidade e respeito também com os animais. As eleições estão chegando….

FALA COMUNIDADE I

Gostaríamos de usar esse espaço da sua coluna para dizermos que foi lamentável e descabida a atitude do Sindserv – Cambé, ao veicular em seu jornal, informações inverídicas a respeito de um grupo de professores que assistiam recentemente a uma sessão na Câmara Municipal. O mesmo, de forma equivocada e tendenciosa, publicou informações que sequer ocorreram e como se não bastasse, incitou aos demais servidores que se voltassem contra esse grupo que ali se encontrava. Lembramos a todos que os professores ali presentes são pessoas idôneas e comprometidas no atributo de suas funções, são pais de família, que não medem esforços para oferecer uma educação de qualidade a vossos filhos. Tal ato demonstra despreparo, descompromisso e falta de informação do sindicato a respeito dos reais interesses desses professores. Lembramos a vocês que os mesmos não se encontravam ali para fazer politicagem ou defender interesses próprios, como publicado no jornal do Sindserv, pois nenhum dos presentes pertencem a partido político algum e tampouco buscam interesses próprios. Os interesses são, sim, em buscar informações que possam ser benéficas a toda uma classe, e a presença é apenas uma forma de demonstrar a insatisfação com a atual situação dos servidores públicos na referida cidade. Sabendo que a Câmara é um lugar público e democrático, e que todo o cidadão tem o direito de ir e vir, bem como acompanhar os assuntos de seus interesses, ressalto que estes professores, hoje perseguidos por aquele jornal, estão apenas valendo-se da sua liberdade de expressão e conduta a qual a Constituição lhes garante o direito e que estão agindo com total transparência e decência: nem denegrindo, nem difamando pessoas idôneas e responsáveis. É lastimável presenciar uma situação como essa, na qual um sindicato que deveria estar do lado do servidor, se volta contra o mesmo, demonstrando mais uma vez o seu despreparo, haja visto que por muito tempo o Sindserv permaneceu oculto, e reapareceu somente após a presença dos servidores na Câmara. Será que uma ação mais participativa dos servidores incomoda?

FALA COMUNIDADE II

Gostaríamos que você divulgasse em sua coluna os nossos agradecimentos aos membros do Corpo de Bombeiros da nossa Cidade pela atenção e presteza no atendimento ao nosso pedido para que nossa filha Débora pudesse desfilar em um caminhão daquela corporação, após sua brilhante participação nos Jogos Pan-Americanos realizados no México onde ela conquistou três medalhas de ouro. Queremos também agradecer aos amigos e ao povo de Cambé pela acolhida, que nos deixou muito felizes e emocionados. Muito obrigado e que Deus abençoe a todos. Valéria e Aguinaldo Falda.

FALA COMUNIDADE III

Tem gente que conta aos quatro cantos que foi líder estudantil e que lutou contra a ditadura militar. Será que era mesmo contra a ditadura ou estava infiltrado no movimento como espião dos militares? Basta lembrar o fato de agora em que tentarem calar a boca da imprensa!

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.