A Secretaria Municipal de Saúde informa que todas as Unidades Básicas (UBS) da cidade continuam oferecendo as doses da vacina contra o sarampo. A primeira é dada aos 12 meses de vida, com a versão tríplice viral, e a segunda, aos 15 meses, com a tetra viral.
Também estão disponibilizadas duas doses do imunizante para todas as pessoas até 29 anos de idade e uma dose única para aqueles entre 30 e 49 anos. Adultos ou crianças que não tenham recebido alguma das doses podem ir ao posto de saúde mais próximo e atualizar a caderneta de vacinação.
A injeção é contraindicada apenas para gestantes, pessoas com imunidade baixa – causada por alguma doença ou medicação –, crianças expostas ou infectadas pelo vírus HIV e pacientes com história de crise alérgica grave após aplicação de dose anterior.
Até o dia 29 de outubro de 2018, foram confirmados 2.564 casos e oito mil estavam sendo investigados em todo o Brasil, segundo o último levantamento do Ministério da Saúde.
SINTOMAS DA DOENÇA – Altamente contagioso, o sarampo é propagado por meio das secreções mucosas (como a saliva, por exemplo) de indivíduos doentes para outros não-imunizados. O período de incubação dura em média 10 dias, mas pode variar de 7 a 18 dias. Isto significa que esta é a média de tempo desde a data da exposição ao vírus até o aparecimento dos sintomas.
Os sintomas iniciais apresentados pelo doente são:
– Febre;
– Tosse persistente;
– Conjuntivite;
– Coriza;
– Fotofobia.
Do 2° ao 4° dia desse período, os sintomas iniciais se agravam, e ainda surgem outros sinais de sarampo:
– Manchas vermelhas (que que não coçam e podem aparecer atrás das orelhas);
– Prostração.
As manchas avermelhadas geralmente progridem em direção aos pés, com duração mínima de três dias. Além disso, pode causar infecção nos ouvidos, pneumoniadiarreiaconvulsões e lesões no sistema nervoso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.