O pequeno município de Marilândia do Sul (distante 34 quilômetros de Apucarana) vivenciou uma tragédia na tarde deste domingo (10). Um pai, Indalécio Camargo, 29 anos, atirou contra a cabeça da própria filha de apenas 3 anos de idade e logo após se matou. Êmilly Isabely Camargo está internada na unidade de terapia intensiva do Hospital da Providência, na cidade de Apucarana, e corre sério risco de morte.

De acordo com o soldado Antônio, do destacamento da Polícia Militar de Marilândia, a menina morava com a sua mãe, Fabiele Aparecida Cesário, 23 anos, mas, por pedido de sua ex-sogra, mãe de Indaléio, deixou a criança passar o domingo com a avó parterna. Fabiele estava separada de Indalécio havia três meses.

O pai, que estava trabalhando em um posto de combustível da cidade, saiu mais cedo, por volta de 13 horas, e levou a criança para dar um passeio. “Logo que ele saiu da casa de sua mãe com a menina, ele telefonou para Fabiele e disse que ia matar a filha e se matar”, relatou o soldado Antônio.

Neste momento, por volta de 13h50, Fabiele Aparecida Cesário, foi até o destacamento e registrou a ocorrência. “Saímos fazendo diligências, procurando o pai e a filha. Acabamos indo para a casa de Indalécio após um informante nos dizer que a moto dele estava lá”.

Ainda segundo o soldado, a irmã de Indalécio, que mora na residência ao lado, não deixou os policiais entrarem. Ela mesma foi chamá-lo e se deparou com a cena da tragédia. “O homem já estava sem pulso. E menina estava agonizando. Eu a carreguei nos braços, levei para a viatura e nos dirigimos ao pronto atendimento. Logo, ela foi transferida para Apucarana”, relatou o soldado Antônio.

“Acreditamos que o pai estava com a filha no colo quando atirou contra a cabeça dela, porque seu braço está perfurado. Em seguida, se matou”, disse Antônio. O revólver, de calibre 38, estava armado com dois projéteis. Fabiele está internada, sob efeito de sedativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.