A Associação de Moradores do Jardim Ana Rosa realizou reunião com a comunidade para definir soluções, em parceria com empresas e a prefeitura, aos problemas de poluição que preocupam a região. O prefeito João Pavinato participou do evento acompanhado pela ouvidora do município, Josiane Ribeiro dos Santos Brito, e por representantes da Vigilância Sanitária e da Secretaria do Meio Ambiente. A Ouvidoria Geral do Município, conforme o prefeito, registrou grande número de atendimentos sobre questões ambientais no Ana Rosa e bairros vizinhos.
Os representantes da indústria Imcopa foram convidados para a reunião. Também participaram o presidente da Câmara de Vereadores, Júnior Félix, e os vereadores Cecílio Araújo e Zezinho da Ração. O encontro foi realizado no Salão do Seu Zé do Mé, localizado na rua Manoel Ferreira, 647.
Segundo o presidente da Associação de Moradores, José Vieira Rodrigues, o Zé do Me, a indústria seria responsável por fuligem de queimada e por mau cheiro exalado dos tanques de tratamento de resíduos (decantação). O representante da Imcopa informou que a fuligem era causada pela troca de material para funcionar as caldeiras.
Para reduzir os custos, a indústria substituiu experimentalmente a lenha ou o cavaco usado para a queima por bagaço de cana-de-açúcar, que proporciona redução de até um terço nos custos. O representante da empresa justificou que a busca de economia é necessária, pois a Incopa trabalha com material não transgênico.
Reunião no Ana Rosa define procedimentos para eliminar poluiçãoO uso do bagaço de cana foi um teste, acrescentou o representante da indústria. No período a própria Imcopa percebeu a necessidade de investir em equipamento específico para queimar este tipo de material, para eliminar a fuligem. Caso esse equipamento seja inviável, a empresa manterá a lenha ou o cavaco para queimar em suas caldeiras.
A Imcopa também pediu aos participantes o prazo de cinco dias para resolver o problema do mau cheiro exalado pelos cerca de 10 tanques de decantação. Por fim os participantes da reunião aprovaram proposta apresentada pelo prefeito João Pavinato, para que a empresa, que contratou consultoria para resolver o problema do mau cheiro, tenha solucionado a questão em 15 dias.
Esse prazo inclui também a solução de problema ambiental que teria, segundo a Associação de Moradores, origem na indústria Bunge. Os moradores reclamam de um pó branco espalhado pelo complexo industrial. Uma reunião com os representantes da Bunge será realizado no dia 18 de agosto, às 19h30, para a busca de solução.
De acordo com a proposta do prefeito, no dia 19 de agosto, às 19h30, no Ginásio de Esportes do Jardim Ana Rosa, comunidade, administração municipal e empresas terão uma nova rodada de conversas. Caso os problemas não tenham sido resolvidos pelas duas empresas, este encontro servirá para a definição de outras medidas que eliminem a poluição na região.
O prefeito João Pavinato disse aos participantes que o papel da administração municipal é de entender o problema participar da busca de solução rápida sem crucificar ninguém. O prefeito enfatizou que as empresas tem as suas necessidades e são importantes para o município, como geradoras de empregos e de arrecadação que são destinadas para as obras e os programas que beneficiam a população. Mas a saúde dos moradores dos bairros atingidos pela poluição, conforme Pavinato, é uma prioridade que exige soluções rápidas.

4 COMENTÁRIOS

  1. a procima e a bung e esta tambem ja denunciei na secretaria da saude muintas veses e fiz varios vidios tambem esta na internete desculpa se tiver alguma palavra errada as veses escrevo uma palavra e vai outra do pce que falha e eu ainda esto aprendendo lidar com computador nao fiz cursso valeu

  2. bom dia bem eu fui uma das pessoas que se empenho muinto nesta causa da incopa primeiro os caminhoes 2a fumaça 3o picomam 4o mal cheiro causado pelos tanques 5 o alto falante para anunçiaras placas dos caminhaos de madrugada muinto alto fiz denuncia no radio na tv e nos jornais e muintas vezes na ouvedoria com a dr josy ja tava na hora de ser tomado providenciana procima reuniao estarei la e vou falarse nao a creditar veja os vidios que fiz no yotube e no orkut meu nome e roberto palhare mais todos me conhece por galo di ouro muinto obrigado

  3. è só esperar para ver quem esta agindo com seriedade a Imcopa que pediu o prazo para resolver o problema! ou o prefeito que estipulou o tempo. cCaso a empresa não resolva o problema (que é prolemão mau cheiroso principalmente pra nós do j.j.Fávaro)vamos ver a postura do prefeito.!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.