Empresa terá estrutura também em Maringá, Cascavel e Ponta Grossa

A Sanepar está criando a sua rede de Ouvidoria nas cidades pólo do Paraná, para ampliar o atendimento aos seus clientes de todas as regiões do Estado. A primeira unidade descentralizada será instalada nas próximas semanas em Londrina. O anúncio da implantação da rede foi feito nesta quinta-feira (dia 24) pelo presidente da empresa, Fernando Ghignone, durante o Encontro de Integração de Ouvidores.

“Queremos fortalecer os mecanismos que nos permitam estar mais próximos da população que utiliza os serviços públicos. Queremos acolher as sugestões e as reivindicações da comunidade de forma ainda mais eficaz”, diz Ghignone.

Atualmente, a estrutura da Ouvidoria da Sanepar funciona em Curitiba. Depois de Londrina, a rede será implantada nas demais cidades sedes das gerências gerais: Ponta Grossa, Maringá e Cascavel. “Esta rede terá condições de atender todas as 19 regiões, onde vivem mais de 9 milhões de paranaenses”, firmou ele.

O ouvidor geral do Estado, Cid Marcus Vasques, lembrou que a Ouvidoria é um agente independente, com autonomia para agir junto às autoridades de governo, em defesa dos direitos dos direitos dos cidadãos. “Os serviços públicos prestados à comunidade devem estar apoiados em rígidos princípios éticos. Cabe aos ouvidores assegurar o máximo de inclusão aos paranaenses.” Ele fez uma recomendação aos servidores públicos que atuam nas ouvidorias ligadas à Ouvidoria Geral do Estado: “Considerem que nenhuma demanda é irrelevante.” E aos gestores públicos lembrou que “o povo tem direito a um governo honesto, inclusive consigo mesmo!”

O Encontro de Integração de Ouvidores é promovido pela Companhia de Saneamento do Paraná e Ouvidoria Geral do Estado. Estão participando cerca de 100 pessoas do Tribunal de Contas do Paraná, Copel, das secretarias estaduais e de órgãos como Tecpar, Junta Comercial, Mineropar, Codapar, DER, Emater, Celepar, Compagás, universidades e outras instituições estaduais.

Integração – A área de ouvidoria no Brasil vem sofrendo constantes evoluções. As instituições têm necessidade de ampliar seus canais de comunicação para melhor atender as demandas da sociedade, inclusive de seus empregados. O encontro de hoje tem por objetivo promover a integração das diversas ouvidorias estaduais para compartilhar as experiências e avaliar os procedimentos adotados nas diversas áreas da administração pública. “Pretendemos ampliar o debate para melhor dialogar com a população”, afirma o ouvidor da Sanepar, Rafael Stec Toledo.

Em média, a Ouvidoria da Sanepar atende 6 mil clientes por ano. Todos os contatos são registrados e compõem o banco de dados. A partir das sugestões, reclamações, denúncias e outras, são gerados relatórios para controle de todas as ações. As solicitações são enviadas para os administradores do processo para subsidiar seus atos de gerenciamento.

Criada em 1994, a Ouvidoria da Sanepar é considerada de vanguarda na área e referência nos serviços de ouvidoria, graças aos procedimentos que permitem acompanhar cada caso, desde o primeiro contato do cliente, por telefone, e-mail, fax ou carta, até o envio da resposta, informando as providências adotadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.