Secretaria de Saúde divulga nova data de vacinação infantil contra Covid-19 e espera mais adesão

Mais de 100 crianças foram imunizadas no primeiro dia, mas Município espera melhor adesão nesta quinta-feira

0

A Secretaria Municipal de Saúde de Cambé convoca pais e responsáveis para conduzir crianças portadoras de deficiência ou comorbidades sob suas tutelas, com idades entre 5 a 11 anos, para serem vacinadas contra a Covid-19 nesta quinta-feira (27).

Neste segundo dia de inclusão do grupo infantil na campanha, as famílias serão atendidas das 9h às 14h e podem optar entre quatro UBSs (Unidades Básicas de Saúde) espalhadas pelas mais diversas regiões da cidade. São elas: Guarani (rua Vitória, 307), Cambé IV (rua Otaviano Rodrigues Filho, 50), Santo Amaro (rua Rio São Francisco, 550) e Silvino (rua Nilo Peçanha, 318).

É obrigatória a apresentação de documento com foto, cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) ou CPF (Carteira Nacional de Pessoa Física), comprovante de residência, carta ou receita médica que comprove a comorbidade, além de documentos do responsável.

As comorbidades que dão direito à participação nesta fase da campanha são: asma grave, pneumopatias, doenças neurológicas, obesidade, imunodeficiência, doenças cardiovasculares, neoplasias, doenças hematológicas, diabetes mellitus, síndrome de down, doenças renais crônicas e doenças hepáticas.

Resultados deste sábado
Cambé deu largada à vacinação infantil contra a Covid-19 durante o último sábado (22). Foi administrado o imunizante Pfizer-BioNTech, tido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) como eficaz e seguro na prevenção aos quadros graves, sintomáticos e potencialmente fatais do vírus.

De acordo com dados da Coordenadoria de Epidemiologia, um total de 106 crianças foram contempladas com a vacina no primeiro dia de inclusão do grupo.

Uma estratégia adotada para garantir uma maior adesão foi a promoção da campanha para este grupo durante o fim de semana, período que oferece maior facilidade para os tutores acompanharem os menores de idade.

No entanto, apesar do esforço, o número de vacinados não foi totalmente satisfatório para Simone Lopes, coordenadora da Vigilância Epidemiológica. O andamento da vacinação infantil depende do repasse do governo estadual ao município. Conforme Lopes, as crianças serão incluídas novamente na campanha assim que Cambé receber mais imunizantes.

Lopes aproveita para incentivar a adesão dos munícipes à vacinação, que tem efeitos certeiros na redução dos casos graves do novo coronavírus: “A gente não tem internação em UTI. A gente tem poucos internados em enfermaria. É isso que a gente espera e é isso que a vacinação traz para gente”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.