Ilustrativa

IML constatou que bebê morre por sufocamento; mãe foi liberada após depoimento

Ilustrativa
Ilustrativa

Um bebê foi encontrado morto em uma fossa na última sexta-feira (22) na zona rural de Cândido Abreu, na região central do Estado. Segundo informações da Polícia Civil, a menina foi atirada pela própria mãe, que deu à luz em um sítio.

Após sofrer complicações em decorrência do parto, a jovem de 18 anos procurou um posto de saúde no distrito de Teresa Cristina. Ao ser questionada sobre a criança, ela informou o local onde havia abandonado o bebê.

A polícia foi acionada, mas encontrou o recém-nascido morto. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Ivaiporã. De acordo com investigador da delegacia de Cândido Abreu, Marcos Biegas, a jovem prestou depoimento no sábado (23) e alegou que a criança nasceu sem vida.

No entanto, o investigador revelou que os exames do IML constataram que o bebê veio a óbito por sufocamento provocado pelos dejetos presentes na fossa. Após o depoimento, a jovem foi liberada.

“Vamos encaminhar o caso para o Ministério Público, que deve tomar as providências necessárias. Neste caso, a promotoria pode apresentar denúncia contra a mãe”, esclareceu Biegas.

Fonte: Portal Bonde
http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-3–862-20131124&tit=recem+nascido+morre+apos+ser+atirado+pela+mae+em+uma+fossa

Portal Cambé, site de informações e serviços de Cambé – PR.

1 Comentário

  1. Na hora do bem-bom a jovenzinha topou, mas na hora de se proteger ou assumir suas responsabilidades, a história é outra! Só temos que agradecer por nossa justiça, que liberou a assassina…. “Exposição ou abandono de recém-nascido é posto no código penal brasileiro no capítulo da periclitação da vida e da saúde, no art.134 Expor ou abandonar recém-nascido, para ocultar desonra própria é punivel com detenção de 6 meses a 2 anos. E se do fato resulta lesão corporal de natureza grave a pena aumenta para detenção, de 1 a 3 anos. Se resulta a morte a pena é de detenção, de 2 a 6 anos.”

Responda

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.