Secretaria de Meio Ambiente e Saúde organizam nova rodada de mutirões de limpeza contra a dengue em Cambé

0

Tem coisa acumulada no seu quintal que você não usa mais? Então vamos fazer uma limpeza e evitar que o mosquito da dengue apareça por aí. As Secretarias de Meio Ambiente e de Saúde estão organizando uma nova rodada de mutirões de limpeza na cidade que começa a partir do dia 30 de julho e segue até o início de setembro. Em cada um dos seis sábados de ação, o mutirão de limpeza vai percorrer duas áreas de abrangência das Unidades Básicas de Saúde recolhendo todo tipo de material que possa acumular água.

Nelci Mariano, coordenadora dos serviços de Vigilância Ambiental, destaca que os mutirões de limpeza são organizados após a avaliação dos resultados do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), divulgado a cada dois meses. O último LIRAa foi realizado entre os dias 04 e 09 de julho e apontou que a cidade tem um índice predial de 0,5, indicando que, dentre os 2.988 imóveis vistoriados, foram encontrados 19 criadouros ativos do mosquito em 15 residências. Entretanto, apesar do resultado geral do município ser satisfatório, oito bairros apresentaram índices prediais superiores a 1%, o que representa um alerta para a doença; além disso, a Vila Brasil registrou o pior índice da cidade, com 4,16, que é quatro vezes superior ao preconizado pelo Ministério da Saúde e atesta um risco de surto do mosquito causador da dengue. 

“Nós sempre definimos a ordem das regiões que vão receber o mutirão de acordo com os dados do LIRAa, como a região da Vila Brasil foi a que teve o pior índice, a gente começa por ela”, explica. Segundo ela, a sequência dos bairros também segue essa ordem: da região com mais focos do mosquito para a com menos criadouros. Dessa forma, o primeiro sábado de ação desta terceira etapa do mutirão acontece no dia 30 de julho na região do Centro e Cambé II; no dia 06 de agosto no Cristal e Vila Guarani; no dia 13 no Novo Bandeirantes e região do 24 Horas; no dia 20 de julho no Silvino; no dia 27 na região do Santo Amaro e Jardim São Paulo; e no dia 03 de setembro no Jardim Ana Rosa e Cambé IV.

O intuito do mutirão é recolher todo tipo de material de descarte que possa acumular água, como móveis, eletrodomésticos, vasos, pneus e outros. Porém, não serão recolhidos entulhos (restos de construção), madeiras e galhos de árvore. O mutirão começa a partir das 7h30 e vai até às 16h – ou até percorrer todas as ruas. A coordenadora destaca que os moradores devem deixar esses objetos na calçada – em frente à casa –  na sexta-feira à noite, já que não há horário definido para que o caminhão passe em cada uma das ruas. 

De acordo com Nelci Mariano, no último mutirão de limpeza, finalizado no final de junho, foram recolhidos 42 caminhões de lixo, resultando em mais de 140 toneladas de objetos de descarte. “Esse tipo de ação faz com que o número de possíveis criadouros do mosquito diminua, já que ele gosta de objetos velhos que ficam abandonados para se procriar”, esclarece. Também segundo ela, a diminuição no número de focos do mosquito da dengue permite que menos pessoas fiquem doentes. Em Cambé, neste período epidemiológico, que começou em agosto de 2021 e finaliza neste mês de julho, foram confirmados 321 casos de dengue e um óbito. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Eu Aceito a Política de Privacidade

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.